(Review 252) - Estrelas Perdidas

em 5 de diciembre de 2018

Oii galera, como vocês estão? São praticamente 20 dias sem nenhuma de nós postar no blog, praticamente desaparecemos, eu sei. A culpa disso tudo é a correria do dia a dia, e também neste final de ano (aproveitando inclusive as metas de leituras já cumpridas) decici me dedicar um pouco mais à outro assunto pessoal, o que demandou mais tempo do que o previsto. A Ivy também está bem ocupada e não pode ajudar até semana que vem, sendo assim, esse abandono imprevisto foi meio que inevitável mas já estamos de volta! E deu uma baita saudade...


Título original: Estrelas Perdidas
Autor: Bianca da Silva
Editora: Autopublicado
Páginas: 337
Gênero: Romance Juvenil
Valoração: 

Lola Dewitt tinha 21 anos e a vida toda pela frente. Até o momento em que morreu. Agora, Lola passa seus dias em uma nuvem autossuficiente no céu, tentando ser digna da segunda chance que recebeu: salvar uma pessoa em troca de asas e a eternidade como anjo da guarda. Lavínia Sloan tem 17 anos e os seus últimos meses foram traumáticos. Ela pode ter um futuro brilhante pela frente, mas precisa lutar para manter-se no caminho se quiser uma chance de vivê-lo. Em um mundo onde o céu é tão burocrático quanto repartições públicas e alguns anjos não tem senso de humor, Lavínia é a única chance de Lola ganhar suas asas, enquanto a garota morta é a única chance de Lavínia ter um futuro. Elas precisarão deixar as desavenças de lado e unir forças para encontrar seus caminhos, mesmo que isso signifique enfrentar sentimentos que passaram tanto tempo enterrando dentro de si. 


Resenha: 


Estrelas Perdidas é uma obra de romance juvenil com um toque de magia e fantasia que consegue encantar o leitor desde as primeiras páginas.

Na trama conheceremos Lavínia, uma garota que se considera literalmente "quebrada". Desprezada pelos colegas da escola após incidentes vergonhosos acontecerem em uma festa, logo após Lavínia teve que lidar com a trágica morte da mãe, em um acidente de carro onde também ela esteve envolvida e pôde experimentar uma experiência de quase morte. Em virtude dessa experiência de quase-morte, Lavínia agora consegue ver o que ninguém consegue: seu próprio anjo da guarda. 

Lola foi escolhida para ser o anjo da guarda da difícil Lavínia. Lola acabou de morrer, ainda está lidando com o luto por sua própria morte e tentando entender quais foram as escolhas erradas que culminaram com seu falecimento precoce, ainda assim ela é designada para lidar com a solitária Lavínia, sendo que esta será sua única oportunidade de garantir um par de asas, e o direito de continuar sendo um anjo, longe do purgatório.
O grande problema é que Lola não sabe como ajudar Lavínia e ela tem certeza que sua missão será um fracasso já que não tem idéia de por onde começar, além disso tem o detalhe de que sua protegida pode vê-la e falar com ela, o que impede Lola de usar seus poderes celestiais para tentar influenciar Lavínia. 
Assim, Lola e Lavínia terão que se aceitar e se ajudar, aprendendo a confiar uma na outra de maneiras que até então nenhuma das duas tinha tentado. 
Lavínia não pode falhar como Lola falhou em vida, e Lola quer garantir seu par de asas para, quem sabe, desde o alto de sua nuvem, continuar observando seus pais. Lavínia tem que aprender a voltar a sorrir, e voltar a viver. E Lola, além de lidar com um chefe bem sério, Isaac, também vai ter que aprender a dizer adeus e encarar o mais difícil de sua nova realidade.

Esse livro foi simplesmente uma delicia de ler. Em tempos de ressaca literária, devo dizer que Estrelas Perdidas veio em meu resgate, pois aos poucos a leitura foi me embalando e fui me envolvendo com os dramas as duas meninas e a ligação especial que as une. 
O par de protagonistas é incrível, Lavínia é humana, sofrida, mas também possuí uma leveza que me faz amá-la. É um personagem que vai evoluindo aos poucos, e que apesar de seus medos iniciais, está tentando de verdade acertar. Eu gostei porque Lavínia desde o começo tenta ser forte e resistir, e ainda que suas escolhas nem sempre fossem corretas, ela se esforça de verdade, e achei isso muito válido. Os caminhos que Lavínia vai trilhando vão empolgando o leitor, porque a gente é testemunha de como aquela garota perdida e triste aos poucos volta a desabrochar e a acreditar. 
Lola foi meu personagem favorito. É um anjo da guarda autêntico, divertida, encantadora de verdade. Os melhores momentos para mim foram justamente acompanhando a trajetória de Lola, e o dia a dia atarefado lá no céu, que nesta trama é bem diferente daquele lugar de repouso que a gente imagina. 
Infelizmente, senti que faltou algo para contar da Lola. Esperei entender a personagem totalmente até o final, e queria demais ter conhecido mais detalhes de sua vida prévia, do porquê de suas escolhas não a terem salvado, senti falta de compreender melhor as razões que levaram Lola à falhar como humana. Eu queria que a narrativa dela nos desse algum vislumbre de seu passado, fiquei curiosa por isso. Mas ainda assim, continua sendo o personagem mais carismático da trama, e por quem certamente mais torcia.

O rol de secundários é super bem desenvolvido. Temos aqui duas ambientações diferentes. Tem a galera lá do céu, encabeçada por Isaac, o chefe de Lola que é quem mais se destaca. E também conheceremos mais rapidamente outros anjos. 
E na terra, teremos o núcleo de Lavínia, que é o grupo de amigos que aos poucos vai ganhando a afeição da garota, com maior destaque para Evan, seu par romântico, o típico garoto que a gente quer guardar numa caixinha pois é exatamente "aquele cara" que todas nós já desejamos conhecer quando éramos adolescentes. E também há Daisy, que esbanja carisma, e cumpre com perfeição o papel da amiga de todas as horas. Essa leitura me embalaou demais pois há tantos momentos que me fazem lembrar minha propria adolescência e a trilha sonora que a autora insere na trama, é um presente, pois enquanto relembramos as canções, vamos sendo embalados pelas conquistas e vitórias de Lavínia e Lola.

A narrativa ds Bianca é tão leve que li o livro sem dar conta do passar das páginas. É uma narrativa gostosa, verdadeira e sincera, que não perde tempo em descrições desnecessárias e nem naquelas enrolações cansativas e clichês. Aliás, eu curti demais porque a trama toda foge de qualquer clichê. Lavínia é um personagem muito real e novo, nem perfeitinha e nem rebelde demais, apenas verdadeira, tentando se levantar, e essa veracidade dos personagens é um dos pontos fortes, pois tanto Lavínia, como Evan ou Daisy são pessoas que a gente consegue visualizar, pessoas que nos convencem de suas intenções e isso deixa a trama bem cheia de sentimento.

Estrelas Perdidas não é um livro que foca muito na ambientação. Mesmo o céu de Lola é descrito brevemente, e aqui não senti falta mesmo de maiores descrições. O próprio tom leve da história pede mesmo por detalhes resumidos e a autora acertou em cheio em não se prolongar nisso. Aliás, o leitor não chega sequer a saber em que cidade a história se passa, e isso não fez a menor falta aqui, pois a história em si é daquelas que poderia ter ocorrido em qualquer lugar, e isso é bem legal porque o leitor acaba criando de certa maneira seu próprio cenário. 

Enfim, Estrelas Perdidas foi mais uma grata surpresa em 2018. Um livro que deixa a gente com um sorriso no rosto ao terminar e uma sensação gostosa, típica de quando estamos diante de finais felizes. 
O tom da mensagem que a história traz é tão importante, pois é uma trama que fala sobre recomeçar, aceitar a realidade e não se deixar abater e, mais que tudo, acreditar, confiar, saber que mesmo que a vida seja feita de altos e baixos, ainda vale a pena. Acho que o grande trunfo do livro que me faz amar a trama foi justamente essa veracidade, ver os personagens passarem por tudo de ruim e tudo de bom, deixando sempre para o leitor aquela certeza de que nada é para sempre e que reviravoltas sempre acontecem quando a gente nem espera. Recomendo demais esse livro pra quem curte uma história juvenil, cheia de doçura, mas que por trás disso trata também temas sérios sem perder o tom leve e otimista que dá fôlego à história do princípio ao final.

"Felicidade não é um destino, não é algo que você vai alcançar um dia, se fizer tudo certo; ninguém é feliz todos os dias, em cada instante desses dias. Felicidade é um estado de espírito e tudo bem se você tiver vários desses momentos seguidos, mas tudo bem também se tiver vários tristes. As fotos eternizam o que é passageiro, mas não faz com que sejam menos verdadeiros. Felicidade é um estado de espírito e acredito muito nisso agora, porque é como me sinto."


Bianca da Silva é publicitária por formação e escritora por vocação, uma típica irmã do meio e geminiana. Uma garota de vinte e poucos anos em busca da história perfeita e escrevendo sobre outras garotas de vinte e poucos anos.
Escreveu seu primeiro livro aos nove anos, sobre quatro irmãs aventureiras que verdadeiramente pertenciam a uma novela mexicana, e desde então não parou mais. Você pode encontrá-la lendo nas salas de espera, comprando mais livros do que pode ler ou chorando por personagens fictícios.
Acompanhe seus livros na rede através do blog Queria estar lendo e da página de Estrelas Perdidas.

Web Page Oficial: Queria estar lendo

Facebook: Estrelas Perdidas


26 comentarios:

  1. Oi Alice! Tudo bem? Que bom que estão de volta.. eu super entendo essa correria e uma leve ausência, porque aconteceu a mesma coisa comigo! Final de ano é sempre uma loucura, por mais que tentemos nos organizar ou deixar algumas coisas de lado, é impossível nessa época! Enfim, esse livro parece ser puro amorzinho, quando vi a resenha dele no blog da Lu (Balaio de Babados) já me encantei e gostei de saber que a autora não foca na ambientação, acho bacana que seja mais voltado para a relação das personagens!
    Beijos, Adri
    Espiral de Livros

    ResponderEliminar
  2. Aaawn eu amei demais *U*

    Beijos,
    www.thalitamaia.com

    ResponderEliminar
  3. Olá, Alice.
    Menina eu já tinha lido uma resenha do livro e não tinha me interessado nele. Mas agora lendo a sua me deu vontade de ler. Por isso que é interessante a gente ler diversas opiniões porque cada um aborda aspectos diferentes do livro. E não sabia que era da Bianca, adoro as resenhas dela e com certeza vou querer conferir o livro.

    Prefácio

    ResponderEliminar
  4. Oi Alice!
    Estou querendo muito ler esse livro também, acho que vou gostar bastante!
    Sua resenha ficou tão linda!
    Bjs
    http://acolecionadoradehistorias.blogspot.com

    ResponderEliminar
  5. Olá!
    Nossa, que capa mais linda! O livro parece ser bem fluido, além de ter um enredo bem interessante. Espero ter a oportunidade de ler!
    Beijos

    our-constellations.blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. Oi, Alice
    Eu nunca li nada da Bibs mas sempre vi esse livro vagando pelo QEL. Confesso que eu nunca tinha me interessado por nunca ter lido resenha, mas agora, caramba, quero pra ontem! Com toda certeza vou baixar e espero gostar.
    Beijo!

    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderEliminar
  7. Oi, Alice

    Eu até vim aqui um dia desses para ver suas postagens, mas vi que vocês não estavam atualizando mesmo. Às vezes a vida acontece e temos outras prioridades, super normal. O importante é que agora você está de volta!
    Eu nem sabia que a Bibs escrevia, descobri recentemente.
    Que bom que você conseguiu aproveitar tanto assim a história apesar da pequena ressalva sobre a história da Lola. Fiquei bem curiosa para conhecer essa relação, ainda mais porque temos uma anja da guarda, geralmente dão essa função para homens nas histórias.
    Parece mesmo aquele tipo de história que faz a gente sorrir e tenho vontade de conhecê-la!

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderEliminar
  8. esse eu não li, deve ser muito bom
    essa capa me deixou apaixonada e ja quero ler

    ResponderEliminar
  9. Oi, Alice!

    Meu deus, que livro maravilhoso, preciso pra ontem! Achei sensacional a ideia de uma humana podendo ver seu anjo da guarda, e mais legal ainda é o fato de que o anjo já foi humano um dia também. É o tipo perfeito de livro que leio em uma sentada hahaha amei a resenha!

    xx Carol
    http://caverna-literaria.blogspot.com

    ResponderEliminar
  10. Oi, Alice!
    Menina, eu amei demais esse livro! Foi das melhores descobertas. A história consegue ser fofa e tocante ao mesmo tempo..
    Beijos
    Balaio de Babados
    Natal Literário 2018: 5 kits, 10 ganhadores. Participe!

    ResponderEliminar
  11. Olá, tudo bem? Eu já tinha visto esse livro por aí, mas não tinha ideia sobre o que era a história. Fiquei morrendo de vontade de ler a obra depois de ler tua resenha, sério! Muito obrigada pela dica!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderEliminar
  12. Ahhhh que resenha maravilhosa <3 Amo muito as suas resenhas Alice, porque tenho a impressão que você conta partes importantes da história sem me entregar tudo da história apenas me deixando trilhar um caminho para eu chegar até a narrativa curiosa e louca para ler. Fiquei curiosa sobre essa história, espero que tenha na Amazon para eu poder comprar e conhecer Estrelas Perdidas.

    Um beijo da Yana,
    Marshmallow Com Café

    ResponderEliminar
  13. Oie
    Fiquei interessada na obra, ainda mais que te ajudou a sair de uma ressaca literária. Parece ser uma boa história que envolve o leitor.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  14. Oi, Alice! Tudo bem?

    Bom, o meu blog e o meu canal ficaram parados por um bom dia porque este semestre da faculdade me sugou até a alma (mas Graças a Deus estou de férias).
    Preciso dizer que este livro já me interessou só pela capa. Sei que não é bom escolher livro pela capa, mas com certeza este eu escolheria. Só que então eu fui ler a sua resenha e me rendi totalmente a história e quero muito poder ler. Ele parece mesmo incrível e eu quero tanto poder lê-lo. Com certeza vai estar na minha lista.

    Beijos,
    Blog Magia é Sonhar
    Canal Magia é Sonhar

    ResponderEliminar
  15. Oi Alice!
    Que mensagem linda <3 Eu já amei o livro só pelo que você contou, pode favoritas? KKKKKKKKKK
    Eu gosto muito de tramas que falem de altos e baixos e de tentar se levantar quando caimos. Eu tive um 2018 tão complicado que acho que uma dose de perseverança dessa protagonista, não me faria mal. Já indo pesquisar mais e salvar nos desejados, sem dúvidas.
    A capa ta linda também <3

    Abraços
    David
    https://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  16. Olá, tudo bem?
    Eu conheço o blog dela e ainda não sabia que a Bianca também é escritora, claro que já coloquei o livro na minha listinha de desejados porque além de ter amado a premissa é sempre bom ver quando um amigo blogueiro lança um livro. Achei a trama bem fofa e gostei de ver a sua opinião sobre a leitura.

    ResponderEliminar
  17. Oi Alice! Desde que vi a resenha da Lu estou com muita vontade de ler, a sua opinião me deixou mais ansiosa e com a certeza de que é uma história linda. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderEliminar
  18. Oi Alice, tudo bem?
    Ainda não conhecia o livro, mas a trama parece interessante principalmente pela relação da protagonista com seu anjo da guarda. Dica anotada!!

    *bye*
    Marla
    https://loucaporromances.blogspot.com

    ResponderEliminar
  19. Olá!
    Primeiro que capa linda! Não conhecia o livro mas adoro um clichê sem enrolações, divertido e gostoso e que nos ajuda a sair da ressaca. To precisando mesmo de uma leitura gostosa assim, e já vou colocar na listinha, fiquei muito curiosa pra ler!

    ResponderEliminar
  20. Olá,
    A história parece tão fofa! Amei as citações que você escolheu, e mesmo que livros teen não façam tanto o meu gênero eu com certeza leria esse, parece ter ótimas passagens e cenas bem escritas.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderEliminar
  21. Oi Alice,

    Já tinha visto o livro por ai, mas nunca tinha parado para saber da história.
    Confesso que gostei muito da sua resenha e já estou colocando ele na lista de leitura.
    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderEliminar
  22. Oii, tudo bom? Que capa mais linda, não conhecia a obra. E, amei sua resenha. Gosto bastante de tramas mais leves assim, que aquecem o coração. Fiquei com muita vontade de ler, e já adicionei nos desejados.
    beijos

    ResponderEliminar
  23. Olá, que premissa diferente e interessante! Uma garota que vê a sua anjo da guarda, uma história que mostra essa anjo em sua rotina com o chefe! Eu achei isso muito legal, já fiquei com muita vontade de ler essa história. Amei sua resenha.

    ResponderEliminar
  24. Oi, Alice!
    Esses dias eu li uma resenha sobre esse livro e achei gracinha demais.
    Fiquei bem curiosa e com vontade de ler, ainda mais sabendo que foi uma das gratas surpresas que você teve em 2018.
    E essa capa tão linda?
    Quero muito me perder nas páginas como você.

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderEliminar
  25. Alice que bom que voltou.
    Eu já pensei em desistir várias vezes, mas aqui estou eu.
    Fiquei muito curiosa em relação ao desfecho deste livro, vou colocar na minha listinha.
    Vou esperar sua próxima resenha!
    www.depoisdaleitura.com.br

    ResponderEliminar
  26. Ola...

    Nossa, nao conhecia esse livro, mas fiquei completamente encantada com as suas palavras e o enredo que encontramos que eu vou ter que comprar esse livro pra ler. Nao sou muito de ler livros juvenis, assim como nao leio livros com anjos, nao sei porque, mas cara, me encantei pela historia e o que me puxou mesmo foi esse quote!!

    Beijao

    ResponderEliminar