(Review 258) - O Príncipe cruel (O Povo do Ar #1)

em 21 de enero de 2019

Título original: The Cruel Prince
Autor: Holly Black
Editora: Galera Record (Brasil) / Little Brown Books for yong readers (USA) / SM (Espanha)
Páginas: 374
Ano de Publicação: 2018 (EUA) / 2018 (Brasil)
Gênero: Fantasia Juvenil
Saga: The Folk of the air (O Povo do Ar)
1. O Príncipe cruel (The cruel prince) 
2. The Wicked king
3. The Queen of nothing
Valoração: 
Goodreads / Amazon / Skoob 


Primeiro livro da mais nova série de Holly Black. Conheça a impressionante história de uma garota mortal que se vê presa em uma teia de intrigas reais. 
Jude tinha 7 anos quando seus pais foram assassinados e foi forçada a viver no Reino das Fadas. Dez anos depois, tudo o que ela quer é ser como eles - lindos e imortais - e realmente pertencer ao Reino das Fadas, apesar de sua mortalidade. Mas muitos do povo das Fadas desprezam os humanos. Especialmente o príncipe Cardan, o filho mais jovem, mais bonito e mais cruel do Grande Rei. Para ganhar um lugar na Alta Corte, ela deve desafiá-lo... e enfrentar as consequências. Envolvida em traições e intrigas do palácio, Jude descobre sua própria capacidade para truques e derramamento de sangue. Mas, com a ameaça de uma guerra civil e o Reino das Fadas por um fio, Jude precisará arriscar sua vida em uma perigosa aliança para salvar suas irmãs e o próprio Reino.
Com personagens únicos, reviravoltas inesperadas, e uma traição de tirar o fôlego, este livro vai deixar o leitor pedindo bis - querendo mergulhar de cabeça na continuação deste universo. 



(Review 257) - Todas as garotas desaparecidas

em 16 de enero de 2019

Título original: All the missing girls
Autor: Megan Miranda
Editora: Verus (Brasil) / Simon & Schuster (USA) / Lince (Espanha)
Páginas: 294
Ano de Publicação: 2016 (EUA) / 2017 (Brasil)
Gênero: Thriller / Mistério / Suspense / Intriga
Valoração: 
Goodreads / Amazon / Skoob 

Faz dez anos que Nicolette Farrell deixou Cooley Ridge, sua cidadezinha natal depois que sua melhor amiga, Corinne, desapareceu sem deixar rastros. De volta para resolver assuntos pendentes, Nic logo se vê imersa em um drama chocante que faz o caso de Corinne ser reaberto e remexe em antigas feridas.Logo ao chegar, Nic descobre que seu namorado da época está envolvido com Annaleise Carter, a jovem vizinha que foi o álibi do grupo de suspeitos para a noite do sumiço de Corinne. E então, poucos dias após a volta de Nic, Annaleise desaparece. Agora Nic precisa desvendar o desaparecimento de sua vizinha e, no processo, vai descobrir verdades chocantes sobre seus amigos, sua família e o que realmente aconteceu com Corinne naquela noite, dez anos atrás.Todas as garotas desaparecidas é um suspense psicológico impactante - contado de trás para frente. Quando você pensa que está seguindo por um caminho conhecido, Megan Miranda - autora revelação no gênero suspense - vira tudo de cabeça para baixo e nos faz questionar até onde estaríamos dispostos a ir para proteger aqueles que amamos. 


(Review 256) - Levana - A Rainha mais bela (Crônicas Lunares, #3.5)

em 14 de enero de 2019

Título original: Fairest
Autor: Marissa Meyer
Editora: Rocco (Brasil) / Feiwel & Friends (USA) / V&R Editora (América Latina)
Páginas: 256
Ano de Publicação: 2015 (EUA) / 2017 (Brasil)
Gênero: Distopia Juvenil
Saga: The Lunar Chronicles (As Crônicas Lunares)
1. Cinder 
2. Scarlet 
3. Cress 
3.5 Levana (Fairest) 
4. Winter
Valoração: 
Goodreads / Amazon / Skoob

Quem é a verdadeira mulher por trás da fascinante vilã que perpassa as histórias de Cinder, Scarlet, Cress e Winter? Neste spin-off da série de contos de fadas futurista Crônicas Lunares, a autora Marissa Meyer revela o passado e as motivações de Levana, a cruel rainha que sonha em governar o povo de Luna. 
Filha mais nova ofuscada pelo brilho e charme da verdadeira herdeira do trono, sua irmã Channary, Levana teve o rosto desfigurado por queimaduras na infância e aprendeu a se camuflar, manipulando todos a sua volta com uma beleza fictícia. Assim, conquistou à força o amor de Evret Hayle, por quem sempre foi apaixonada, tornando-se madrasta de Winter, quando ele perdeu a esposa no parto da filha. E seu próximo passo é tomar o trono definitivamente. 


12 séries para terminar em 2019

em 8 de enero de 2019


Oiiieee pessoas!!!

Voltando das férias, ainda sinto a canseira do ano que passou. Mas por outro lado já fazia falta postar por aqui e dividir opiniões com vocês. 
Durante o descanso, fizemos um balanço das leituras feitas. Relembrando séries bacanas que acabaram ficando esquecidas, decidimos neste ano finalizar pelo menos aquelas cujo último livro ficou pendente. 

Pensando nisso, selecionamos 12 séries para terminar em 2019, a meta é finalizar uma por mês, até cumprir essas 12 séries. Será que vai? Fiquem na torcida.

As 12 séries que pretendemos finiquitar em 2019 são:


Mist by Cathryn James

Névoa não ganhou aplausos pra mim. A narrativa foi infantil demais e, embora a trama seja bem rápida, acho que tinha expectativas altas, o que deixou tudo frustrante, os personagens, apesar de legaizinhos não tiveram nada de marcante que me encantasse. Mesmo assim, é uma bilogia, cujo segundo livro, Gelo, está há mais de um ano juntando pó na estante e preciso desencalhar já! Hora de dar por encerrada essa história de fadas que já está anotadinha na TBR desse mês de Janeiro. Confira a resenha de Névoa (Mist #1)



Jovens de Elite by Marie Lu

Todos os livros da Marie Lu publicados em português foram resenhados por esse humilde blog à exceção de A Estrela da Meia Noite, o último volume dessa trilogia que cairá com certeza na TBR de Fevereiro. Confira as resenhas de Jovens de Elite (The Young Elites #1) e Sociedade da Rosa (Young Elites #2)



As Crônicas Lunares by Marissa Meyer

Inacreditável que justamente essa distopia da maravilhosa Marissa Meyer segue em aberto. Faltou ler apenas Winter, e eu acabei deixando passar na preguiça por ser um calhamaço de 688 páginas. Tenho certeza que vou acabar lendo esse em uma sentada, mas ainda assim a quantidade de páginas me intimida. Este está previsto pra Março, um mês que costuma ser bom em leituras. Confira as resenhas de Cinder (Lunar Chronicles #1), Scarlet (Lunar Chronicles #2) e Cress (Lunar Chronicles #3)



O Teste by Joelle Charbonneau

Eu morria por ler essa série. Li o primeiro volume e me apaixonei completamente. O segundo foi legal e relendo a resenha (que por sinal está nos rascunhos mas será publicada em breve), vi que também desfrutei da segunda parte. Falta conhecer o destino definitivo de Cia Vale e seus companheiros e isso se dará em Abril, se tudo der certo. Confira a resenha de O Teste (The Test #1)




Firebird by Claudia Gray

Outra trilogia não tão famosa que é muito legal e original. Embora os personagens não sejam meus maiores crushes da vida, são até que bem interessantes. Eu pretendia encerrar essa trilogia em 2018, não deu, então vai ficar pra Maio. Confira a resenha de Mil Pedaços de Você (Firebird #1)



Wendy Darling by Colleen Oakes

Eu amo esse retelling de Peter Pan e os meninos perdidos na Terra do Nunca!!! As duas primeiras partes foram maravilhosas, sombrias e alucinantes, e o desfecho promete muito com um Peter vilão, uma Sininho psicótica e um Capitão Gancho herói! Essa é uma trilogia não publicada ainda no Brasil e é das que mais torço pra ganhar uma versão em português, quem sabe em breve. Vou contar pra vocês que tal o final da saga em Junho. Confira a resenha de Stars (Wendy Darling #1)



The Witch Hunter by Virginia Boecker

A minha história com essa bilogia é curiosa. Eu tinha o primeiro livro e relutava em ler porque a editora não publicava nunca a segunda parte. Aí, a editora publicou e então eu li o primeiro livro. E apesar de haver esperado pra começar a ler apenas quando já houvesse o segundo, mais de um ano depois do lançamento ainda nem conferi a segunda parte. Mas de Julho não passa. Confira a resenha de A Caçadora de Bruxos (Witchhunter #1)




Dorothy must to die by Danielle Paige

No Brasil, a Editora Rocco publica a série e por enquanto está em português até a segunda parte da tetralogia. Eu já li até o terceiro, e acabei relutando em ler o último pois o terceiro me decepcionou um pouco. Mesmo assim, pretendo dar por finalizada e quem sabe até me surpreender com o destino de Oz no mês de Agosto. Confira as resenhas de Dorothy tem que morrer (Dorothy must to die #1)A Ascensão do mal (Dorothy must to die #2) e Yellow Brick War (Dorothy must to die #3)



Flawed (Imperfeitos) by Cecelia Ahern

Essa é uma distopia escrita por Cecelia Ahern, uma autora super consagrada escrevendo romances. Cecelia decidiu se arriscar em novos rumos e deu certo, eu adorei a primeira parte. A segunda parte até agora não foi publicada em português infelizmente, mas vamos torcer pra que saia logo pois a bilogia é muito boa! Vou conferir a parte final em Setembro. Confira a resenha de Imperfeitos (Flawed #1)



Rainha Vermelha (Red Queen) by Victoria Aveyard

Essa é a série que mais tenho medo, todo mundo reclama do final sem sal!!! Mas eu quero finalizar e quero me unir aos descontentes se preciso for. Falando nisso, aparentemente a autora pretende publicar mais livros ambientados no mesmo universo, com personagens já conhecidos da saga. Eu vou dar por encerrada por enquanto minha jornada com vermelhos e prateados em Outubro. Confira as resenhas de A Rainha Vermelha (Red Queen #1), Espada de Vidro (Red Queen #2) e A Prisão do Rei (Red Queen #3)



A furia e a aurora (The wrath and the dawn) by Renée Ahdieh

A primeira parte dessa bilogia eu simplesmente adorei. Os personagens são majestosos, a trasma è cheia de magia e misticismo do Oriente e a ambientação é incrível mas... a segunda parte terá mais de Tariq (um personagem que eu abomino) e já vi resenhas bem negativas sobre o desfecho, o que me deixa com as expectativas super baixas. Vamos ver se vou gostar de terminar essa em Novembro. Confira a resenha de A fúria e a aurora (The wrath and the dawn #1)



Passenger by Alexandra Bracken

Outra bilogia, e essa é de viagens no tempo. A primeira parte, apesar dessa capa linda, me decepcionou bastante. Achei a trama tão mais do mesmo! Mas ficou ainda assim aquela sensação incômoda de haver desistido da bilogia, já que a segunda parte pintava mais ou menos interessante. Como tenho poucas expectativas com essa bilogia, decidi deixar pra Dezembro mesmo, quando o ritmo de leituras já baixou e a gente já meio que espera pouco ou quase nada. Confira a resenha de Passenger (Passenger #1)




E essas são as 12 séries pra riscar da lista em 2019. Com algumas as expectativas são mais altas, já outras me fazem esperar nada. Até Dezembro vai ser legal conferir quais prognósticos acertamos e quais erramos, quais surpreenderam e quais foram dentro do previsível. 

Agora, toca cumprir!


Nos lemos,

Beijokas


Ivy e Alice