9 de mayo de 2018

(Review 196) - Caraval (Caraval, #1)


Título original: Caraval
Autor: Stephanie Garber
Editora: Novo Conceito (Brasil) / Planeta (Argentina) / Flatiron Books (EUA)
Saga: Caraval
Caraval
Legendary
Finale

Páginas: 400
Goodreads / Amazon / Skoob / Saraiva
Scarlett nunca saiu da pequena ilha onde ela e sua irmã, Donatella, vivem com seu cruel e poderoso pai, o governador Dragna. Desde criança, Scarlet sonha em conhecer o Mestre Lenda de Caraval, e por isso chegou a escrever cartas a ele, mas nunca obtivera resposta. Agora, já crescida e temerosa do pai, ela está de casamento marcado com um misterioso conde, e certamente não de encontrar Legend e sua trupe, mas isso não  a impede de escrever uma carta de despedida a ele. Dessa vez, o convite para participar do Caraval finalmente chega à Scarlett. No entanto, aceitá-los está fora de cogitação, Scarlett não pretende desobedecer ao pai. Sendo assim, Donatella, com a ajuda de um misterioso marinheiro, sequestra e leva Scarlett para o espetáculo. Mas, assim que chegam, Donatella desaparece, e Scarlett precisa encontrá-la o mais rápido possível. O caraval é um jogo elaborado, que precisa de toda a astúcia dos participantes. Será que Scarlett saberá jogar? Ela tem apenas cinco dias para encontrar sua irmã e vencer esta jornada. 

  Resenha:


*** Resenha escrita em 07/04/2017 e originalmente postada no blog Resenha Atual, onde estive como colaboradora.

Se há uma palavra perfeita e correta para se definir esse livro seria certamente "magia". Caraval é um livro extremamente mágico, onde todas as coisas são possíveis e a autora parece à todo momento convidar-nos a dar um salto de fé. Não se trata de um romance com toques de fantasia, mas sim uma obra inteiramente baseada em um mundo mágico, novo e intrigante, nos mesmos moldes de O Mágico de Oz ou O País das Maravilhas da famosa personagem de Alice. Por muitos momentos, Caraval e seus personagens peculiares me recordaram esses dois antigos clássicos e a sensação final ao terminar esse livro é a de que certamente essa história valeu a pena, por cada minuto.

Caraval nos apresenta a história de duas irmãs. Scarlet e sua irmã mais nova, Donatella Dragna. Ambas sofreram desde cedo, após o desaparecimento da mãe. O pai das meninas, o poderoso governador da ilha de Trisdas é um homem abusivo, prepotente e muito manipulador, acostumado à sujeitar ambas às mais severas punições. 
Scarlet é uma pessoa simples, conformada com as coisas da vida e com o destino que acredita que deverá seguir, mas ainda assim ela conserva um sonho: poder um dia assistir ao mágico espetáculo de Caraval, onde o maestro Legend e seus intérpretes prometem momentos inesquecíveis. 
Quando após anos de tentativa, Scarlet recebe finalmente um convite para assistir a Caraval na propria ilha particular de Legend, ela tem dúvidas de se realmente deveria ir. Seu casamento será em poucos dias e seu pai certamente irá puní-la se ela e a irmã desaparecem para assistir ao espetáculo.
Convencida por Donatella e por um jovem marinheiro chamado Julian a embarcar nessa aventura, Scarlet em principio não sabe o que fazer. Deve realmente aceitar participar da competição de Caraval para ganhar, do proprio maestro Legend, o direito à fazer um desejo? 
Pouco a pouco, o mundo de magia e o jogo intrigante de Caraval começam a abalar Scarlet, que se vê mais e mais imersa neste mundo misterioso. E aos poucos Scarlet poderá descobrir que talvez, os segredos de Caraval, não sejam apenas parte de um jogo e que o vibrante espetáculo com o qual ela sempre sonhou, pode não ser exatamente tão inofensivo quanto pensava.

Caraval é um livro que começamos sem conseguir imaginar os rumos que a história deverá tomar. É uma leitura deliciosa e imprevisível, repleta de giros argumentais inesperados, um universo aonde o impensado é sempre possível, e com personagens que causam no leitor as mais variadas sensações. 
De principio ao fim, Caraval parece jogar com a imaginação do leitor e nos convida a plantear um sem fim de possibilidades para responder às muitas perguntas que surgem durante a leitura.
Há momentos em que chegamos a duvidar da sanidade da própria protagonista, conforme ela se envolve mais e mais naquele jogo. Há momentos em que o mágico parece tornar-se mórbido e nos questionamos se os heróis não seriam diretamente apenas vilões. 
É que em Caraval os papéis se invertem a menudo e há um dado momento na história em que realmente já não sabemos quem é quem, e quem está sendo realmente neutro ou sincero nesse espetáculo que mezcla a mais pura fantasia com os momentos mais drásticos da realidade de Scarlet e Donatella.

Scarlet é um personagem que passa por uma evolução notável. Ela se apresenta como uma menina realmente medrosa. Calada e sempre equilibrada, Scarlet tem dificuldades em aceitar desafios e até mesmo lidar com as próprias emoções. Com o passar dos capítulos, a personagem passa por grandes mudanças, e aos poucos vai ganhando o carinho do leitor.
Tella não possui tanto protagonismo, mas seus momentos são certamente intensos. É que Tella é um personagem intenso, carregado de uma energia que parece contagiar ao leitor, alguém que apesar de todo o mal que presenciou, ainda crê na liberdade de fazer as próprias escolhas.
E oque dizer de meu personagem favorito, o marinheiro Julian? Alguém que começa carregado de clichês, o jovem arrogante e sedutor, mas que aos poucos revela-se muito mais do que um rosto bonito.
Além desses três diferentes e intrigantes protagonistas, temos o misterioso maestro Legend que, embora possua poucas cenas, parece ser parte constante da história, ja que sempre está sendo citado e parece estar ligado aos grandes mistérios da historia.
Como antagonista teremos aos pai das meninas, que realmente surge como um verdadeiro vilão, sendo o pai capaz de imputar diversos castigos e que quase nunca demonstra suas emoções. 
Há um enorme rol de personagens secundários, os integrantes de Caraval, que entram e saem de cena deixando no leitor uma sensação de inquietação constante.

A ambientação é o ponto mais forte da trama. Como já disse, por diversos momentos Caraval me remeteu ao mundo de Oz ou até mesmo ao Pais das Maravilhas. É que nada é o que parece em Caraval, e o mais maravilhoso de tudo é poder ler que o impossível se torna coerente e necessário aqui, nos convidando a acreditar novamente nos milagres. 

Em resumo, Caraval é imperdível! Uma historia que merece ser lida, resenhada e recomendada, pois nos remete à um mundo imprevisível de magia, encontros e desencontros. Um lugar carregado de mistérios aonde muitas vezes a verdadeira resposta se encontra nos lugares mais simples. Uma verdadeira obra-prima, que encantará aos mais diversos leitores.

36329818


Imagen relacionadaStephanie Garber é uma autora americana que, quando não está escrevendo, ensina escrita criativa em um colégio particular na Carolina do Norte. Ela também escreve em um blog, o PUB(LISHING) CRAWL, mas o que ela adora mesmo é usar o Twitter, onde reconhece que abusa dos emojis. Já trabalhou em bares como balconista, em um serviço de atendimento ao consumidor de uma empresa de energia, como atendente de loja, monitora em acampamentos para jovens e finalmente como voluntária ajudando à crianças no México. Seu primeiro livro, Caraval, já está sendo vendido em 25 países diferentes e teve seus direitos de adaptação para o cinema comprados pela Twentieth Century Fox.
Seu lugar favorito é a Disneyland, onde Stephanie sente como se as histórias fantásticas que tanto ama escrever de repente se tornassem reais.

Web Page Oficial: http://stephaniegarberauthor.com/author/

Twitter: Stephanie Garber




Nos lemos,

Alice

27 comentarios:

  1. Oie
    Fiquei muito curiosa com o enredo deste livro e teus comentários me deixaram mais interessada na obra. Parece ser muito bom e já quero ler.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  2. A Jéssica leu e resenhou esse livro lá para o Blog.
    Elogiou bastante e fiquei bem curiosa para ler.
    Ganhou até o kit com copo, ecobags e coisinhas de fazer inveja rsrs.
    Quero ler.

    Abraços
    Naty
    http://www.revelandosentimentos.com.br

    ResponderEliminar
  3. Oi Alice!
    Eu comecei a ler esse livro, mas acredita que eu acabei morgando com a leitura? Pois é, infelizmente acho que o hype pra mim foi bem negativo. Eu não devia ter ido com tanta expectativa. Eu larguei ele na metade, mas to querendo retomar agora, que já passou um pouco mais toda a ansiedade. E porque eu queria gostar, porque eu acho essas capas lindas demais. To morrendo de vontade de ter eles aqui na minha estante, mesmo nem tendo curtido.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  4. Oi, Alice! Tudo bem? Eu comecei a ler Caraval, mas parei. Eu também tinha achado ele um pouco parecido com "O Mágico de Oz" e confesso que adorei essa pegada lúdica. Depois vou terminar de lê-lo. Adorei a resenha! <3

    Abraço

    http://tonylucasblog.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  5. Oi, Alice

    A minha vontade de ler Caraval vai e volta, é uma coisa meio inconstante. O que me faria ler de fato é essa coisa de jogo e dos personagens terem essa alternância que faz com que a gente fique sem saber quem é quem, qual é qual e afins; o que pega pra mim é que eu não curto fantasia, leio, mas poucas e seletas... aquelas que são fantasias, mas não muito fantasiosas, sabe? E Caraval me soa extremamente fantasioso. Não sei como explicar... é que eu prefiro faltasias onde a linha entre a fantasia e a realidade tênue...
    Mas ainda assim não descarto uma leitura, vai que a vontade de ler surge novamente...

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderEliminar
  6. Não gosto quando a Novo Conceito publica alguma série/trilogia por causa disso.
    Ela demora muito para dar continuidade e acabo até me esquecendo da história. Li Caraval antes do lançamento oficial e adorei a história (mesmo com alguns pontos que não me agradaram) e agora estou aqui curiosa hauhauhuah

    Sai da Minha Lente

    ResponderEliminar
  7. Oi, Alice
    Simplesmente amei esse livro! Primeiro a capa que é igualmente linda, e os personagens irreverentes, cheios de segredos, nossa me encantei demais com esta narrativa. Eu adorei a Scarlet, apesar de ter odiado a irmã dela durante um bom tempo, amei demais Julian mesmo com um pé atrás em relação a ele. Simplesmente amei tudo! É um livro que aguardo a continuação.
    Beijos

    http://www.suddenlythings.com

    ResponderEliminar
  8. Oi, Alice!
    Esse é um livro que eu estou doida para ler faz bastante tempo.
    Estou muito curiosa pela história, porque só vejo resenhas super positivas, como a sua.
    Gosto de magia, de fantasia, de um livro que te transporta para outro mundo.
    Sinto que vou me apaixonar.
    <3
    E adorei saber que os direitos de cinema já foram vendidos.

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderEliminar
  9. Olá...
    Adorei sua resenha!
    Desde que a editora lançou essa obra eu estou bastante ansiosa para realizar essa leitura. A premissa é muito interessante e é exatamente o tipo de leitura que curto. Sua resenha me animou ainda mais a ler <3
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  10. Olá, Alice.
    Esse livro tem de tudo para agradar quem gosta de magia hehe. Eu amei a história, fui enganada e não vejo a hora de sair a continuação por aqui. Espero que não demore muito, mas do jeito que vai a Novo Conceito não sei não hehe.

    Prefácio

    ResponderEliminar
  11. Oiiie,
    Tudo bom?
    Amei o livro, as havia o visto antes mas com sua resenha quero Ainda mais ler. Amo livros de magia. Adorei o post

    ResponderEliminar
  12. Olá,
    E um tipo de livro de magias e bem envolvente pelo visto, as duas meninas são aventureiras ao enfrentar um pai autoritário e rigoroso, ainda mais Scarlett com casamento marcado, deve ser um jogo de emoções e de muitos sentimentos, obrigada pelas dica, bjs Layne.

    ResponderEliminar
  13. Oi, Alice!
    Eu amei demais esse livro! Foi um dos meus favoritos do ano passado. Agora estou sedenta por Legendary e Finale <3
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderEliminar
  14. Tenho vontade de ler esse livro já tem um tempo e o fato de se parecer com clássico que eu amo só reforça essa vontade. Gosto dessa ideia do livro brincar com a imaginação do leitor. Não vejo a hora de conhecer esses três protagonistas e espero gostar tanto quanto você.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  15. Oi Alice,

    Já li algumas resenhas desse livro e ele já estava na minha lista de desejados, mas a tua resenha potencializou a minha vontade e PRECISO ler esse livro.
    Ai como quero ler uma magia tão boa assim!

    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  16. Apesar de não ter gostado da capa, achei a história bem diferente... Curiosa em saber quais os mistérios desse espetáculo...

    Nara Dias
    Viagens de Papel

    ResponderEliminar
  17. Oi, Alice!

    A sua definição de "não temos ideia do que vai acontecer" é exatamente como me sinto quando vejo a premissa de Carnaval, não sei direito o que vou encontrar no livro, e provavelmente por isso fico protelando tanto a leitura hahaha mas depois da sua resenha, me convenci de que preciso ler logo, porque sem dúvida a história é um tanto boa!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  18. Oi Alice, há muito que quero ler este livro, acho a premissa incrível, essa coisa do mistério e da magia. Tua resenha ficou muito boa e me deixou com mais vontade ainda de ler.
    Bjos
    Vivi
    http://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  19. Olá Alice, quando esse livro foi lançado eu fiquei muito curiosa para conhecê-lo, principalmente por ter essa capa linda mas, como estava muito caro resolvi esperar e ler algumas resenhas. O problema é li tantas resenhas ruins e peguei alguns spoilers do final da história que perdi a vontade de lê-la, fico muito chateada com spoiler do final mesmo assim, gostei da sua resenha.

    Beijos e abraços
    http://resenhasdaviviane.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  20. Confesso que já li tanta resenha desse livro e mesmo assim não sinto a menor vontade de ler ele. Apesar de ter visto sua empolgação e o quanto gostou da obra não é uma leitora feita para mim. Mas mesmo assim curti sua opinião. Parabéns .

    Beijos .

    ResponderEliminar
  21. OI Alice, tudo bem?
    Eu li o livro logo que a NC o publicou e fiquei louca desvairada pra fazer a leitura da sequência, amei caraval de paixão e estou super ansiosa pelos próximos acontecimentos.
    Beijoos

    ResponderEliminar
  22. Oi, tudo bem?
    Amei sua resenha! Já tinha visto esse livro, mas é a primeira resenha que leio. A capa é linda, a premissa interessante, mas o gênero não é meu estilo de leitura! Dessa vez passo a dica! Seu blog é lindo, amei!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  23. Tenho muita curiosidade em ler, e só não fiz, pois queria que a editora finalizasse as publicações antes, pois tenho várias da Novo Conceito que parou pelo caminho e me deixaram frustradas.
    Bjs, Rose

    ResponderEliminar
  24. Olá Alice, eu li Caraval assim que foi lançado e ele se tornou um dos meus livros favoritos, a autora conseguiu criar uma trama mega envolvente e bons personagens *-* Não vejo a hora de poder ler a continuação.

    ResponderEliminar
  25. Não conhecia muito o enredo do livro, mas sua resenha me deixou muito curiosa. Gosto muito de livros que nos envolvem em um mundo mágico.
    Vou anotar a dica, beijos!

    ResponderEliminar
  26. Olá, tudo bem? Acredita que essa é a primeira resenha que vejo falando bem do livro?! Todas as resenhas que já li anteriormente, sempre traz pontos que considero importantes serem questionados, procrastinando minha leitura até hoje. Realmente, por mais que goste de fantasia, não sei se seria algo que leria. Sua resenha me fez olhar a história por outro ângulo, o que é ótimo!
    Adorei!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  27. Se remete ao mundo de OZ, pra mim já vai para lista, por sua resenha ficou visível o quanto é uma leitura interessante e instigante, ao menos foi a sensação que tive me inteirando do elemantos.

    ResponderEliminar