16 de mayo de 2018

(Review 199) - Um vento à porta (Time-Quintet #2)


Título original: A wind in the door
Autor: Madeleine L´Engle
Editora: Harper Collins (Brasil) / Océano Gran Travesía (Argentina) / Dell Laurel-Leaf (EUA)
Páginas: 224
Saga: Time-Quintet
Uma dobra no tempo (A wrinkle in time)
Um vento à porta (A wind in the door)
Um planeta em seu giro veloz (A Swiftly Tilting Planet)
Muitas águas (Many waters)
Um tempo aceitável (An acceptable time)

Goodreads / Amazon / Skoob / Saraiva
Charles Wallace está em perigo. E o mundo todo também. Quando a famìlia Murry pensa que os problemas haviam terminado, um novo desafio surge. Charles Wallace agora tem seis anos de idade e na escola o menino se tornou um problema. Sofrendo bullying constante, Meg acha que o novo diretor da escola deveria ser responsável pelo menino, mas Charles Wallace fica terrivelmente doente antes que ela possa ajudá-lo. Mas há algo estranho acontecendo. Charles Wallace diz à Meg que há dragões no quintal e ela descobre que os dragões são na verdade Proginoskes, querubins feitos de asas, ventos e chamas. E mais uma vez este é só o começo de uma nova aventura, onde Meg e seu amigo Calvin precisam correr contra o tempo para salvar seu irmãozinho. E, para fazer isso, eles devem partir em uma viagem para dentro do corpo do menino e lutar para restaurar a brilhante harmonia do universo. Junte-se a Meg, Calvin e Charles Wallace nesta nova aventura repleta de seres incomuns, mundos novos e muitos heróis que precisam ultrapassar seus medos para salvar o mundo!

 Resenha:


Segunda parte da premiada e comentada série Uma dobra no tempo, essa continuação me recordou aqueles desenhos animados que costumávamos assistir quando crianças. Sabe quando os heróis passam por diversas aventuras e então no próximo episódio eles ja se preparam para outra aventura totalmente diferente e sequer comentam/recordam as aventuras anteriores? Eu notei que Uma dobra no tempo segue esse mesmo padrão pois Um vento à porta é um livro que, de certa forma, é quase independente da primeira parte. Por um lado, achei bem interessante a inserção de novos personagens bem diferentes dos que conhecemos no livro anterior. Porém, também me senti um pouco decepcionada pois esperava pelo menos alguma referência sobre os eventos passados e principalmente sobre personagens fundamentais na primera parte, como as três senhoras que auxiliam Meg, por exemplo. Até mesmo agora, já finalizada a leitura, tenho sentimentos mistos ao relembrar toda a história, porque eu queria encontrar pelo menos um gancho que conectasse ambas as histórias, e não houve essa referência. 

Mais uma vez, achei a trama bastante complexa. Tratando-se de um livro infanto juvenil, há momentos em que achei a premissa complicada, difícil de entender. Eu, que nunca fui exatamente um gênio em biologia, me senti insegura cada vez que os personagens falavam em farandulas ou mitocondrias, portanto, esse é o tipo do livro para se ler prestando atenção nos mínimos detalhes, pois a história, apesar de rápida pode confundir o leitor que esteja mais distraído.

Embora seja um livro de poucas páginas, é um livro que te faz pensar bastante, e até mesmo os personagens desta vez me pareceram mais distantes. Calvin por exemplo está de volta, mas já não o senti tão caloroso e humano como foi na primera parte. Charles Wallace é praticamente secundário na trama. Tudo se centraliza maiormente em Meg que, não é exatamente um personagem fácil de entender, embora seja crível, já que suas reações e atitudes são, ao meu ver, realistas, típicas e condizentes com uma adolescente enfrentando o impensável. 

Nesse segundo tomo notei que não há tantos personagens secundários como houve na primera parte. Teremos um pequeno número de novos personagens como Louise, o Sr Jenkins, Louise a cobra, Progos e Blajeny, mas à exceção de Progos, todos os outros aparecem em momentos pontuais, não adquirindo um grande destaque no decorrer da história. 
Progos, por exemplo, é um querubim peculiar que, apesar de ser bem misterioso, consegue cativar o leitor. Talvez seja por justamente ser um querubim é um personagem que exala de um amor e de uma suavidade que achei necessárias à trama. A introdução de Progos e sua descrição, achei um acerto por parte da autora, já que trouxe uma nova visão bem diferente sobre oque pensamos da figura de um querubim.

Há vilões novamente, grandes perigos que Meg enfrentará com a ajuda de Calvin e Progos, e outra vez gostei demais das referências utilizadas pela autora. 
Madeleine L`Engle mistura ciência com religião, e outra vez achei que a combinação deu certo, pois há conceitos que a autora explica através de um lado bíblico que, ao meu ver, torna mais fácil para o leitor entender. Pelo menos consigo visualizar algo sob uma óptica biblica com muito mais facilidade do que sob uma óptica cientifica, onde tudo se trata de partículas e células. 

Enfim, Um vento à porta não é o típico livro juvenil. Mais uma vez é uma história que o leitor apenas vai desfrutar se ler com atenção e verdadeiro interesse pois se trata de uma trama inteligente, onde tudo está interligado, e a autora utiliza conceitos bem complexos para desenrolar a história e conduzir seus personagens. É uma trama que nos faz pensar, uma história de raciocínio pois o leitor acaba tentando desvendar os enigmas e testes pelos quais Meg passa e acaba irremediavelmente sendo sempre pego de surpresa. Recomendo a história pra quem é fã de ficção cientifica em sua maneira mais literal, pois é um livro totalmente voltado à esse tipo de questão. Não há romance por exemplo ou subtramas paralelas, portanto, se você gosta de livros que desafiam o leitor a pensar e até mesmo relembrar aqueles conceitos aprendidos nas aulas de biologia da escola, essa é sua série.

40097460


Related imageMadeleine L`Engle foi uma escritora americana, nascida em Nova York, no ano de 1918. Ficou conhecida por seus livros dedicados à literatura juvenil, sendo especialmente famosa por sua série Time-Quintet (Uma dobra no tempo), da qual foi ganhadora do prêmio Newberry. A série foi publicada em diversos idiomas, ao redor do mundo. 
Madeleine faleceu em 2007, deixando publicados ao longo de sua vida mais de sessenta obras. 









Nos Lemos...




Alice

30 comentarios:

  1. Ouço muitas pessoas comentarem que não é uma leitura fácil mesmo. Eu ainda quero ler o primeiro para ver o que acho para aí decidir se prossigo ou não.. eu assisti o filme e achei meio vago, sei lá..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderEliminar
  2. Olá, Alice.
    Acabei de publicar a resenha desse livro também hehe. Eu gostei mais do primeiro por ter mais fantasia do que esse. E me irritei com a Meg várias vezes. Mas como comentei na minha resenha acho esses pais bem relapsos. Eu achei legal a série não ser continuação porque dá para ler sem ter lido os outros. No próximo vai ter um grande salto no tempo hehe.

    Prefácio

    ResponderEliminar
  3. Estou apaixonada por estas leituras.. Muitos odiaram a escrita e forma como autor conduz o enredo.. Eu simplesmente amei e se tornou queridinho na minha estante.

    O que falar sobre essa história? Ela é incrível com toda suas peculiaridades e ao mesmo tempo que nos traz fantasia, ela também faz referências à ciência e possibilidades ligadas a isso. Uma história que acaba te encantando mesmo que tenha um vocabulário e forma diferentes dos que estamos habituados, eu simplesmente amo esse trio e adorei conhecer outros personagens que foram fundamentais para o desenrolar da história.

    www.alempaginas.com

    ResponderEliminar
  4. Oi, Alice!
    Que pena que o livro te decepcionou um pouco, mas pelo menos não foi de todo ruim né? O importante é que ainda deu gás pra continuar a série.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderEliminar
  5. Oi Alice!
    Eu realmente me desanimo quando uma série cai muito no segundo livro. Aconteceu com Rainha Vermelha recentemente, embora o terceiro tenha contornado essa decepção, mas é horrivel quando a gente espera mais de uma obra :( Eu não tenho expectativas quanto a essa trilogia. Tenho vontade de ler, mas não tenho pressa. Um dia chega a vez dela KKK. Não sei se to na vibe pra ler um livro que parece ter la suas complexidades pra vc entender.

    Abraços
    David
    https://territoriogeeknerd.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  6. Gostei da resenha Alice. Não é muito daquele tipo de livro que faz o meu gênero, mas achei a trama interessante. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderEliminar
  7. Oi, Alice
    Foi o que comentei com a Sil, do blog Prefácio. Esse tipo de livro não me chama atenção porque fico confusa quanto ao enredo, não sei se conseguiria mergulhar de cabeça na história, por isso passo a dica.
    Beijos!
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderEliminar
  8. Oi, Alice! Tudo bom?
    Acabei de passar por outra resenha desse livro e tô cada vez mais animada pra ler a série. Gosto muito de fantasia/scifi e achei legal a autora abordar mais um lado dos gêneros usados na história nesse segundo volume. Espero ler em breve!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderEliminar
  9. Oi, Alice!
    Acabei de ler uma outra resenha sobre esse livro, acredita? hahaha
    Eu ainda não consegui me convencer sobre ler ou não esse livro. Acho que ainda não estou no momento certo para isso, mas quero muito tentar o filme! De qualquer forma, eu coloquei na minha wishlist... Quem sabe, né?
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderEliminar
  10. Oie
    Estou curiosa por esta série, mas pelas tuas ressalvas ainda acho que vou curtir mais o primeiro livro. Quero ler em breve.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  11. Oi Alice, como vai?
    Esse livro veio parar em minhas mãos através da minha parceria com a HarperCollins. Nem sabia da existência da série e mesmo não sendo meu tipo de leitura habitual acabei gostando da leitura. Achei muito interessante e inteligente a maneira como a autora aborda os assuntos e apresenta as situações. Enfim foi uma boa leitura.
    Gostei muito da sua resenha.
    Bjus
    Doces Letras

    ResponderEliminar
  12. Não sabia que o livro tinha continuação, não conhecia esse e o próximo, acho que aqui em Portugal só foi publicado o primeiro! Mas já gostei, vou estar atento :)

    MRS. MARGOT

    ResponderEliminar
  13. Oi Alice! Que pena este livro não ter sido tão bom quanto o anterior ou mesmo melhor. Confesse que agora desanimei um pouco com a série. Quero ver sua resenha do próximo para decidir. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderEliminar
  14. Eu tenho que ler o volume um. Só vi o filme baseado no livro que adorei.
    Obs; AMEI a foto do livro com o gatinho <3
    Bjs
    https://eternamente-princesa.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  15. Oi Alice,

    Comprei o primeiro livro e está na minha estante aguardando para eu ler. Sinto que vou gostar da história, pois adoro livro relacionados a viagens no tempo e tudo que é próximo do assunto.
    Bjs
    http://diarioelivros.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  16. Confesso que gosto dessa independência de livros de série, mas entendo a sua decepção em não ver personagens importantes. Tenho vontade de ler esses livro e, mas morro de medo dessa complexidade que mencionou, pensar bastante é bom, mas preciso de tempo para isso e as vezes na correria não dá, então vou postergando ler livros assim.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  17. Olá!
    Eu andava bem curiosa quanto a essa saga, especialmente depois de ouvir muitas pessoas falando sobre, mas confesso que cada vez sinto que não vou conseguir aproveitar tanto, porque apesar de eu curtir ficção científica, quando o foco é só esse gênero, confesso que não consigo gostar totalmente. A dica fica anotada pra quando, quem sabe, a vontade apertar. haha

    Abraços

    ResponderEliminar
  18. Oi, Alice. Eu quero muito ler esse livro, acho a premissa dele completamente atraente e tenho quase certeza de que vou gostar muito da leitura quando eu comprar. Adorei a sua resenha

    ResponderEliminar
  19. Oi Alice, eu estou louca para ler o primeiro livro desta série, antes que saia o filme no cinema.
    Adorei conferir através da tua resenha, o que esperar nesta segunda leitura. Não gosto quando deixam algo do primeiro livro e não explicam na continuação, mas como ainda tem mais quatro, de repente a gente descubra.
    Bjos
    Vivi
    https://duaslivreiras.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  20. Oi Alice, sinceramente adorei o enredo desse livro, o que fiz, deixei meu dicionário do lado e comecei a procurar as palavras que não conhecia, foi bem gratificante, eu escrevi ressenha sobre esses livros também 1 e 2 e 3, do terceiro sai a resenha dia 22 desse mês e não me arrependi, pois na minha opinião foi o melhor dos 3 até agora, não desanime leia esse depois me diga o que achou. Parabéns pela resenha, bjs!

    ResponderEliminar
  21. Olá, tudo bem? Nossa, sério?! Talvez por ser da área, e curtir bastante os assuntos de ciências biológicas, adorei o segundo volume. Gosto desta "linha" que a autora segue de não ter uma interligação direta para a série, e estou bem ansiosa pelo terceiro. De fato é um infanto-juvenil cheio de detalhes que precisa de atenção, mas que quando capta flui. Ótima resenha mostrando seus pontos!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  22. Estou com o primeiro livro na estante, e ainda nem li, e a editora já lançou o terceiro. Muito rápido!! :O
    Quero muito conhecer essa série. Acho as edições lindas!! E adoro livros juvenis.
    E que gato lindo é esse? Ahhh ♥
    beijos

    ResponderEliminar
  23. Apesar de tudo eu gostei de ler uma dobra no tempo, mas confesso que estou sem expectativas para esse volume. Gostei da forma com que a autora trabalhou o assunto no primeiro livro, não achei tão complexo (mas isso pq é um gênero que estou acostumada). Sei que muitos podem estranhar a trama e absorver as informações. Adorei a sua resenha! Quero ler este, mas já sei que não posso esperar muito mesmo rs

    Beijos
    Sai da Minha Lente

    ResponderEliminar
  24. Olá, assim que o primeiro livro foi lançando estava muito empolgada para conhecer a obra e assistir ao filme mas, fui ler algumas resenhas e peguei um spoiler que me deixou muito chateada, em fim, desisti de ler os livros por causa disso. Fico triste que esse segundo volume tenha te decepcionado um pouco e espero que fiquei apaixonada pelos próximo, está ficando normal alguns autores perderem a "mão" nas continuações.

    Beijos e Abraços Vivi
    Resenhas da Viviane

    ResponderEliminar
  25. Olá, gostei muito de conferir suas considerações sobre esse segundo volume. Acho que eu também sentiria falta de encontrar alguma ligação com a história do primeiro, mas ainda quero ler essa série.

    ResponderEliminar
  26. Oi Alice, adoro quando os livros de uma série são independentes, mesmo que eu prefira ler tudo em ordem, saber disso dá mais tranquilidade em começar a leitura, mesmo sem ter todos os exemplares.
    Bjs, Rose

    ResponderEliminar
  27. Que gatinho lindo!

    Se quiser participar, estou sorteando alguns livros lá no blog: http://www.cobaiaamiga.com/2018/05/sorteio-de-livros.html

    ResponderEliminar
  28. Olá, tudo bem?

    Eu li "Um Vento à Porta" e gostei muito. A edição ficou lindona, a HarperCollins caprichou!
    Abraço!

    ResponderEliminar
  29. Gosto desse tipo de história. Eu ainda não li o primeiro livro, mas desde que li a resenha dele soube que a série é a minha cara. Depois de ler sua resenha, isso ficou ainda mais evidente. Gosto muito de ver uma trama complexa traçada pela ciência e religião, e por isso se tornar algo que nos fará ler com mais calma para repensar o que foi lido ao mesmo tempo que aproveita uma fantasia. Também adoro referências a livros anteriores, sobretudo quando se trata de uma série, é uma pena que essa não tenha, Alice.

    Beijos da Yana,
    Marshmallow Com Café

    ResponderEliminar
  30. Oi Alice, como está?
    Já li resenhas dos dois livros até o momento publicados dessa série e por mais que a premissa da série como um todo seja ótima, confesso que essa mistura de ciência e religião meio que me incomoda um pouco, mas, acho que é só mesmo um ponto de vista. A leitura provavelmente me fará mudar de ideia.
    Abraços e beijos da Lady Trotsky...
    http://www.galaxiadeideias.com/
    http://osvampirosportenhos.blogspot.com

    ResponderEliminar