(Review 176) - A Garota no gelo (Detective Erika Foster, #1)

em 16 de febrero de 2018

The girl in the ice
Robert Bryndza

Roca Editorial / Editora Gutenberg / Alma dos Livros / Bookouture
400 Páginas
  Thriller / Intriga / Misterio / Policiaca 
Goodreads /Amazon / Saraiva / Skoob 
★★★

Para leer en Español, haz click AQUI
Seus olhos estão arregalados... Seus lábios estão entreabertos... Seu corpo está congelado... Mas ela não é a única. Quando um jovem rapaz encontra o corpo de uma mulher debaixo de uma grossa placa de gelo em um parque ao sul de Londres, a detetive Erika Foster é chamada para liderar a investigação do assassinato. A vítima, uma jovem e bela socialite, parece ter a vida perfeita. Mas quando Erika começa a cavar mais fundo, vai ligando os pontos entre esse crime e a morte de três prostitutas, todas encontradas estranguladas, com as mãos amarradas, em águas geladas, nos arredores de Londres. Que segredos obscuros a garota no gelo esconde? Quanto mais Erika está perto de descobrir a verdade, mais o assassino se aproxima dela. Com a carreira pendurada por um fio depois da morte de seu marido em sua última investigação, Erika deve agora confrontar seus próprios demonios, bem como um assassino mais letal do que qualquer outro que já enfrentou antes. 
 Resenha: 

A Garota no gelo é a primeira parte de uma série policial que tem como protagonista a detetive eslovaca Erika Foster. Ambientada em Londres, é uma trama que, apesar de um número grande de páginas, se lê rápido pois realmente intriga o leitor.

Nesta primeira parte Robert Bryndza consegue apresentar-nos um caso realmente intrigante, uma socialite bonita e popular aparece morta e quase congelada às margens do lago em um museu londrino. A morte ocorreu ao sul de Londes, uma zona mal vista, rodeada por pubs de aspecto duvidoso, onde garotas como Andrea Douglas Brown nem deveriam estar. A policia londrina não consegue encontrar respostas nas poucas pistas que há e os Douglas Brown são uma familia suficientemente poderosa para destruir algumas carreiras. É nesse contexto que Erika Foster, uma brilhante detetive que estava afastada da corporação após a trágica morte do marido, é novamente convocada. Erika terá a delicada missão de colocar o assassino de Andrea atrás das grades e, tudo isso, sem jamais comprometer o bom nome da familia Douglas Brown. O problema é que Andrea era uma menina de segredos e quanto mais Erika descobre os mistérios sobre Andrea, mais perto ela está de perder a carreira, a sanidade e até a vida.


Num contexto geral, adorei a trama. O mistério é muito bem planejado pelo autor e ele insere muitas reviravoltas inesperadas, pelo menos pra mim foi realmente impossivel descifrar a identidade do assassino e, embora não chegou a surpreender-me a revelação final, confesso que em nenhum momento essa pessoa esteve no topo da minha lista de suspeitos.
No entanto, apesar da trama bem narrada e dos fios soltos apresentados que, pouco a pouco e de maneira brilhante começam a se conectar diante dos olhos do leitor, houveram coisinhas que me pareceram um pouco incoerentes.
Para quem costuma ler muitos livros policiais será possivel prever muitos dos comportamentos da protagonista. e até mesmo certos eventos que ocorrem com Erika ao meu ver se tornaram previsíveis, eu já havia visto protagonistas de outras tramas passarem pelas mesmas situações. Em parte senti falta de detalhes mais originais em quanto à Erika, achei que ficou tudo inserido numa zona de conforto óbvia, gostaria que o autor tivesse arriscado mais, ele ficou muito preso no básico, Erika é a policial padrão, não oferece muitas surpresas e apesar da história trágica, é alguém sem muitos segredos ou novidades à revelar. Ainda assim gostei de Erika porque, diferente de alguns protagonistas de tramas policiais, ela não é aquela mulher durona, fria, invencível. Erika faz piadas, mantém o senso de humor quando preciso, sabe agir com humildade e gostei da relação que ela constrói com sua equipe, em especial com os agentes Moss e Peterson. É uma amizade crível, consistente, convincente.

Como já disse, a narrativa de Bryndza é brilhante. Ele introduz os fatos de maneira pausada, para que o leitor possa situar-se e até mesmo assimilar cada acontecimento, e mesmo seus personagens, o autor nos permite conhecer alguns aspectos e facetas pessoais de cada um, permitindo que o leitor possa enxergá-los não apenas como heróis ou bandidos, mas julgá-los baseando-se nos fatos e revelações que a trama vai apresentando.

A garota no gelo é um livro policial cheio de detalhes, mas nem por isso o considero um livro excessivamente violento ou chocante. O autor descreve algumas cenas (em especial perto do final) que fazem o leitor arrepiar-se mas, ele não perde o fio e nem abusa em suas descrições. Bryndza deixa alguns eventos no ar, nos permitindo entender o que ocorre sem a menor necessidade de expressá-lo em palavras.
Para quem gosta de um bom thriller ou suspense, A Garota no gelo é uma excelente recomendação, os personagens são bons e eu pessoalmente quero seguir acompanhando a série pois esse senso de humor e leveza de Erika a transformaram em um personagem bastante carismático ao meu ver. Como já disse, a história parte de uma boa premissa e o autor consegue manter o mistério, abrindo à todo momento brechas para que o leitor possa encontrar seus próprios suspeitos e formular suas próprias teorias. O final é consistente com a trama, bem explicado embora senti que faltou um pouco mais de emoção em alguns personagens. Já veremos se os poucos erros encontrados desaparecerão por completo em Uma sombra na escuridão, a segunda parte da série da Detetive Erika Foster, já publicada no Brasil pela editora Gutenberg.

34671406

Imagen relacionada

Imagen relacionadaRobert Bryndza nasceu no Reino Unido e já morou nos Estados Unidos e no Canadá. Seu romance de estreia, The Not So Secret Emails of Coco Pinchard (2012), deu origem à famosa
série de comédia romântica de Coco Pinchard.
Em 2016, escreveu A garota no gelo, primeiro volume da série de ficção policial da Detetive Erika Foster, best-seller nº 1 do Wall Street Journal e do US Today. O segundo
livro da série, The Night Stalker, é também best-seller nº 1 no Wall Street Journal. Juntos, os dois livros já venderam mais de um milhão de cópias e foram traduzidos para 19 idiomas.
Atualmente mora na Eslováquia com seu marido Ján Bryndza, com quem escreveu o romance satírico Lost in Crazytown (2013).
Sitio web oficial: https://robertbryndza.com/

Twitter: Robert Bryndza



Beijokas!!!

Nos Lemos...


Alice

29 comentarios:

  1. Olá, Alice.
    Eu nem tinha me tocado que já tinha lançado o livro seguinte. A capa é tão diferente que nem percebi hehe. Eu gostei muito desse livro, para que é fã do gênero fica dificil não gostar. Só que fui com muita sede ao pote e não alcançou todas as minhas expectativas. Mas gostei muito.

    Prefácio

    ResponderEliminar
  2. Oi, Alice. Vi muito esse livro por aí, mas eu não sou muito de ler policial, eu até tento, mas as tramas não me chamam atenção, e faz com que a leitura torne-se enfadonha para mim. Mesmo assim eu gosto de imaginar uma possível leitura da minha parte, ainda mais se temos personagens carismáticos, reviravoltas e uma escrita eletrizante.
    Quem sabe não dou uma olhada.
    Beijos
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderEliminar
  3. Oi Alice,
    Eu consegui pegar o e-book na Amazon, em inglês, graças a um crédito que ganhei e comecei a ler por esses dias. Achei o mistério interessante e gostei mais por se passar em Londres. Uma pena sobre as ressalvas. Mas, adoro o gênero e espero curtir a trama do autor e ler a continuação futuramente.

    bjs
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderEliminar
  4. Oi, tudo bem?
    Quero muito ler, mas estou me preparando psicologicamente, amo e odeio livros livros densos! Este está sendo tão comentado que acredito que é muito bom! Dica anotada e adorei sua resenha!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  5. Oi Alice, tudo bem? Policial não é bem meu gênero favorito, mas com tantos elogios fiquei até curiosa, é bom às vezes embarcar em histórias assim.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderEliminar
  6. A CAPA E BEM INTERESSANTE MAIS NUNCA LI LIVRO POLICIAL.MAIS DEVE SER BACANA .

    https://mundodaveeh.wordpress.com/.

    ResponderEliminar
  7. Oi tudo bom?
    Confesso que não sou muito de ler gênero policial, não que eu ache ruim, só não tenho costume mesmo rs' Esse livro parece ser muito bom!

    Bjs!

    Fernanda Reads <3

    ResponderEliminar
  8. Oi Alice,

    Ainda não li essa série, mas as capas acabam chamando atenção. Esse ano prometi que iria ler mais livros desse gênero, então vou colocar na lista.
    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderEliminar
  9. Gosto de livros que a trama nos intiga a continuar lendo até que se revele tudo mistério. Sem contar que amo uma boa reviravolta. Mesmo com a falta de originalidade é um livro que adoraria ler, exatamente por amar um bom thriller. Dica anotada.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  10. Oi Alice,
    Mesmo não sendo um gênero que me atraia, quero ler porque as recomendações sobre a orba não param! Acho que seria uma boa experiência.
    Beijo
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  11. Oi
    eu sempre vejo falarem bem desse livro, tenho bastante curiosidade, que bom que gostou e que acha a escrita da autora Brilhante,

    momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderEliminar
  12. Oie
    Não sabia que era uma série, parece ser bem legal. Amo livros assim com temas policiais e investigações, imagino que ele vá me instigar também apesar da quantidade de páginas. E adoro quando tem muitos detalhes. Amei a resenha.
    Bjos, Bya! 💋

    ResponderEliminar
  13. A história parece realmente bem intrigante, acho que é um mistério que o leitor quer resolver logo, o que é bem legal pra esse tipo de história.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderEliminar
  14. Oi, Alice!
    Eu vi muuuuita gente elogiando o autor e esse livro. Eu anotei a dica porque faz tempo que não leio um romance policial legal.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da Folia Literária 2018: cinco kits, cinco sortudos.

    ResponderEliminar
  15. Oi, Alice!
    Sempre vi a capa desse livro e achei linda, mas não sabia do que se tratava ainda. Não sabia da continuação e acho que eu não me atentaria a muitos detalhes como você porque não tenho muito costume em ler esse gênero! (Apesar de me interessar bastante)
    Beijos,
    http://ofantasmaliterario.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  16. Olá Alice,

    Esse livro está na minha lista de desejados, só leio resenhas positivas e espero esse ano ler....bjs.

    http://devoradordeletras.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  17. Oi Alice! Eu li o segundo da série e gostei demais da trama, agora quero conferir o primeiro e passar e ler a série na ordem. A Erika é uma personagem ótima e sofrida, muita pena dela em várias situações. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderEliminar
  18. Oi Alice,
    Já li “Uma Sombra na Escuridão” e gostei da escrita fluida e envolvente do autor, então com certeza quero conferir “A Garota no Gelo”. Ótima resenha!!!


    *bye*
    Marla
    loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  19. Oie, tudo bem?
    Primeira vez aqui e já adorei <3
    Sou suuuper fã de livros policiais e curti muito conhecer esse título.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderEliminar
  20. Oi Alice,
    Confesso que esse não é meu gênero preferido mas fiquei intrigada com a história. Uma pena ela ter várias cenas meio parecidas com o que você já viu por ai, realmente é difícil inovar nessa área, mesmo assim fico feliz que o livro te agradou.
    Beijos
    Raquel Machado
    Leitura Kriativa
    https://leiturakriativa.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  21. Adoro um bom thriller e uma históra intrigante, e a garota no gelo já está entre os desejados, ainda mais sabendo que ele não é tão bizarro nem chocante.

    ResponderEliminar
  22. Nossa, olhando para essa capa eu nem imaginava que era uma série policial.. que interessante :)

    http://www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderEliminar
  23. Oi Alice,

    Já fiquei meio nervosa com a resenha, imagina com o livro.
    Ando numa fase de leitura de gêneros mais leves, acho que não seria o momento de ler um thriller policial, mas quem sabe mais para frente.

    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com

    ResponderEliminar
  24. Esse livro possui todos os elementos que me atrai, porém ainda não tive oportunidade de lê-lo. Espero conseguir fazer isso em breve *_* Adorei sua resenha.

    Sai da Minha Lente

    ResponderEliminar
  25. Olá!
    Estou com os livros desse autor no meu Kindle e bem curiosa com as tramas. Me parece um autor que desenvolve bem os mistérios na trama e deixa o leitor preso do início ao fim.
    Por sua resenha vou adorar essa leitura.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderEliminar
  26. Eu amo livro policial, vou começar Hereges, do Leonardo Padura. A garota no gelo, ainda não li, mas recebi muitas indicações sobre ele e tenho bastante curiosidade.outra coisa, gosto dessa coisa dos fatos pausados, dá para gente criar várias teorias durante a narrativa e se frustar de um jeito legal, a interação é melhor.

    ResponderEliminar
  27. Olá Alice, como fã de romances policiais já fiquei curiosa para conhecer esse, gostei de saber que o autor conseguiu manter o mistério durante a leitura *-* Adorei a dica.

    ResponderEliminar
  28. Gosto muito de livros de suspense, e psicológicos, mas esse não me atraiu tanto :( Ainda bem que você curtiu a trama policial que a história traz.
    www.belapsicose.com

    ResponderEliminar