(Review 236) - To kill a Kingdom

em 10 de septiembre de 2018

Título original: To kill a Kingdom
Autor: Alexandra Christo
Editora: Océano Gran Travesia (Argentina) / Feiwel Friends (EUA)
Páginas: 416
Gênero: Fantasia / Retelling

Goodreads / Amazon / Skoob / Saraiva

To Kill a Kingdom"Ter um coração é ter poder. E se há algo que minha espécie mais cobiça, é o poder". Com uma coleção pessoal de dezessete corações de príncipes em suas mãos, Lira é uma sereia temida e venerada em todos os confins do reino submarino. Mas apenas um deslize faz com que sua mãe, a Rainha do Mar, transforme Lira no que ela mais detesta: um ser humano. Privada de seu canto, Lira terá apenas até o Solstício de Inverno para entregar o coração do príncipe Elian para a Rainha do Mar ou permanecerá como humana para sempre. Apesar de ser o herdeiro do reino mais poderoso da Terra, para o príncipe Elian o oceano é seu verdadeiro lar; e caçar sereais é a missão da sua vida. Quando ele resgata uma jovem ao ponto de morrer afogada, de imediato desconfia que ela é bem mais do que aparenta, mas ela promete ajudá-lo a encontrar a chave que pode destruir todas as sereias para sempre. Será que Elian poderá confiar em sua palavra? E até onde terá que ceder para poder erradicar o mais terrível inimigo de todos os homens? 

Resenha: 


To kill a Kingdom é uma novidade bem recente que alcançou notoriedade grande em pouco tempo. A ótima campanha de marketing por parte das editoras que publicaram a obra ao redor do mundo + as constantes resenhas positivas colocaram esse livro no topo, e a descrição oficial prometendo um retelling obscuro e viciante do clássico da Pequena Sereia só me deixavam ainda mais cheia de expectativa.

Talvez haja sido justamente por causa dessa grande expectativa que acabei de certa forma me decepcionando. Não é que To kill a Kingdom seja ruim. Ele é até que legal, tem uma ambientação fabulosa e eu gostei demais da protagonista sarcástica e kick-ass mas, com certeza, algo faltou pra que o livro figurasse entre meus queridinhos do ano. Pode ser que as expectativas altas demais frustraram a coisa toda, ou pode ser que simplesmente a narrativa de Alexandra Christo não tenha sido ideal pra mim, mas o fato é que o livro foi morno, às vezes até cansativo, e quando a coisa toda começa a engrenar (lá perto do final) já me sentia completamente apática. O final aliás, ah esse final, foi bom mas poderia ter sido tão melhor! Faltou outra vez aquele tiquinho de emoção que deixa a gente suspirar e sonhar depois de encerrada uma boa leitura. Enfim, To kill a Kingdom é bom em muitos aspectos, mas falha em tantos outros, quizá por se tratar do debut de sua autora, Alexandra Christo, ou pode até ser que a história, bem complexa, acaba carecendo em detalhes que poderiam imergir um pouco mais o leitor na trama e em seu universo. 

Lira é uma sereia temida. Ela é conhecida como A Perdição dos Principes, por conta da quantidade de herdeiros da realeza que já conseguiu tragar para as profundas águas do oceano. Com ela estão seus corações, que são arrancados de seus corpos humanos ainda vivos, e com os quais as sereias prolongam sua vida, beleza e magnetismo. Acontece que a Lira só está permitido roubar um coração por ano, na data de seu aniversário. E quando ela decide ajudar sua prima Khalia a ganhar um primeiro coração, Lira acaba não resistindo e termina ela mesma também matando um jovem principe para pegar o coração para si. A Rainha do Mar, indignada com a rebeldia e insolência de jovem sereia acaba decidindo castigá-la. Já que Lira se sente tão boa assim, deverá provar seu valor indo caçar um coração humano sem os seus encantos de sereia, e, o que é pior, que o faça em forma de uma humana comum. Assim Lira é lançada no mar como uma jovem qualquer, com pernas e emoções humanas, com um coração vivo batendo em seu peito e sua missão será conseguir um coração para a Rainha do Mar. Mas não um coração qualquer e sim o coração de Elian, o principe de Midas e mais famoso caçador de sereias já conhecido. 
Quando Elian encontra uma jovem sozinha se afogando no mar, ele fica desconfiado. Lira sugiu do nada, mas ela tem pernas e sabe falar o idioma local. Lira alega que foi abandonada e que sua familia de caçadores foi assassinada. A jovem convence Elian a aceitá-la como parte da tripulação alegando conhecer segredos sobre as sereias e mais que isso, a oportunidade de ajudar a destruí-las de uma vez por todas. 
Assim, Lira e Elian partem em uma missão onde alianças são feitas e quebradas e a confiança é sempre frágil. Lira sabe que ao final da jornada, deverá traí-lo. Mas, quando ela começa a se sentir cada vez mais humana, ela terá dúvidas em se ao trair Elian estará realmente apenas traindo ao principe ou talvez traindo até mesmo as suas próprias verdades, que aos poucos passou a descobrir.

A sinopse é bem legal, e o livro prometia um retelling com ares meio dark, meio obscuro. Publicidade apenas. Não senti nada de obscuro ou dark na história (talvez o fato de Lira arrancar corações com as próprias mãos?). 
Na verdade, se sou bem sincera, o livro demora bastante em adquirir um ritmo legal. Durante grande parte da leitura eram apenas os personagens interagindo e nada mais. Elian forjando alianças esquisitas em busca de informações nada confiáveis. Lira tentando ganhar a confiança da tripulação. E então os dois se aproximando, adquirindo maior confiança entre si. Lira vê em Elian detalhes que ninguém conhece e ele também sabe que há segredos profundos que ela oculta e de uma maneira meio imprudente decide confiar na garota como se não houvesse amanhã. 
Enfim, eu acho que na parte de construção das relações, seja de Lira - Elian seja de Lira com o resto da tripulação, a autora foi bem detalhista e cuidadosa. A maneira como a lealdade aflora em cada personagem é coerente, realista, detalhes bem planejados pela autora. Mas infelizmente o ritmo pausado depõe contra em grande parte da história. 

Eu esperava por muito mais ação, por maiores reviravoltas e por um livro bem mais cheio de batalhas e traições, algo que me deixasse roendo as unhas. Encontrei com uma trama leve até, que apesar de apresentar uma ou outra surpresa, em grande parte pra mim foi morna, sem aquele brilho necessário pra me amarrar na história. 

Os personagens até que foram bons. Lira é destemida, astuta e ardilosa, eu gostei dela do início ao fim e mesmo quando descobre que está apaixonada, não deixa o amor se antepor à suas missões, ela não se torna uma chata de galocha ou uma romântica de plantão e eu achei legal que o personagem mantivesse sua essência vibrante apesar das constantes mudanças de caráter que sofre ao longo da história.
Elian é cheio de truques, é o principe com ares de pirata que pensa que sabe tudo. Ele até é carismático, mas me lembrou demais outros personagens que eu amo, como o Nikolai de Grisha, o Kaz Brekker de Six of Crows e até mesmo o Gancho de Once upon a time. Elian é uma junção desses três e embora tenha tido muitos momentos de ouro ( e suas interações com a tripulação e com Lira foram bem geniais) senti falta de algo novo nele, algo original que me pegasse de surpresa e me fizesse dizer: opa, não esperava por isso! Enfim, por mais que eu amo o estilão do personagem, é o tipo de personalidade que já se tornou corriqueiro em livros do gênero então faltou aquele toque pessoal que fizesse de Elian aquele personagem único, insubstituível, como acontece por exemplo com Kaz ou Nikolai. 

Os secundários também são bons, mas foram mal aproveitados. Lira tem uma prima sereia que tinha um super potencial na história, mas só apareceu na verdade em ocasiões contadas nos dedos e isso me deu muita pena porque era uma personagem que poderia ter agregado um toque interessante à trama. O mesmo digo com relação à nefasta Rainha do Mar e até mesmo os membros da tripulação de Elian que, embora saibamos seus nomes, terminei pouco familiarizada com eles. 

A verdade é que mesmo com os pontos bons, a história me deixou indiferente, e eu sentia que o que quer que acontecesse aos personagens não me importava nem um pouco. Não rolou aquela conexão legal, aquele apego que me deixasse sentimental com relação aos seus destinos finais. Foi aquela coisa fria de apenas ler a história, curtir alguns momentos e já está. Não me empolgou. 

Esse foi o primeiro retelling que li da Pequena Sereia e embora tenha achado a premissa toda maravilhosa e original, e a ambientação seja muito especial, não foi o melhor livro de todos. Acho que o hype ao redor da obra faz ela parecer muito mais do que é, porém, como sempre digo, vale a pena dar uma oportunidade sempre pois enquanto para mim a obra não conquistou, sei que para muitos foi uma leitura fabulosa, então, é de leitor pra leitor e depende demais de gostos, estilos e momentos. Portanto, se To kill a Kingdom tem toda a pinta de que vai te fazer perder o sono, arrisque-se e conheça a história. Como disse, há vários pontos positivos que podem surpreender muitos leitores.

" Nos abismos de nossa alma - se me divirto com a idéia de que tenho uma -, Elian e eu não somos tão diferentes. Dois reinos que trazem responsabilidades que a ambos nos dói suportar. Ele, com as algemas que o obrigam a ficar cravado em terra firme, vivendo aquela vida. Eu, presa nos confins do legado assassino da minha mãe. E o oceano, nos chamando a ambos sempre, em uma canção de liberdade e saudade "

Alexandra Christo decidiu que irira escrever um livro quando era ainda bem pequena e sua professora na escola disse que ela não poderia ser uma fada. Ela se graduou em Escrita Criativa e trabalhou em Londres, em uma editora, experiência que a fazia se sentir mais madura do que ela realmente se sentia que era. Quando não está escrevendo histórias, ela está comprando compulsivamente almofadas ou buscando comida nos restaurantes da cidade. Alexandra vive atualmente em Hertfordshire ao redor de uma abundância de casctos (porque é o unico tipo de planta que ela consegue realmente cuidar).



Web Page Oficial: https://alexandrachristo.com/



Nos lemos,

Alice

37 comentarios:

  1. Oi Alice ♥
    Vou confessar uma coisa: um dos meus preconceitos literários são livros sobre sereias, não me pergunte o porquê, rsrs. Então esse eu passo.
    Pena q n foi tão bom qnt vc esperava!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Oi Alice! Que indecisão eu estou agora! Realmente, a premissa é maravilhosa! Tá aí uma história em que ninguém tinha pensado em reescrever, e gostei dessa parte em que prometia ser mais dark, com uma pegada mais pesada, e .. Nada! Sua resenha foi uma baldão de água fria, hahahahah! Queria, como você encontrar uma história que prendesse, e deixasse a respiração presa, mas parece que foi muita propaganda né.. Enfim, agradeço pela indicação, se der a gente lê sem expectativa mesmo. Tem vez que a gente vai quente numa trama e não tem nada daquilo tudo que a gente achava que teria.. Mas obrigada pela opinião!

    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderEliminar
  3. Ruim quando nos decepcionamos com leituras.. a história tem uma premissa muito interessante..

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderEliminar
  4. Oi, Alice!
    Preciso dizer que não sou fã das princesas da Disney e não gosto muito das releituras que são feitas em cima de suas histórias. Talvez pro não me identificar com elas (desde bem pequena), mas o negócio é que não desce pra mim. Por isso, ver sua nota e suas ressalvas, só me fez ter certeza de que nem vou tentar ler hahaha
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderEliminar
  5. Uma pena você não ter gostado tanto da história, a sinopse é bem forte, fiquei curioso sobre essa parte da sereia possuir corações de príncipes. A premissa e ótima e daria uma história bem empolgante. Mas darei uma chance, quem sabe goste.
    Abraços! 😊

    ResponderEliminar
  6. Gostei da sua postagem, sempre estou visitando seu blog e lendo suas postagens.. Seu blog está salvo em meus favoritos..

    Parabéns!

    Amo seu blog ❤️..

    Meu Blog: Tamires

    ResponderEliminar
  7. Oi, flor! Tudo bom?
    Ahhh que pena tu não ter curtido a história D: eu vi altos elogios a esse livro em contraponto a outro sobre sereias mais dark que foi lançado mais ou menos na mesma época, então tava com expectativas altas pra ele. Ainda vou ler, mas vou me segurar quanto às expectativas.
    Uma coisa que me deixou animada, tho, é o Elian. Tu me fala que é uma junção de Nikolai, Kaz e Hook EU TÔ CRUSHADA E NEM CONHEÇO :P
    Minha maior fraqueza é personagem sarcástico desse tipo, amo mais que lasanha.

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderEliminar
  8. Oi Alice,
    Pela foto a autora parece ser bem nova :O
    Já tinha visto umas pessoas comentando sobre o livro pelo Twitter, mas não tinha parado pra ler mais. Uma pena essas falhas, mas acho que o fato de ser um outro olhar em cima da fábula deixa a gente curioso!

    até mais,
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderEliminar
  9. Vish.. Estava como você cheia de expectativas. Eu ainda não conferi e agora fiquei com o pé atrás. Vi tantas pessoas falando tão bem que eu estava mega empolgada.. Acho que a expectativa que criamos é justamente o grande problema em alguns casos, por causa do marketing que todos ao redor fazem.. Estou contigo nessa.

    Ainda estou curiosa.. Mas vou com menos sede ao pote.. como dizem.

    beijos e obrigada pela opinião sincera.

    www.alempaginas.com

    ResponderEliminar
  10. Oi Alice! Sempre tenho receio de ler os livros muito falados, pois minha expectativas ficam lá em cima e nunca são atendidas. Os livros que chegam mas discretamente são mais seguros. Pena este não ter sido uma grande leitura. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderEliminar
  11. Oi Alice!
    Uma pena que o hype não tenha sido atingido. É horrivel quando a gente espera que seja bom e não chega lá. Eu fiquei interessado, nem vou mentir. Mesmo com os pontos negativos, é o tipo de leitura que me interessa, principalmente pelo fato de que assi como você nunca li nada desse tipo da Pequena Sereia. Seria bem novo pra mim. Quem sabe se a obra sair aqui eu não de uma chance. A ideia é realmente boa!

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com

    ResponderEliminar
  12. OI, Alice!
    Eu ainda não li nada sobre sereias mas eu tenho uma curiosidade enorme, eu acho que é um ótimo tipo de enredo pra ser trabalho. Expectativas são uma merda, praticamente estragam a experiência e é uma pena que o livro não tenha conseguido alcançá-las, fiquei até desanimada.
    Beijo
    http://www.suddenlythings.com

    ResponderEliminar
  13. Eu ia perguntar se a parte Dark está no fato dela arrancar corações, porque até então pela sua resenha (que está super bem feita) não senti nada obscuro. De fato eu li a sinopse pensando na personagem Ariel (que é uma das minhas favoritas dos clássicos) e apesar de achar a premissa legal, a sinopse atraente, acredito que eu me decepcionaria nos mesmos pontos que vc. APESAR de já inaginar como é o final, fiquei curiosa para saber o que aconteceu hauhiahauhiahauihiuahiuahiaha

    Sai da Minha Lente

    ResponderEliminar
  14. Olá Alice!
    O livro tem uma proposta interessante, hein?
    Eu fiquei bem animada quando li a sinopse e senti até desejo de ler o livro, mas aí fui lendo suas impressões e percebi que esse livro promete mais do que cumpre, o que é uma pena.
    Acho que esse não é o livro que preciso no momento, mesmo tendo uma ambientação legal.
    Vou passar a dica, mas espero que outras pessoas tenham a oportunidade de ler e curtam o livro.
    Beijos

    ResponderEliminar
  15. Olá
    Sinto muitissimo que a leitura não tenha te agradado, eu sempre fiquei de olhos atentos a essa leitura e tenho muita vontade de conferir, todos os livros que envolvem sereias me chamam atenção. Será que vou me decepcionar também? alguns pontos como o que você ressaltou me deixou preocupada.
    Só lendo para saber..
    Beijos

    ResponderEliminar
  16. olá... poxa, uma pena que no final das contas a leitura nao tenha sido cem por cento satisfatória.
    nunca tinha ouvido falar da autora, nem dessa obra... como não curto muito essas adaptações e releituras, prefiro passar a dica dessa vez... ainda mais pelos pontos falhos apresentados no texto...

    bjs...

    ResponderEliminar
  17. Olá, Alice.
    Eu já li vários livros de sereia, mas confesso que não achei nenhum que eu gostasse de verdade. São bons, mas sempre falta algo. Mas acho que vou querer ler esse se lançarem por aqui, mesmo com os pontos negativos que você abordou. O enredo é bem bacana e quem sabe me conquista hehe.

    Prefácio

    ResponderEliminar
  18. Oi Alice, tudo bem?

    A premissa do livro realmente promete muito e enquanto lia a história, criava muitas expectativas. Acho que eu acabaria no fim tendo a mesma opinião que você, e me decepcionando com este enredo. Propor muita ação e apresentando algo morno, é bem decepcionante mesmo. Sua resenha deixou claro todos os pontos positivos e o que te fez desagradar da obra. Espero ler no futuro e construir minhas próprias opiniões, adorei sua resenha!

    Beijos!

    ResponderEliminar
  19. Olá Alice,

    Não conhecia esse livro e nem a autora, parece interessante mas sua resenha e ressalvas me deixaram com um pé atrás....bjs.


    http://devoradordeletras.blogspot.com

    ResponderEliminar
  20. gosto de resenhas sinceras!
    que bom que vc deixou isso bem claro, quanto ao ritmo do livro e sobre ele não ser beeem dark
    eu ja tinha visto algumas pessoas falarem dele, até comecei ler depois de algumas indicações, mas não conssegui continuar
    a capa é linda, mas realmente não me cativou

    ResponderEliminar
  21. Oi, Alice!
    Poxa, que pena que o livro não foi aquilo que você esperava que fosse. É tão chato quando a gente vai com tudo na história e ela parece não desenrolar neh?!
    Às vezes, dá aquela impressão que a autora tomou cuidado com certas partes do livro, como nas relações de Lira e Elian e a tripulação, que depois não deu tempo de terminar o livro e ela teve que correr.
    Que pena mesmo que a história foi só mais uma entre tantas outras. Quando comecei a ler sua resenha, fiquei bem empolgada com a sinopse, mas agora não sei se estou tanto. Claro que leria por ser um retelling, mas já iria com cautela pra não ficar cheia de decepções (pq sou dessas).
    Beijos!

    ResponderEliminar
  22. Olá, tudo bem? Sobre sereias, até agora, só tive a oportunidade de ler um conto, e até que curti a leitura. Não sabia deste livro ainda, mas a sinopse me deixou bastante curiosa a respeito. É uma pena que a leitura não tenha sido grande coisa pra ti, é bem decepcionante quando esperamos mais do que a obra tem a oferecer. Adorei a resenha!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderEliminar
  23. Olá, Alice! Tudo bem? Eu nunca realizei a leitura de nenhuma livros obre sereia, tenho um conto sobre elas no meu kindle e, ainda não tive a oportunidade de lê-lo mas, se for um filme eu não perco a oportunidade de assistir, gosto da maneira como alguns filmes representam esses seres aquáticos.

    Eu não sabia da existência desse livro e a sinopse não chamou muito a minha atenção, acho muito bizarro um personagem colecionar corações de seres humanos e apesar de você dizer que o livro não é Dark como promete a sinopse, eu senti um pouco de repulsa pela história. Uma pena que a leitura não te agradou, espero que as próximas leituras sejam melhores.

    Beijos e Abraços Vivi
    Resenhas da Viviane

    ResponderEliminar
  24. É muito ruim quando a gente lê uma história com altas expectativas e acaba se sentindo indiferente, né? Eu gosto da ideia do livro, mas realmente, tem que ser bem trabalhado para funcionar.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderEliminar
  25. Olá!
    Eu vi esse lançamento no Goodreads e nem preciso dizer que já está na minha lista de desejados, apesar de que tenho lido bem pouco livros de fantasia, e com as leituras diárias de outros livros, tenho lido em inglês bem menos. Concordo que esse livro está sendo bem recomendado, mas é uma pena que não tenha superado as suas expectativas e a narrativa seja morna. Não sei se ele será publicado no Brasil, mas se for vou querer ler sem dúvidas.
    Bjs.

    ResponderEliminar
  26. Oi Alice!
    Fantasia, definitivamente, não é a minha praia, mas sempre que tem sereias já fico mais interessada. Hahaha Confesso que, pela sinopse, estava esperando um enredo mais diferentão e meio dark, mas comecei a ler sua opinião e fui murchando um pouco. Tão ruim quando o marketing vende o livro de uma forma e quando lemos ele se mostra diferente.
    De uma forma geral me interessei pela leitura. Acho que você mostrou bem os pontos negativos e os positivos e me deixou curiosa. Espero que seja lançado por aqui.
    Beijos

    ResponderEliminar
  27. Olá, tudo bem?
    Sou tradutora da area de releitura d clássicos e confesso que temas assim me atraem. Nunca li esse livro mas me vi curiosa e ao mesmo tempo receosa com essa releitura. Não sei se é o caso, mas esse livro me pareceu meio... Dark. De qualquer forma é uma leitura que pretendo fazer, pois como disse antes releitura é minha praia e não posso deixar de conferir essa historia. Pena que você não curtiu tanto assim, historia boa é aquela que nos surpreende não é? Obrigada pela dica e resenha. Assim que ler volto aqui para te dar um retorno. Beijos

    ResponderEliminar
  28. Olá, tudo bem?

    Eu gosto muito de livros que lembram a história dos clássicos. Me empolguei com a sinopse e tudo mais. Achei a sua resenha, está muito boa e sincera. Confesso que conforme eu lia, eu me desmotivava ainda mais em ler a obra. Não consigo ler livros com pegada mais lenta. Uma pena não ter desenvolvido tanto...pelo que parece, a história tinha tudo para ser incrível... Mas...

    Beijos

    ResponderEliminar
  29. É uma pena que o livro não tenha lhe encantado, é chato mesmo quando isso acontece, mas eu confesso que eu não me interesso muito para ler tal livro, uma porque não aguento mais ler fantasia rs.
    Outro porque sereias, isso é extremamente entediante para mim, mas é claro isso é minha opinião. De qualquer forma eu gostei muito de saber sua opinião sincera sobre a história.

    Beijos

    ResponderEliminar
  30. Olá,

    Os pontos positivos nesse livro são bastante atraentes, no entanto não sou fã de leituras mais lentas, gosto de que tenha algo acontecendo que dê dinamismo ao enredo, pelo visto não é o caso dessa história. Todavia, por ser uma releitura, gostaria de conferir, quem sabe não acabe tendo uma opinião diferente da sua.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  31. Olá, tudo bem? Ah esses hypes da vida. Não conhecia o livro confesso, mas acredito que tenha tido um marketing enorme. Realmente a sinopse é bem interessante, mas fiquei com o pé atrás após todas as ressalvas que você fez. Me estresso muito com a publicidade que fala que traz algo e no final não encontra. Enfim, não sei se leria algo para mim mesmo. Ótima resenha e sincera!
    Beijos,
    http://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  32. Eu ainda não conhecia o livro e pela capa e sinopse eu já fiquei curiosa com ele, mas lendo a sua resenha eu vi que não é bem o que eu estava esperando, embora isso não tenha feito a minha curiosidade diminuir. Eu acredito que seria uma boa experiência de leitura para mim, já dá para ver mais ou menos o que esperar e isso é bom para não começar a ler pensando numa coisa que não é. O ruim é quando a gente fica enganada com a publicidade em torno de um livro e acaba não tendo uma boa leitura.

    ResponderEliminar
  33. Olá! Nunca tinha ouvido falar desse livro, então essa "coisa" toda em cima dele, eu realmente não tenho. Mas amo demais releituras de contos das "princesas" e, apesar de ter dito algumas coisas que lhe incomodaram, ele me chamou bastante atenção. Espero que, caso eu consiga ler, venha a ser uma leitura melhor pra mim. Adorei a sua resenha e sinceridade nela.
    Abraços

    ResponderEliminar
  34. Oi, tudo bem?
    Eu já tinha ouvido falar sobre esse livro e me encantado pela capa, porém, nem tinha prestado muita atenção sobre o que se tratava. Achei o enredo muito legal e gostei de saber que o universo é tão interessante. Parece ser o tipo de livro que me agradaria muito. Uma pena que, apesar dos pontos positivos, a leitura tenha sido apenas mornas e você não gostou tanto quanto esperava. Talvez o fato de você ter expectativas tão altas tenha prejudicado mesmo.
    De qualquer forma, adorei sua resenha e vou anotar o livro aqui para ler futuramente.
    Beijos!

    ResponderEliminar
  35. Olá,
    Realmente é um problema quando a gente não se importa com os personagens do livro, creio que perde toda a graça e vontade de ler. Livros enrolados também são bem ruins de se acompanhar. Uma pena mesmo, porque como você disse pela sinopse parece um ótimo livro.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderEliminar
  36. Amei a sua resenha e fiquei um tanto triste de o livro não ter encantado você. Entendo que às vezes criamos muita expectativa em decorrência da divulgação e acabamos por nos frustrar, mas acontece. Achei legal o cuidado da autora na construção dos personagens. Seguirei seu conselho e vou me arriscar e me aventurar na trama.

    Bjo
    Tânia Bueno

    ResponderEliminar
  37. Mulher, que resenha é essa? Bem escrita, com ótimos argumentos e bem completa. Me apaixonei pela capa do livro em inglês (aquela do lado da sinopse) e também gostei muito da premissa do livro. Uma pena o livro não ter superado, ou mesmo alcançado, suas expectativas, porém, apesar das suas ressalvas fiquei com vontade de ler. O enredo me parece bem diferente do que tenho visto...

    ResponderEliminar