(Review 233) - Instituição para jovens prodígios: A Seleção

em 31 de agosto de 2018

Título original: Instituição para jovens prodígios: A Seleção
Autor: L.L. Alves
Editora: Autopublicado
Páginas: 312
Gênero: Fantasia
Saga: Instituição para jovens prodígios
A Seleção ✔
A Traição
A Revelação
A Rebelião

Goodreads / Amazon / Skoob / Saraiva

Instituição para Jovens Prodígios: A SeleçãoDo subúrbio carioca para uma instituição de jovens superdotados na Inglaterra, Lara Muller, uma adolescente com todas as frustrações e inseguranças típicas da idade aprenderá que para realizar seu sonho é preciso fazer sacrifícios. Deixando tudo de mais precioso para trás, nossa protagonista precisa encarar uma nova realidade, muitas vezes assustadora... Quando Lara se deixa levar pela curiosidade e é atraída pelos novos ares de Sheffield coisas ligeiramente estranhas começam a acontecer... Porque ela sente como se alguns alunos a conhecessem? Porque parece que já fizera inimigos em tão pouco tempo? E, principalmente, quais os reais interesses dos mantenedores dessa poderosa instituição? Com uma nova melhor amiga ao seu lado, Lara começa a acreditar que está ficando maluca... É normal um pombo se comunicar com uma garota? 

 Resenha: 


Uma das minhas metas para 2018 é exatamente a de ler livros que tenho pendente há algum tempo. Além disso, quero muito conhecer e descobrir autores brasileiros, pois sei que há muito talento ainda desconhecido por esses lares. Juntando essas duas metas, Instituição para jovens prodígios: A Seleção caiu como uma luva. 
Desde que soube dessa trilogia, quis ler. Amo essas tramas juvenis cheias de suspense, aventuras e conflitos ambientadas naqueles remotos institutos/ internatos localizados em algum lugar pitoresco da Inglaterra. Esse tipo de trama me lembra da série Night School, uma das minhas favoritas dentro do gênero (e outra série que estou determinada a terminar até o fim do ano) e geralmente me agrada. 
Instituição para jovens prodigios; A Seleção não desapontou.

Essa foi minha primera experiência com a escrita da autora L.L. Alves e gostei bastante, me surpreendeu sua escrita fluída e a maneira como consegue criar personagens comuns e ao mesmo tempo cativantes, que não passam indiferentes. No entanto, é fato que encontrei alguns tópicos que, para mim, já resultam um pouco cansativos, como todo aquele lance da protagonista super, ultra especial destinada a salvar todo mundo, aquela trama óbvia onde todos os personagens já sabem de tudo exceto a protagonista que fica como uma tonta tentando ler nas entrelinhas enquanto todos guardam segredo ao seu redor e, o mais comum de todos os tópicos, o amor ultra fast. Porque é claro que Lara Muller, a garota comum da periferia do Rio de Janeiro que conseguiu entrar numa universidade estranha da Inglaterra TEM que se apaixonar à primeira vista pelo tudão do lugar né? E obviamente esse relacionamento será cheio de idas e vindas, com direito à dramas mil e uma abelha rainha má no meio do caminho. 
Ainda assim, Instituição para jovens prodigios: A Seleção é um livro gostosinho de ler, daqueles pra gente sentar numa tarde chuvosa, acompanhada de algo quente e desfrutar de cada página. É uma história com pinta de filme teen, que apesar de ter seus momentos clichês prende o leitor, diverte e entretém.

Gostei do perfil dado à protagonista. Apesar de estar sempre um passo atrás sem saber o que se passa ao seu redor, Lara Muller é uma guria fácil de simpatizar. Ela admite ser uma nerd de primeira linha, mas isso não a transforma na rapariga mais certinha do mundo, e nem na mais sabichona. Na verdade, Lara é muito humilde, uma pessoa até então solitária, mas que sabe dividir e compartilhar, sabe quando calar e aceitar, mas com personalidade forte suficiente para rebater quando preciso. Lara é um personagem crível, e esse realismo que encontrei na personagem ajudou bastante a conectar com a história.

Além de Lara conheceremos todo o seu novo entorno de amigos. Tem a melhor amiga pra todas as horas, tem o bonitão que conquita a protagonista mais rápido que a velocidade da luz, tem o melhor amigo do bonitão e certamente tem a rainha má e um outro sujeito mal encarado que estarão dispostos a fazer a vida da Lara dificil. Falar de um por um acho desnecessário, até porque nessa primeira parte de saga esses mostraram bem pouco do que são além do que já disse nessas poucas linhas, mas veremos se até o fim da trilogia algum deles consegue me impactar suficiente para ganhar menção especial. 

A ambientação é bem especial, acho que um dos pontos mais legais da trama. A autora consegue transportar o leitor para aquele instituto antigo, tradicional e cheio de segredos, e consegue convencer em quanto aos costumes e descrições inseridos na história.
O mistério só ganha folêgo perto do final. Até mais da metade da história o leitor fica bem à cegas, eu mal sabia se a história se resumiria à um romance juvenil com toques de suspense mesmo ou se teria um toque fantástico e, apesar dos rumos óbvios que a história vai ganhando, fiquei com uma ponta de curiosidade grande em saber como a autora dará prosseguimento à trama. O final deixa o leitor com um gostinho de "quero mais" e a autora deixa tudo em aberto, nos permitindo formular até as teorias mais loucas.

Felizmente já temos 3 livros publicados, e fica a espera pelo desfecho final da série, o livro 4, Instituição para jovens prodígios: A Rebelião que por enquanto ainda não tem data de publicação.

L. L. Alves, nome artístico de Luene Langhammer Alves, é formada em Letras - Língua e Literaturas Inglesa pela Universidade Federal de Santa Catarina. Apaixonada pelo mundo das letras, mescla seus dias entre leituras e escritas. Ao todo, já escreveu mais de dez livros, variando entre fantasia, romance e chick-lit.
Começou a ter gosto pela leitura ao ler a famosa série da escritora britânica J. K. Rowling, Harry Potter. Aos poucos foi moldando em sua mente a ideia de se tornar uma escritora. Então aos 13 anos de idade escreveu seu primeiro romance: Mudanças, publicado na Bienal de SP em 2014 pela editora Modo. L. L. Alves escreveu mais dois livros na sequência, ambos não publicados. Mas não parou por aí: em 2010 ficou deslumbrada com a ideia de uma saga. Instituição para Jovens Prodígios é a primeira saga da autora e possui 4 volumes: uma sequência que nos conta a história de Lara Müller, uma jovem carioca superdotada que deseja proporcionar um bom futuro para sua família, mas que encontrará muitos empecilhos em seu caminho.
A autora está sempre com novos projetos, seja sua primeira trilogia ambientada em um novo universo, livros únicos, contos ou pequenos textos.
A autora pretende continuar escrevendo cada vez mais livros intrigando o mundo com seus mistérios e fantasia e nunca deixando a vontade de chegar à última página passar.





Nos lemos,

Alice

26 comentarios:

  1. Oi, Alice!
    Eu já ouvi falar muito dessa história mas nunca me interessei, acho que foi a capa. Eu gosto desse clichê de garota não popular se apaixonar de cara pelo garoto fodão porque eu sempre me coloco no lugar dela, eu morro de inveja!!! Haha, fora isso, eu gostei da sua resenha e acho que vou dar uma chance.
    Anotei a dica.
    Beijo
    http://www.suddenlythings.com/

    ResponderEliminar
  2. Essa história parece ser mais um clichê onde a nerds se apaixona pelo popular da escola/ ou faculdade, eu não costumo ler livros desse tipo, porém a sinopse e a história em si é um tanto cativante e também bastante misteriosa, pois a protagonista precisará descobrir várias coisas ao seu redor praticamente sozinha, adorei a sua resenha.

    ResponderEliminar
  3. Oi, Alice!
    Confesso que a capa do livro não me chama nada a atenção, mas sua resenha e o enredo sim.
    Mesmo com os clichês, porque eu adoro uns, haha, e o romance ultra fast. Acontece, né?
    Essa fórmula de protagonista mega incrível já não é novidade, mas eu gosto bastante. Adoro uma leitura mais juvenil.

    Beijoooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderEliminar
  4. Olá, Alice.
    Eu li esse livro tem tanto tempo que confesso nem lembrava muito da história. Mas assim que comecei a ler lembrei. Ele é bem clichê do gênero, mas ainda assim eu gostei muito. E não sei porque ainda não li os outros da série.

    Prefácio

    ResponderEliminar
  5. Oi, Alice

    Aiii, essa meta de ler livros que a gente tem pendente. Eu nem prometo mais isso, porque nunca tomo vergonha na cara pra colocar em prática. Hahahaha
    Isso da personagem ser a salvadora e de todo mundo saber das coisas menos ela é tão Harry Potter! Hahaha
    Acho que não leria porque é bem juvenil, não tô mais nessa pegada. Mas espero que você curta os próximos!

    Beijos e bom final de semana. :)
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderEliminar
  6. Oi, Alice!
    Confesso que demorei a ler sua resenha porque babei naquele cara logo no começo do aesthetic hahahaha
    Menina, essa série está que tem uma vida no meu Kindle, mas nunca parei pra ler. Vou ver se tomo vergonha na cara e começo, depois dessa resenha maravilhosa.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Concorra a um exemplar autografado de O que eu tô fazendo da minha vida
    Sorteio de aniversário Balaio de Babados e O que tem na nossa estante. São quatro kits; um para cada ganhador

    ResponderEliminar
  7. Oi Alice!
    Eu ja vi varias resenhas sobre o livro, acho legal a premissa, mas sempre acabo deixando pendurado. Nao sei. Gosto dos elementos cliches, mas a ideia parece tao generica em alguns momentos.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com

    ResponderEliminar
  8. olá... já tinha ouvido falar da autora e das obras dela, mas nunca bateu vontade pra ler, justamente pela premissa ser 'mais do mesmo' usando esses recursos já tão batidos em livros do gênero e para esse nicho...
    não duvido que seja algo leve pra ler mas realmente ando saturada de leituras mais joviais...
    bjs...

    ResponderEliminar
  9. Oi, Alice! Tudo bom?
    ACHO que tenho esse livro no Kindle. Acho. Tenho bastante vontade de ler pelos vários elogios que escutei da narrativa da autora com o passar do tempo. E esse clichê de 'escolhida' é meu favorito em histórias do tipo, então acho que vou curtir bastante!
    Ótima resenha.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderEliminar
  10. Olá, tudo bem? Eu adooooro essas tramas bem teen e clichês, ótimas para ler em uma tarde de um sábado chuvoso, hahahaha. Já vi esse livro em algum lugar, mas não sabia sobre o que era a história. Adorei tua resenha e fiquei beem curiosa pra ler o livro!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderEliminar
  11. Oi Alice,

    Não consigo me desapegar desses livros teens e clichês, pois é tão gostosinho de se ler.
    Confesso que esse eu não conhecia, apesar da capa não chamar muito atenção a premissa chama e me fez ficar curiosa para ler.
    Bjs e um bom fim de semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderEliminar
  12. Oi Alice, nunca ouvi falar dessa trilogia. Soa como uma grande novidade para mim e a principio não me chamou atenção a premissa.
    As vezes curtos uns clichês e livros assim.. Mas esse não me animou, quem sabe em outra oportunidade.
    Beijos.

    www.alempaginas.com

    ResponderEliminar
  13. Oi, tudo bem? Eu acompanho o trabalho da Luene e já tive a oportunidade de fazer um primeira impressões dessa obra, mas acabei não lendo ela toda nem a série. Adorei sua resenha, acho que combinou muito com o que eu achei em 2016, quando a li pela primeira vez. Me fez ter vontade de terminar a leitura <3 Acho que as história da Luene são ótimas e, como eu amo um YA, com certeza é o meu tipo de livro <3

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderEliminar
  14. Alice
    fico feliz que tenha gostado
    também curto muito a autora <3
    A leitura é tão gostosa, né Alice?Senão me engano li esse e mais um da autora, as aventuras de Daniella? Não lembro o titulo
    as super recomendo <3

    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderEliminar
  15. Oi, Alice!

    Faz um tempo já que tenho interesse nessa obra, e tenho visto muitas resenhas positivas do livro, e a sua só comprovou que está mais do que na hora de eu conferir mais sobre a instituição. Adoro livros com essa pegada teen recheadas de mistério.

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  16. Oi Alice!
    Eu tbm gosto desse tipo de história! Apesar dos clichês, q bom q gostou!
    Adoro esses aesthetics q vc faz!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderEliminar
  17. Oi Alice, tudo bem?
    Que bom que curtiu a leitura!
    Infelizmente, a trama não me deixou curiosa. Acho que tem muitos clichês para os quais eu, particularmente, não tenho muita paciência. :(
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderEliminar
  18. Oi Alice, nunca tinha ouvido falar desse livro, mas a resenha me chamou atenção. Também o fato de que a forma como você falou me fez lembrar de HP, o que me deixou nostalgica e interessada nessa leitura, ainda mais porque a autora é nacional! Fico super empolgada quando a autora é uma pessoa do nosso meio, vou deixar lá na lista. Esse mês eu comprei livrinhos na Book Friday, então vou esperar o mes que vem para comprar esse hahaha

    Beijos da Yana,
    Marshmallow Com Café

    ResponderEliminar
  19. Oi Aline tudo bem? Não conhecia essa trilogia, mas já estou curiosa sobre o desenrolar da história, gosto desse tipo de enredo fantasia, aventura e drama, e vou te contar que esse ano minha meta é só li livros nacionais (fora os de parcerias com as editoras). Parabéns pela resenha, dica anotada, bjs!

    ResponderEliminar
  20. Olá,

    Confesso não despertou tanto meu interesse, porque parece mais do mesmo, mas quem sabe lá na frente quando quiser algo mais tranquilo e sem grandes desfechos, eu der uma chance a essa série.

    Beijos!

    ResponderEliminar
  21. Oi, Alice!
    Eu morro de curiosidade com os livros dessa série e adorei ver a tua resenha sobre esse primeiro volume. Eu acho a premissa muito interessante e acredito que possa ser uma boa leitura para mim. Sem falar que acho a capa linda!!!

    ResponderEliminar
  22. Olá, tudo bem Alice?

    Eu (Yvens) não conhecia o livro e a autora, mas de cara a premissa me interessou e fiquei curioso sobre essa série, ainda mais por tratar-se de literatura fantástica. Gostei da sua resenha, parabéns! Dica anotada, só não sei quando vou conseguir ler "Instituição para jovens".
    Abraço!

    ResponderEliminar
  23. Oii!

    Conheço faz um tempinho essa série, mas ainda não tive oportunidade de ler nenhum dos livros. :(
    Gostei bastante da trama, achei atrativa e bem meu tipo de leitura. Sua resenha me deixou com mais vontade de conferir esse primeiro volume.
    beijos

    ResponderEliminar
  24. Olá Alice, como vai? Primeiro, quero dizer que a sua resenha foi muito bem desenvolvida e consegui compreender com clareza, porque você gostou tanto dessa série literária e tenho certeza que todos os leitores que gostarem dos mesmos gêneros literários que o seu irão se identificar muito com ela. Mas, eu não gosto de séries que sejam "ambientadas naqueles remotos institutos/ internatos", porque nelas acontecem muitos dramas adolescentes que eu não tenho paciência para ler, por isso, faz um tempão que estou tentando concluir uma leitura mas, não consigo.
    Apesar de não me identificar com a história do livro, estarei anotando essa dica e passando para a minha irmã que é o verdadeiro oposto de mim (kkk), com certeza ela irá gostar.

    Beijos e Abraços Vivi
    Resenhas da Viviane

    ResponderEliminar
  25. Olá,
    Acho que esse livro me perdeu quando você descreveu a protagonista, porque né ela é uma dessas que encontramos em qualquer livro deste tipo, e que na verdade já me cansou um pouco. Gostei da descrição do lugar ser boa, porque isso ajuda bastante o leitor a se transportar para a história. Mesmo que pareça ser um bom livro para o gênero a história não me atraiu.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderEliminar
  26. adoro livros juvenis, ainda mais na vibe de fantasia, a capa desse não me agrada muito mas por sua resenha eu acredito que leria sim, me lembra um pouco da simplicidade do livro do acampamento pokemon, algo bem de boas pra distrair numa tarde <3

    ResponderEliminar