(Review 250) - Corte de Espinhos e Rosas (A Court of Thorns and Roses, #1)

em 12 de noviembre de 2018

Título original: A Court of Thorns and Roses 
Autor: Sarah J Maas
Editora: Galera Record (Brasil) / Bloomsbury USA Children (USA) / Planeta (Espanha)
Páginas: 434
Gênero: Fantasia
Saga: A Court of Thorns and Roses
1. Corte de Espinhos e Rosas (A Court of Thorns and Roses) 
2. Corte de Névoa e Furia (A Court of Mist and Fury)
3. Corte de Asas e Ruína (A Court of Wings and Ruin)
-. Corte de Gelo e Estrelas (A Court of Frost and Starlight) --- Novella
4. Sem Título
5. Sem Título
6. Sem Título
Valoração: 
Goodreads / Amazon / Skoob / Saraiva

Ela roubou uma vida. Agora deve pagar com o coração. Nesse misto de A Bela e a Fera com Game of Thrones, Sarah J. Maas cria um universo repleto de ação, intrigas e romance. Depois de anos sendo escravizados pelas fadas, os humanos conseguiram se libertar e coexistem com os seres místicos. Cerca de cinco séculos após a guerra que definiu o futuro das espécies, Feyre, filha de um casal de mercadores, é forçada a se tornar uma caçadora para ajudar a família. Após matar uma fada zoomórfica transformada em lobo, uma criatura bestial surge exigindo reparação. Arrastada para uma terra mágica e traiçoeira - que ela só conhecia através de lendas -, a jovem descobre que seu captor não é um animal, mas Tamlin, senhor da Corte Feérica da Primavera. À medida que ela descobre mais sobre este mundo onde a magia impera, seus sentimentos por Tamlin passam da mais pura hostilidade até uma paixão avassaladora. Enquanto isso, uma sinistra e antiga sombra avança sobre o mundo das fadas e Feyre deve provar seu amor para detê-la... ou Tamlin e seu povo estarão condenados. 

 Resenha:  

Já tinha Corte de Espinhos e Rosas esperando na estante há alguns meses e morria de curiosidade em saber se o hype ao redor da trilogia era exagerado ou real. Sarah J. Maas se tornou, sem dúvida alguma, uma das autoras mais queridas e veneradas por leitores de fantasia e eu, uma fã do gênero, ainda não tinha me entregado à narrativa cheia de originalidade de J. Maas.

Posso dizer que Corte de Espinhos e Rosas, conhecida carinhosamente como ACOTAR, é um princípio de trilogia apaixonante e arrebatador, apresentando um universo bem elaborado, cheio de magia e requinte, e personagens bem estruturados, carismáticos e envolventes. No entanto, analisando friamente essa primeira parte, confesso que a história demorou em me pegar totalmente. O começo é bem legal, porém na metade tudo se torna mais morno, focando essencialmente no envolvimento da protagonista com seu herói, o mocinho da vez, Tamlin. Apesar de ser uma relação agradável, com muita química e que acontece de maneira crível, estranhei a falta de ação e reviravoltas durante boa parte do livro, esperava por muito mais adrenalina. É verdade que seus capítulos finais são enlouquecedores, viciantes e impactantes mas... cerca de 75% da leitura se caracterizou maiormente pela história pausada, onde as descobertas de Feyre, a protagonista, se resumiam em o que será que Tamlin foi fazer hoje quando saiu de casa...  Mesmo assim, um clima constante de mistério paira no ar, e o leitor nunca sabe se deve confiar plenamente nos féericos da Corte Primaveril. Sabemos que há um grande perigo à espreita, então sentimos com Feyre essa tensão em estar à cegas. Isso prende e consegue manter o foco do leitor na história mesmo quando as coisas se tornam mornas. 

Em termos de ambientação, J Maas criou um universo fascinante. Eu amei Prythian! É um território habitado por féericos dividido em poderosas cortes, cada uma comandada por um Grão-Féerico. As descrições da autora são na medida exata, com uma sutileza que permite ao leitor visualizar tudo aquilo sem se sentir cansado ou confuso. Esse toque de A Bela e a Fera que caracteriza a primeira parte da história é bem nítido até o final, e gostei como apesar de a autora se manter de certa forma fiel ao clássico em sua essência, também inseriu toques pessoais seus, permitiu que a história seguisse seu próprio rumo e se transformasse em uma surpresa. 

Os personagens são maravilhosos. Há um rol de secundários que conseguem ganhar de certa forma o carinho do leitor, como Alis ou Lucien e até mesmo a irmã mesquinha de Feyre, Nestha. E há os protagonistas de maior destaque, como Feyre, Tamlin e mais adiante Rhysand que, aos poucos, ganham o leitor. Feyre e Tamlin possuem muita química, e o mais incrível é que Feyre e Rhysand também carregam uma faísca fortíssima, então o leitor se sente de certa forma dividido, torcendo e querendo saber mais de todos eles. 
Eu gostei bastante de Feyre, a narradora e protagonista da história. Ela é madura, incrédula mas ao mesmo alguém fácil de suportar, não tem ataques de superioridade e nem se considera uma grande mártir, ao contrário, ela apenas tenta se adequar e entender a realidade na qual se vê forçada à viver. Apesar de ser a única humana em torno dos féericos, Feyre mantém a cabeça erguida, é astuta e não baixa a guarda facilmente. Essas características me fizeram gostar muito dela.
Tamlin e Rhysand como disse são encantadores. Cada um possuí seu leque de defeitos e virtudes que os torna de certa forma muito carismáticos. Rhysand é o bad boy, um mistério ambulante com atitudes inesperadas. Tamlin é pragmático, sério, protetor. Eu adorei as interações de Tamlin com seu melhor amigo Lucien, a lealdade extrema que os guia e une. 
Todos possuem um passado, uma história que aos poucos o leitor vai descobrindo e achei fabuloso como a autora sabe contar de uma maneira que faça o leitor enxergar esses personagens com admiração, apego e orgulho, ainda que em seus momentos de maior debilidade.

O grande vilão dessa primeira parte, apesar de ser maléfica e detestável não conseguiu me surpreender até o ponto de se tornar um dos melhores vilões que já li. Na verdade, achei o vilão um pouco fraco até. É verdade que a maneira como o vilão se revela, seus desafios e enigmas são interessantes, porém, não senti nada inovador em sua personalidade, nada que a tornasse inesquecível. 

Não pretendo nem me extender falando sobre a trama. Acho que muita gente já conhece Corte de Espinhos e Rosas e para os que não leram ainda, a sinopse está muito bem detalhada, contando ponto a ponto o principal da história, assim, acho que querer falar mais que isso poderia atrapalhar o futuro leitor da saga, que talvez termine sabendo demais, quando o maior prazer aqui é ler sem saber muito e se deixar conduzir pelos giros da trama. 
Apenas deixo a recomendação de que LEIAM essa linda primeira parte de trilogia, vale a pena e, apesar de suas mais de 400 páginas, é o tipo de história gostosa, que lemos e aos poucos terminamos encantados pela forma de escrever da autora, a originalidade do universo criado e as muitas desventuras da protagonista que, se vê diante de situações que exigirão dela uma boa dose de coragem e firmeza. 
Enfim, foi uma leitura deliciosa, que deixa um gostinho de quero mais. E ainda bem que já tenho em mãos a segunda parte, Corte de Névoa e Fúria, pois já estou curiosa em saber como seguirá a história de Feyre e quais serão os perigos que ainda rondam a sedutora Prythian.

"Agradeça por seu coração humano, Feyre. Tenha piedade daqueles que não sentem nada."

Sarah J. Maas nasceu em 5 de Março de 1986 em Nova York. Se graduou em 2008 em Escrita Criativa pela Universidade de Hamilton e atualmente vive na Pennsylvania, com seu marido e seu cachorrinho. Com o passar dos anos, desenvolveu uma fascinaçao por filmes da Disney e músicas pop ruins. Além disso, admite que adoro os contos de fada, bebe chá em excesso e vê televisão demais.
Está na lista dos autores bestsellers do The New York Times graças à série Trono de Vidro, e também logo após ao sucesso de sua, por enquanto, trilogia, Corte de Espinhos e Rosas, cujjo primeiro livro está baseado no clássico de A Bela e a Fera e a segunda parte se inspira na história de Hades e Perséfone.

Web Page Oficial: http://sarahjmaas.com/

Twitter: Sarah J. Maas



Até a próxima, 



Ivy

29 comentarios:

  1. Oi, Ivy! Tudo bem?

    Eu sou uma das pessoas que ainda não se rendeu a este livro, a sua trilogia. Fico feliz por você ter gostado, mas de verdade, o que não me anima é porque em livros de fantasia, eu nunca gosto do romance e saber que o livro é lento em uma parte, foca demais nesse romance e tem um triângulo amoroso, me incomoda muito. Mesmo que eu goste de toda a fantasia, provavelmente não iria gostar do romance. Por isso, por enquanto, vou continuar sem lê-lo. Mas talvez um dia, não é?

    Beijos,
    Blog Magia é Sonhar
    Canal Magia é Sonhar

    ResponderEliminar
  2. Oi Ivy.
    Foram resenhas como a sua que foram despertando minha curiosidade e vontade de ler a série. Estou com a trilogia aqui em casa só aguardando eu conseguir tirar umas férias para me jogar na leitura.
    Ótima resenha.
    Bjus
    www.docesletras.com.br

    ResponderEliminar
  3. Oie
    Eu amei este livro, meu preferido até agora. Falta eu ler o terceiro. Adoro a escrita da autora.

    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/2018/11/conheci-pah-do-livros-fuxicos.html?m=1

    ResponderEliminar
  4. Todo mundo lendo esses livros e eu sobrando. Quero uma promoção pra comprar todos e me aventurar nessa leitura!

    Beijos
    Próxima Primavera

    ResponderEliminar
  5. Eu já li essa história e adorei. Que bom saber que você gostou também!!

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderEliminar
  6. Oi Ivy.
    Corte de Espinhos e Rosas foi meu melhor livro do ano de 2018!
    Rhysand❤
    Eu acho desnecessário as 400 páginas, mas vale a pena. Nem me lembra da vilã, ela é uma vaca!

    Obrigada pela visita lá no blog!

    Lídia
    www.depoisdaleitura.com.br

    ResponderEliminar
  7. Oi Ivy!
    Eu ainda não li esse livro, nem nada ds autora, mas tbm pretendo tirar a prova dos elogios do povo, rs
    Qnd os primeiros volumes de fantasia são meio paradora é chato... 😪
    Bjs
    https://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderEliminar
  8. Oi, Ivy!

    Olha, vou falar que os elogios nas resenhas me deixam mais curiosa do que a própria sinopse em si do livro hahaha com tantas críticas positivas eu to doida pra conferir a história. Já li o comecinho e achei ótimo. Não sei dizer se é uma pena ser mais parado porque curto obras assim sem tanta ação, mas talvez isso varie de caso pra caso né. Vamos ver. Adorei a sua resenha!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  9. Oi Ivy! Eu ao esta série e se você gostou deste livro, se prepara que nos próximos a história fica ainda melhor. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderEliminar
  10. Olá
    Já me falaram dessa trilogia positivamente, mas ainda não li, em breve vou colocar na minha lista de compras ;) Gostei da sua resenha
    Beijinhos
    Renata
    Escuta Essa

    ResponderEliminar
  11. Oi Ivy, faz tempo que não leio fantasia, mas é impressionante como todo mundo que lê essa trilogia gosta!! Que bom que pra vc tb não foi diferente!

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderEliminar
  12. Ahh Ivy, eu estou namorando esse box já faz um tempo.
    Ainda não comprei porque estou com muitos livros parados para ler, mas pretendo pesquisar preços nessa Black Friday. De todas as pessoas que falaram dessa história, todas recomendam. E ler sua resenha só me deixou mais curiosa e empolgada <3 amo fantasia e já sinto que vou adorar os elementos dessa história.

    Sai da Minha Lente

    ResponderEliminar
  13. Oi Ivy,
    Sempre leio vários elogios sobre essa série, mas como o gênero não é um dos meus favoritos, talvez fique mais para o futuro.
    As capas são muito bonitas.

    até mais,
    Nana - Canto Cultzíneo

    ResponderEliminar
  14. Oi, Ivy
    Eu sou a única que não sentiu todas essas sensações que a maioria dos leitores sentiram ao ler esse primeiro livro. Não me senti arrebatada, na verdade achei que esse volume foi muito abaixo do esperado, fato que me levou ainda não ler o resto da trilogia, mas espero mudar de opinião.
    Beijo

    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderEliminar
  15. Morro de vontade de ler essa série porque todo mundo que começa, termina o mais rápido possível e ama bastante, né? Acho uma coisa surreal demais. Apesar de nao ser muito ligada em fantasia, essa parece ter uma narrativa incrível.

    ResponderEliminar
  16. Olá, tudo bem? Eu não sou muito fã de livros de fantasia, mas essa triologia é uma que tenho bastante curiosidade de ler. Adorei tua resenha e minha vontade de ler só aumentou!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderEliminar
  17. Oi, Ivy

    Também fico me perguntando se a hype é real, sabia? Mas se você, que se perguntava a mesma coisa, curtiu, isso já me deixa animada. Tenho o box e só não li ainda por receio de quebrar a cada, sabe? Acho que nos próximos volumes a ação dá as caras, pelo menos pelo que eu lembro das resenhas acho que começa a acontecer mais coisas. Vou tentar ler ainda esse ano, torça por mim!

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderEliminar
  18. Olá, tenho o ebook desse primeiro livro e ainda não li, realmente a série é muito comentada pelos leitores. Já me prepararei para esse começo mais monótono quando for ler, e para esses capítulos finais em ritmo alucinante. Que bom saber que a ambientação ficou bacana.

    ResponderEliminar
  19. Oi Ivy,

    Amo essa série, e se você gostou se prepara que o próximo livro é o melhor de todos!
    A construção da história no primeiro livro só foi o inicio.
    Deu até vontade de reler ♥
    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderEliminar
  20. Oi Ivy!
    Eu era apaixonada por esse tipo de história quando era mais nova mas ultimamente não tenho me interessado tanto por elas. De qualquer forma, de tanto elogiarem essa série, fico curiosa sobre ela e sua resenha só aumentou essa curiosidade! Parece ser um prato cheio para os fãs desse tipo de fantasia!
    Beijos!

    Mais Uma Página

    ResponderEliminar
  21. Oi Ivy, tudo bem?
    As capas dessa trilogia são lindas, já me chamam a atenção.
    E até agora só li elogios a ela. Preciso incluir na wishlist de livros!
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderEliminar
  22. Olá Ivy, como vai? Eu sou uma das leitoras que ainda não se rendeu a esse livro, nem aos outros livros da autora! O meu maior problema com os livros são os grandes spoilers que encontrei lendo algumas resenhas, com isso acabei não gostando dos rumos da história.

    Gosto de fantasia? sim, mas os livros estão muito hypados e lembro de todos os spoilers com muita nitidez, tenho certeza que não irei aproveitar nada da história se pegasse os livros para ler agora, por isso, vou esperar alguns anos e tentar lê-los.

    Beijos e Abraços Vivi
    Resenhas da Viviane

    ResponderEliminar
  23. Oi Ivy! Tudo bem?
    Eu tõ lendo Corte de Asas e Ruínas e tô adorando essa série!
    Obrigada por comentar lá no blog.
    Volte sempre!

    ~ miiistoquente

    ResponderEliminar
  24. Olá,
    Eu li esse livro e fiquei apaixonada e me surpreendi pois fantasia não é um genro que eu goste muito, fiquei com vontade de reler o livro

    ResponderEliminar
  25. Oi Ivy, sua linda tudo bem?
    A maioria prefere o segundo livro, então, se prepare e depois de terminar venha aqui contar tudo para a gente. Eu ainda irei iniciar essa trilogia também, ainda mais que agora se tornou uma série e já temos um novo livro lançado. Estou louca para conhecer esse universo que a autora criou. Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.

    ResponderEliminar
  26. Oi Ivy!
    Se você curtiu o primeiro livro, então vai amar o segundo. Pra mim, o melhor da trilogia.
    Eu gosto muito da escrita da Sarah, mas nesse livro em questão, eu fiquei entediado. Não curti nada o ritmo desse primeiro e quase abandonei a trilogia nele. A sorte foi um amigo que me motivou a arriscar o segundo. O meu principal problema foi que a protagonista não fazia muita coisa e o mocinho, Tamlin, não me descia. Nunca gostei muito dele. Pra mim esse livro so vinga quando Rhysand aparece. Mas a controvérsias nessa historia. A trilogia é boa, mas o volume mais recente eu achei bostinha.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  27. Oi Ivy, eu li esse livro e simplesmente A-D-O-R-E-I. Eu estou com o segundo livro meio parado na minha estante porque estou querendo terminar outros livros grandes que não terminei esse ano por causa da correria. Uauuu sua resenha me relembrou todos os pontos altos da história: a emoção e aquele mistério! Nossa simplesmente incrível e adorei a resenha, quando fiz a minha fiquei muito amedrontada porque também acho que a história é daquele tipo que tem que ser lida sem muitos detalhes. No entanto, você cosneguiu dizer muito sem entregar a história de bandeja, gostei muito disso!

    Beijos da Yana,
    Marshmallow Com Café

    ResponderEliminar
  28. Oi, Ivy!
    Eu tenho apenas esse primeiro livro aqui e estou com MUITA vontade de lê-lo. Lendo sua resenha, percebi que vou gostar. Só por ser um livro que foge da mesmice já me agrada bastante, mas também tenho medo de ser maçante inicialmente.
    De qualquer forma, acho que vale a pena tentar, não é? Hahaha.
    Adorei a resenha, simples, direta e objetiva.
    Obrigada por reforçar minha vontade de ler. Hahaha.
    Abraços,
    Sâm.
    Blog Escrituras da Alma

    ResponderEliminar
  29. Ivy do céu!
    Não quero te dar spoilers, mas tudo o que eu posso dizer é: leia logo o próximo livro!
    Corte de Névoa e Fúria é um dos meus livros preferidos DA VIDA.
    Ele leva a série para outro nível e tenho certeza que você vai se apaixonar ainda mais por Prythian, Feyre e outros personagens.
    E achei interessante você falar da Nestha. Eu gosto dela também. Acho um ser altamente incompreendido, uma força da natureza que ninguém pode domar. Mais para a frente você vai entender ainda mais o que eu digo.
    Que bom que gostou dessa primeira parte e ficou curiosa para ler o próximo. Posso te dizer que vai ser uma viagem mais louca ainda aqui para a fente.
    Estou curiosa para ler sua resenha do livro dois, hahaha.

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderEliminar