(Review 202) - P.S. I like you

em 26 de mayo de 2018

Título original: P.S. I like you
Autor: Kasie West
Editora: Oz Editorial (Argentina) / Point (EUA)
Páginas: 330

Goodreads / Amazon / Skoob / Book Depository
Enquanto tenta matar o tempo na aula chata de Química, Lily começa a rascunhar algumas letras de sua canção favorita na mesa. No dia seguinte, ela descobre que alguém continuou escrevendo a letra e ainda deixou uma mensagem para ela. Logo, Lily e seu amigo oculto começam a trocar entre si cartas inteiras, deixadas escondidas sempre embaixo da mesma mesa - são segredos compartilhados, indicações de novas bandas favoritas, e aos poucos, vão se abrindo um ao outro. Lily começa a notar que pode estar se apaixonando por este escritor anônimo de cartas. Mas quem pode ser ele? Enquanto Lily tenta desvendar o mistério, e fazer verdadeiros malabarismos para dar conta do colégio, dos amigos, dos novos amores, e de sua família maluca, ela descobre que os assuntos do coração nem sempre podem ser evitados... Kasie West nos apresenta outra vez uma história irresistível, cheia de calor e faíscas, um amor digno de desmaios que aparece de onde menos se espera.


Resenha: 

Há momentos em que não buscamos uma super leitura que nos marque e nos desperte mil e um sentimentos. Há livros que são bons usando de premissas básicas, apresentando histórias simples, divertidas e doces que trazem um sorriso ao rosto do leitor, nos permitindo descobrir o quanto uma leitura mais leve e descontraída se faz necessária de vez em quando.
P.S. I like you me lembrou daqueles filmes que assistia na adolescência, aqueles que decidimos assistir pra passar o tempo e ao final nos conquista. Assim ocorreu com esse livro, escrito por Kasie West, uma autora que já é conhecida por muitos leitores, justamente por sua prosa leve, dinâmica e cheia de ternura. 
Pra ser bem sincera eu nem tinha certeza de se leria P.S. I like you este mês. Ele estava na TBR, mas cada vez que olhava pra ele sentia uma preguiça brutal já que ler em inglês não é exatamente meu ponto forte. No entanto me surpreendi já que a autora usa um inglês de fácil entendimento e a história, maravilhosa, prende o leitor de tal maneira que houveram momentos em que passava as páginas sem me dar conta do quanto a leitura ia avançando. Concluí a leitura em 2 dias, o que é todo um recorde pra mim tratando-se de livros em inglês...

A história se passa no high school americano, e apesar da autora não se focar muito na ambientação, ela apresenta detalhes suficientes para imergir o leitor na história. Conheceremos aqui Lily Abbott uma garota de dezesseis anos apaixonada por música alternativa e por sua guitarra. O sonho de Lily é compor canções, vencer concursos e quem sabe assim conseguir entrar em uma boa universidade de música, no entanto, ela ainda não sabe bem como expressar todo o seu talento musical já que a timidez e um imenso bloqueio criativo a impedem de dar prosseguimento às suas melodias. Isso até que em uma aula de Quimica ela escreve o trecho de uma canção na mesa em que está e para sua surpresa descobre que no dia seguinte algum outro aluno completou a canção. É dessa maneira que Lily e esse misterioso aluno começarão a se corresponder, através de letras de canções e mais adiante através de pequenas cartas onde ambos começam a desabafar acerca de seus problemas e de suas caóticas vidas pessoais, criando uma espécie de amigo oculto por correspondência. Aos poucos Lily e seu amigo oculto descobrirão que se completam, que se encaixam como dois pólos opostos. Mas o grande dilema será quando Lily descobrir a verdade. Será que seu amigo oculto é quem ela espera que seja ou Lily corre o risco de decepcionar-se profundamente?

A autora nos apresenta três possíveis suspeitos de ser o amigo oculto de Lily. Em principio ela não tem a menor idéia de quem é, mas o leitor logo será esclarecido acerca da identidade secreta. Gostei muito que Kasie West permitiu que o leitor pudesse descobrir a identidade do amigo oculto antes de Lily, pois é muito engraçado acompanhar as interações entre os dois quando já sabemos o que sentem e quem são intimamente. Adorei o amigo oculto de Lily, das três opções foi a mais óbvia, mas mesmo assim a autora conseguiu entregar ao leitor um protagonista masculino carismático, divertido e cativante. Amei esse guri!
Lily também foi uma das melhores protagonistas femininas juvenis que li em muito tempo. Ela é muito astuta, inteligente e não tem travas na lingua, gostei porque é genuína, autêntica, não tenta ser o que não é. Lily tem uma familia louca e caótica, que aos poucos conquista o leitor, pois é uma familia que nos faz rir, mas que também nos comove porque eles sabem ser unidos e se apoiar uns nos outros nos momentos cruciais e isso é tão importante! Adorei ver como a autora expõem essa importância da familia na trama e amei cada momento em que Lily está com sua familia pois são momentos engraçados e calorosos ao extremo.

O romance é simplesmente perfeito, escrito no tom certo, sem ser forçado, sem ser lento demais e sem ser instantâneo. Lily já conhece seu amigo oculto, e é muito legal observar como eles interagem antes e depois de descobrirem que compartilham cartas entre si sem ter a menor idéia de com quem estavam falando. Kasie transformou a idéia de se apaixonar por alguém que você ainda não sabe quem é em algo possível, coerente, plausível, aliás, as cartas entre Lily e seu amigo chegam a ser tão comoventes e íntimas que o leitor também se sente de certa forma apaixonado por esses personagens.

Como todo livro juvenil teremos certas doses de drama, alguma reviravolta na trama, enfim, o enredo é previsível, desde que descobrimos a identidade do amigo oculto já podemos intuir de antemão muitos dos acontecimentos que ocorrerão, mas mesmo assim Kasie tem uma narrativa especial, que transforma o típico e previsível em algo cheio de sentimento e sorrisos. 

Ler P.S. I like you foi como estar diante de amigos, compartilhando confidências. Algo íntimo, puro e divertido. Me encantei por esse livro porque ele não é apenas mais um romance. Kasie nos fala sobre familias malucas que se amam profundamente, mas também nos fala sobre lares desfeitos e pais que abandonam seus filhos. Nos fala de amigos de verdade, dispostos a ajudar sempre que preciso, mas também haverá aqueles falsos amigos, dispostos a machucar, a ferir e a humilhar. Enfim, o maravilhoso em abrir as páginas e se aventurar nesse livro é descobrir uma história ímpar, com um encanto que não saberia explicar em palavras, mas que posso garantir que chegará ao coração de muitos leitores.

Image result for kasie westKasie West se formou na Universidade Estadual de Fresno, na Califórnia, e mora com o marido e os quatro filhos. Além de escrever, Kasie se diverte praticando wakeboard, ouvindo rock alternativo, lendo até tarde e comendo muito chocolate amargo com menta. Também gosta de fingir que namora Hugh Jackman e Adam Levine - os dois ao mesmo tempo.
Web Page Oficial: http://www.kasiewest.com/

Twitter: Kasie West




Nos Lemos...

Alice

23 comentarios:

  1. Oi, Alice!

    Já marquei o livro nos desejados! Parece ser o tipo de história que o tempo passa e a gente nem percebe, de tão em paz que está junto da obra <3

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  2. Oi, Alice
    Eu gosto muito das tramas da Kasie mas a última que li senti que faltou algo, e fiquei com uma impressão ruim por causa disso. Quero muito que esse seja publicado aqui no Brasil, amei a história e tenho certeza que vou gostar tanto quanto você.
    Beijos

    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderEliminar
  3. Ai que delicia, já quero super ler! Adoro livros, contos e historias sobre a vida de jovens e que envolve romance! :D
    http://www.mundodasmulheresbrasil.com/

    ResponderEliminar
  4. Oi Alice, curti a premissa do romance e o mistério do amigo oculto. Parece simples, mas se tem reviravolta fica melhor ainda! Gostei da dica!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderEliminar
  5. Oi, Alice

    Eu nunca li nada da autora, os enredos nunca tinham chamado muito minha atenção... até agora!
    Adorei essa história de ter essa coisa de completar a letra que estava escrita na mesa e de depois eles começarem a se corresponder sem saber quem é o outro. E também gostei que descobrimos quem é o dito cujo antes dela!
    Agora quero ler! :D

    Beijocas
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderEliminar
  6. Oi Alice,
    Parece ser uma leitura adorável. As vezes gosto de ler livros do estilo, exatamente pra lembrar desses filmes da adolescência haha dá certa nostalgia, as leituras costumam ser rápidas e tals. Vou anotar esse!

    até mais,
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderEliminar
  7. Olá, Alice.
    Eu li um livro da autora que gostei muito. Inclusive terminei ele no mesmo dia do tanto que gostei da escrita dela. E eu amo esse tipo de livro que são ideais para serem lidos após um livro mais pesado. Pena que não sei ler em inglês, mas se vier para cá vou ler com certeza.

    Prefácio

    ResponderEliminar
  8. OI Alice! Eu adoro os livros dessa autora, ela sabe chegar no nosso coração e criar personagens muito reais.
    Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderEliminar
  9. Gostei da resenha Alice. Esses romances leves e permeados por doces mistérios tem um poder mágico de acalentar os nossos corações, não é mesmo? Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderEliminar
  10. Oi, tudo bem? Adoro YA's e, apesar dos clichês deste, eu leria. Achei fofo. Não tô num mood muito romântico, mas achei legal o modo como tudo começa entre o casal. Vou ver se procuro <3

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderEliminar
  11. Oi, Alice!
    Essa história tem mesmo jeito de ser mó fofa! E gostei também de saber que descobrimos esse amigo oculto antes da Lily. Fica aquela ansiedade pra quando ela vai descobrir.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderEliminar
  12. Oi, Alice. Tudo bem?

    Eu acabo tendo e lendo na maior parte livros mais pesados, com temas mais fortes, no entanto, ás vezes, quando sou surpreendida por uma história leve e boa é tão maravilhoso porque é uma leitura que flui, não é?
    Não conhecia esse livro, mas de verdade, fiquei bem curiosa, principalmente por eles começarem a se falar por um estar completando a música do outro. É uma pena eu não saber ler em inglês :( você sabe me dizer se já foi lançado no Brasil?
    Espero poder lê-lo logo.
    Adorei a resenha,
    Beijos,
    Magia é Sonhar

    ResponderEliminar
  13. Oi, Alice!
    Eu adoro os livros da Kasie West <3 São ótimas tramas para nos tirar de ressacas literárias e para nos deixar com o coração quentinho, né? Esse eu ainda não li, mas está na minha wishlist há algum tempinho...
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderEliminar
  14. Oi, Alice! Tudo bom?
    Eu gosto muito das premissas dos livros da Kasie. Ainda não li nada, mas tenho praticamente todos os livros na wishlist.
    É aquele tipo de história fofa e descontraída pra salvar você de livros mais pesados, leitura sempre bem-vinda!
    Pretendo ler esse em breve!

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderEliminar
  15. Os gatinhos também gostaram ^^

    Se quiser participar, estou sorteando alguns livros lá no blog: http://www.cobaiaamiga.com/2018/05/sorteio-de-livros.html

    ResponderEliminar
  16. Oi Alice,
    Eu adoro esse tipo de história. De início, achei que era P.S. I Love You, mas esse é o Like, rs. Super leria! Faz total meu estilo!
    Ainda não conhecia a autora e a obra.
    Beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  17. Oi Alice, Adoro esse tipo de leitura, leve, rápida e emocionante, a paixão nascida através da "troca de cartas" me fez pensar em "Love, Simon" e também na minha leitura atual que também se utiliza deste artifício. Saber quem é o "amigo oculto" deve ser interessante pois nos permite analizar melhor quando eles interagem, né?

    Doida pra ler, obrigada pela dica! Abraços.

    www.revelandosentimentos.com.br

    ResponderEliminar
  18. Ola
    Interessante a história e gostei do fato de vc ter gostado tanto assim da leitura, e em inglês , mas não consigo ler livros adolescentes, juro que tentei várias vezes mas sempre tem algo que me irrita durante a leitura e que se repete, e repete ai acabo abandonando. Então para não correr o risco acabo nem iniciando, mas para quem curte vai ser uma ótima leitura.
    Bjus

    ResponderEliminar
  19. Olá!
    Que dica lindinha!
    Eu adoro esse tipo de leitura, com enredos leves, mas que nos deixa apaixonadas pela construção dos personagens.
    Não conhecia essa autora, mas já vou procurar pra conhecer em breve.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderEliminar
  20. Olá, tudo bem? Acredita que nunca li nada da autora? Quando o li pela primeira vez, me vi demorando a conectar com os livros, mas depois lembrei hehe Tenho uma amiga que gosta bastante das histórias dela por isso tenho mega curiosidade em conhecer. Gosto dos clichês, ainda mais quando são bem escritos. Sua resenha está maravilhosa e só me instigou mais ainda a ler ela. Adorei <3
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  21. Oi Alice, tudo bem? Mais um livro que vai pra lista de desejados. Adoro romances leve e fluídos e quando li que esse livro é como um "filme da sessão da tarde" que começamos a assistir de forma despretensiosa, parece que fui transportada para a minha adolescência. Já adorei a premissa do livro quando li a sinopse e a tua resenha acrescentou mais interesse na leitura. Eu quero me encantar com esses personagens! Gostei ainda mais de saber que o livro não é só isso, mas também aborda temas importantes.
    Beijos
    http://espiraldelivros.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  22. Confundi títulos e já ia comentar besteira, pois me lembrei do PS. I Love you rs da Cecelia Ahem.
    Eu não conhecia este e nunca li nada dessa autora, mas fiquei curiosa e com vontade de ler. Por isso adicionei na minha lista de desejados do skoob <3

    Sai da Minha Lente

    ResponderEliminar
  23. Olá não conhecia essa historia mais não despertou o meu interesse gostei da resenha mais a premissa do livro não me cativou passo a dica

    ResponderEliminar