(Review 251) - El sabor de tus heridas (Dreaming Spires #3)

em 16 de noviembre de 2018

Título original: El sabor de tus heridas
Autor: Victoria Álvarez
Editora: Lumen (Espanha)
Páginas: 412
Gênero: Romance Histórico Sobrenatural
Saga: Dreaming Spires
1. Tu nombre después de la lluvia 
2. Contra la fuerza del viento 
3. El sabor de tus heridas 
Valoração: 
Goodreads / Amazon / Skoob 


Quatro anos e meio depois dos acontecimentos narrados em Contra la fuerza del viento, a equipe de Dreaming Spires tem que encarar a desintegração da revista e as tragédias pessoais que golpearam as vidas de seus redatores. Quando chega o Natal de 1909 à Oxford, os ânimos estão longe de ser alegres, e logo a equipe se dará conta de que os problemas estão apenas começando: Chloe, a filha de Oliver, é sequestrada em plena véspera do Natal e todas as suspeitas recaem nos homens do príncipe Dragomirásky. Entre o balneário de Karlovy Vary e a cidade de Budapeste, entre os anos de 1524 e 1909, Alexander, Lionel e Oliver terão que lidar com a resolução deste último mistério onde o que estará em jogo é muito mais do que o prestígio da revista Dreaming Spires, e os três amigos deverão passar de perseguidores à perseguidos.


Resenha:

Finalmente consegui terminar mais uma série em aberto. Dreaming Spires até que li rapidamente, sem um intervalo grande demais entre os livros e gente, que delicia quando não temos que esperar a vida e mais um pouco pra ler uma continuação, é bem legal poder ler uma sequência lembrando da maioria dos fatos, quando a trama está ainda bem fresca na memória. Acreditem, faz a diferença.

Nesta trilogia, apesar dessa terceira parte ser muito digna e fechar a trama de maneira bem intensa e coerente, ainda fico com a segunda parte como minha favorita do coração. No segundo tomo, Contra la fuerza del viento, conhecemos a Nova Orleans do início do século XX e eu achei a ambientação e o contexto todo no geral mais envolvente. Aqui, o leitor será situado primeiramente na glamourosa Paris de 1909 e logo depois em Karlovy Vary, um balneário na República Checa.

O que eu mais amo na escrita dessa autora é a quantidade de informações que ela é capaz de inserir sem nunca deixar a leitura maçante. Victoria sempre sai da mesmice e escolhe lugares incomuns para ambientar suas tramas, e eu aprecio isso, pois a gente aprende demais enquanto lê. Eu nunca havia lido nada ambientado na Republica Checa do inicio do século XX, há referências sobre uma guerra entre húngaros e otomanos que eu tampoco sabia, e foi bem legal conhecer mais do assunto enquanto lia uma história super bem escrita que mescla estes fatos históricos com um toque de sobrenatural, muito romance e mistério. 

Esta terceira parte traz um desfecho à todos os personagens. Por um lado, eu já intuia o que aconteceria com a maioria, a trama é bem linear, e nesse ponto houveram poucas reviravoltas em quanto ao destino dos personagens, talvez com exceção da personagem de Veronica.

Fiquei um pouco decepcionada com o desfecho dado ao grande vilão da trilogia. Desde a segunda parte esse vilão se apresenta como alguém muito estrategista e tremendamente inteligente, e por isso mesmo acho que ele merecia um final mais intrincado e trabalhoso, tudo se solucionou de maneira muito rápida e até mesmo simples, fiquei com sentimentos mistos com esse desfecho sem sal. 

No entanto, o restante da leitura é algo apenas para se elogiar. Há várias surpresas, momentos bem tensos e o ritmo da história é perfeito, porque a autora não se apressa demais e também não sobrecarrega o leitor com um ritmo lento ou excessivamente detalhista. Victoria conseguiu acertar o ponto certo pra conduzir a história, e o carisma de seus personagens ajudou muito também porque ao longo da trilogia o leitor se apega bastante à este grupo de amigos amantes do misticismo. 

Como se trata de uma terceira parte de trilogia, prefiro deixar a resenha assim, sem detalhes. Melhor isso do que soltar um spoiler desnecessário.
Mais uma vez, fica apenas aqui a recomendação para quem gosta de um bom mistério com um fundo histórico bem trabalhado. A trilogia Dreaming Spires me fez descobrir a paixão que tenho por livros assim, e pretendo muito em breve prosseguir com outras histórias da autora, que recentemente publicou um spin off dessa série, ambientado na India dos anos 40. 

Resumindo, El sabor de tus heridas é um final de trilogia que consegue com maestria e delicadeza encerrar os dramas e batalhas de seus personagens. Apesar de haver gostado do desfecho dado e também dessa terceira parte de trama, fiquei com uma sensação agridoce em quanto ao grand finale do vilão da trilogia, pois esse detalhe me pareceu um pouco precipitado. Ainda assim, é uma das melhores trilogias históricas que li esse ano, e a ambientação incomum e bem trabalhada conseguiu me arrebatar por completo e me deixar extasiada com esse mundo cheio de charme e intriga retratado pela autora espanhola Victoria Álvarez.

"Eu me lembro que quando estivemos em Nova Orleans eu disse à mim mesmo que nunca mais encontraria uma outra pessoa tão parecida comigo. É certo que nem eu nem você somos um exemplo de moralidade mas, quem realmente pode dizer que é ultimamente? - Lionel sacudiu a cabeça - As pessoas se empenham em dividir o mundo entre o bem e o mal, sem se dar conta de que o mais interessante é justamente o que está no meio do caminho."

A autora espanhola Victoria Álvarez nasceu em Salamanca, em 1985. Estudou História da Arte, na Universidade de Salamanca e se especializou em literatura do século XIX. Atualmente, Victoria divide seu tempo profissional entre escrever seus livros e dar aulas como professora em uma universidade. Álvarez estreou na literatura no ano de 2011, com sua novela Hojas de Dedalera. Poucos meses depois publicou Las Eternas. Ganhou notoriedade dentro do mundo literário com a publicação de Tu nombre después de la lluvia, a primeira parte de uma trilogia. Publicou em 2017 uma novela ambientada na Índia, La Ciudad de las Sombras e mais recentemente escreveu um faroeste feminista chamado Silverville. Ao longo da carreira como escritora, Victoria já ganhou vários prêmios, e seus livros já foram traduzidos à outros idiomas como o alemão e o italiano.





Nos lemos,

Alice

14 comentarios:

  1. Oi, Alice!

    Ter uma trilogia em sequência sem grandes pausas faz mesmo toda a diferença! Muitas vezes demoramos pra pegar no embalo da continuação quando se passou muito tempo desde que lemos o volume anterior. Adorei saber que o último fecha bem a trilogia e não decepciona!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Olá, Alice.
    Espero sinceramente que tragam essa trilogia para o Brasil. Fiquei muito interessada principalmente por conta do cenário e da escrita da autora. Escrever tantas páginas assim e não deixar a leitura maçante não é para qualquer um não. Eu ultimamente estou lendo somente séries e trilogias que já tenham todos os livros publicados porque ler na sequencia é tudo de bom hehe.

    Prefácio

    ResponderEliminar
  3. Oi Alice! Lembro de suas outras resenhas e fico torcendo para que estes livros sejam lançados aqui. Eu me encantei por tudo que você dividiu conosco e também amo histórias passadas em lugares diferentes. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderEliminar
  4. Eu amo histórias desse tipo, especialmente as que tem trilogia. Mas infelizmente nem sempre conseguimos terminar a bendita quando queremos... isso sempre muda um pouco nossa perspectiva... Quando damos um intervalo menor, realmente faz toda a diferença... Eu nunca li nada dessa autora, mas confesso que gostei e fiquei bem curiosa. Vou colocar na minha lista de leitura, quem sabe eu consigo o ebook? Bjks!

    Mundinho da Hanna

    ResponderEliminar
  5. Oi, Alice

    Sabia que eu não ligo de ler séries seguidamente? Claro que se eu tiver todos os exemplares eu vou lendo, mas, por exemplo, tem série que ainda está sendo escrita e eu tô lendo. Tenho uma memória muito boa, lembro de tudo das histórias, é só puxar lá no arquivo da caxola! Hahahahha A única coisa que não guardo são características físicas dos personagens, nisso sou bem ruim.
    Também curto quando os autores inovam na ambientação, achei muito legar ser na República Tcheca!
    Que pena que o vilão não teve um final à sua altura, mas pelo menos foi uma boa leitura apesar de vocês preferir o anterior, né?

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderEliminar
  6. Oi, Alice!
    Menina, que bom que o desfecho foi bom, apesar do destino final do vilão.
    Eu anotei a trilogia porque desde a sua primeira resenha, eu fiquei super interessada na história.
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderEliminar
  7. Hey Alice! Turupom?
    Não conhecia essa saga, e confesso que nunca li um romance histórico sobrenatural kkk Mas adorei a sua resenha viu.
    Obrigada pelo comentário lá no blog.
    Volte sempre!

    ~ miiistoquente

    ResponderEliminar
  8. Oi Alice,

    Venho acompanhando essa trilogia no seu blog e estou torcendo muito que saia por aqui ♥
    Nossa, faz uma enorme diferença mesmo quando lemos um próximo do outro. A história ainda está fresca e fica mais interessante acompanhar a sequência.
    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderEliminar
  9. Olá, Alice!
    Lendo sua resenha lembrei dos livros da Gail Carriger, a série O protetorado da sombrinha, tem algo a ver? Por ter um toque sobrenatural (na série de Gail isso é muito presente, na verdade), por ser ambientado em lugares que fogem da mesmice, pelo ano em que se passa e o mistério. Bem, sendo parecida ou não, sinto que já gostei. HAHAHA. Eu AMO livros que fogem da mesmice e estou cada vez amando mais mistérios em livros.
    Enfim, adorei a resenha e a indicação. Vou procurar o livro, com certeza.
    Abraços,
    Sâm.
    Blog Escrituras da Alma

    ResponderEliminar
  10. OI, Alice.
    Nem sempre os finais acabam como a gente quer, né. Que bom seria hahaha.
    Não conhecia essa trilogia.

    Tenha um ótimo dia.

    Abraços,
    Naty

    http://www.revelandosentimentos.com.br

    ResponderEliminar
  11. Oi Alice, não conhecia a trilogia. Tem publicação aqui no Brasil? Vi que você deixou a sugestão em espanhol, mas não consigo em outra língua. A história parece ser muito interessante, gosto muito de romances históricos, sobretudo quando eles não são gigantescos porque no momento estou na vibe de leituras menores para dar tempo de fechar nesse ano!~

    Beijos da Yana,
    Marshmallow Com Café

    ResponderEliminar
  12. Oi Alice, tudo bem?
    Eu gosto muito de ler uma série em continuidade, com a memória da leitura anterior ainda fresquinha na cabeça! Essa trilogia parece muito interessante, e apesar de não ler muito romance histórico, esse chamou muito a minha atenção. Fico feliz que o último livro fechou o ciclo com dignidade, isso é importante em uma série hahaha ótima resenha!

    Obrigada pelo carinho. Volte sempre!
    Um super beijo :*
    Claris - Plasticodelic

    ResponderEliminar
  13. Muito bom! Seu blog é muito bom mesmo, estou amando ler os seus artigos..

    Já salvei seu Blog em meus favoritos.


    Estou amando seu blog ❤️ ..



    Meu Blog: Viviane

    ResponderEliminar
  14. Oi Alice!
    Eu nunca ouvi falar dessa trilogia, confesso, mas apesar dos elogios, a trama em si, nao me chama muito atenção.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderEliminar