(Review 259) - Gelo (Mist #2)

em 24 de enero de 2019

Título original: Frost
Autor: Kathryn James
Editora: Farol Literário (Brasil) / Hodder Children´s Book (USA) /
Páginas: 325
Ano de Publicação: 2013 (EUA) / 2014 (Brasil)
Gênero: Fantasia Infanto Juvenil
Saga: Mist
1. Névoa (Mist) 
2. Gelo 
Valoração: 
Goodreads / Amazon / Skoob 

A névoa esconde alguma coisa bela como a luz das estrelas, feroz como um lobo, fria como o gelo. A floresta além da névoa é a casa dos Elfos e do belo e enigmático Evan. Nell se deixou seduzir por ele, mas o mundo dos elfos está sendo devastado por terremotos, e somente Nell pode ajudá-lo. Para isso ela terá que ir muito além da floresta, onde um lago de gelo mortífero e um antigo inimigo a aguardam. 


Minha opinião:

Gelo é o desfecho da bilogia infanto-juvenil Mist, uma história que, embora não tenha me fascinada, leva o mérito de ser uma leitura gostosinha, fácil e envolvente. Apesar de não apresentar nada novo, e possuir um universo de fadas bem comum, a bilogia conseguiu me cativar nesta segunda parte, talvez justamente por conta de sua linguagem fácil, seu enredo sem muitas reviravoltas mas ainda assim carregado de magia e personagens sem grandes mistérios, que cumprem seu papel.

Gelo se inicia após os eventos de Névoa, quando Gwen, já retomando o velho comportamento começa a abusar de festas. Em meio à uma das festinhas de Gwen, aparecem dois irmãos pra lá de intrigantes, Laki e Loki, dois elfos do gelo, uma raça de féricos temida até mesmo pelos Elfos da Floresta. 
O que podem querer os Elfos do Gelo pela cidade? E porque ambos parecem estar especialmente interessados em Nell, a garotinha que possuí uma conexão especial com Evan, um elfo charmoso que agora está longe, tentando de alguma maneira resgatar a família que está prisioneira nos temidos campos de ferro dos Observadores. 

Quando o mundo dos elfos começa a entrar em declínio por conta das Harpas Mágicas que perderam a canção mágica que os sustenta, apenas Nell e Evan poderão salvar o que há além da Névoa, mas para isso Nell terá que arriscar sua própria vida, correndo o risco de perder-se para sempre, e nunca mais retornar. 

Eu gostei muito mais dessa segunda parte do que da primeira. Embora a narrativa ainda continue mantendo o tom infantil, a trama em si se torna mais madura, já que há a entrada de personagens cheios de mistérios e segredos como os Elfos do Gelo e também os Vanir, deuses vinculados ao mundo dos humanos e das fadas. Evan, apesar de não ter o protagonismo absoluto, se revelou um bom mocinho, mantendo um conflito interno que o torna mais realista, pois ele não é aquele cavalheiro sempre disposto em resgatar a donzela, mas muitas vezes comete erros e se precipita em suas conclusões. Foi legal porque apesar de Gelo ocorrer apenas semanas após os eventos de Névoa, se nota nitidamente uma mudança brusca em Evan.
Nell, a protagonista, não me desagrada completamente, ela é valente, destemida e determinada, mas seu ar de sabe tudo às vezes me cansava um pouco. Nell acaba se tornando a típica heroína dos contos de fada, aquela que age sempre com o coração e acaba conquistando o que deseja, acho a mensagem bem legal para jovens leitores, mas, para quem está habituado com fantasias mais complexas, o perfil da garotinha pode soar um pouco surreal e clichê.

Gelo possuí um rol grande de secundários, e eu gosto porque todos são bem trabalhados e agregam algo interessante à trama. Obviamente se destacam aqui os tais elfos do gelo, que conduzem a parte mais misteriosa da trama pois o leitor quer tratar de descobrir as motivações movendo o casal de irmãos. 

Essa narrativa jovial, leve e simplória de Gelo era exatamente o que eu precisava no momento. Após ler histórias excessivamente complexas, como leitora às vezes sinto falta de algo mais básico, que me faça relembrar os antigos contos de fada, cheios de magia e finais felizes e Gelo garante exatamente isso, uma sensação gostosa de déja-vu, de voltar à uma época mais mágica da infância onde desejamos que nossos heróis sempre se safem. 

Concluindo...
Gelo é o desfecho de uma bilogia gostosinha de se ler, que recomendo à todos os leitores, especialmente quem gosta de se aventurar em histórias de fadas contadas de uma maneira mais pura, onde o tom é sempre cheio de esperança. Gelo fala sobre aquela fase dos primeiros amores, das primeiras aventuras e, através de uma linguagem gostosa e leve, transporta o leitor à um universo mágico onde o impossível se faz presente e, ao finalizar, fica a sensação gostosa de ter lido uma história fofinha, perfeita para todos os momentos, carregada de nostalgia e sonhos possíveis.

Os dois começaram a rir e se abraçar como se nunca tivessem a intenção de se soltar. Fossem quais fossem as diferenças entre Elfos e humanos, fossem quais fossem as guerras e desentendimentos milenares, eles não existiam para Nell e Evan.

Kathryn vive com a família em Leicester escrevendo em tempo integral. A autora sempre quis ser escritora e escreveu sua primeira história aos 8 anos de idade. Mas levou um tempo e diversos trabalhos diferentes até ser publicada. Trabalhou como cigana e viajando com crianças. Também trabalhou fazendo projetos fotográficos e também fotografando viagens. Seu trabalho na comunidade influenciou seu primeiro livro. Ela também escreve roteiros para uma pequena companhia de vídeos voltados para crianças e adolescentes.





Até a próxima, 



Ivy

12 comentarios:

  1. Oi Ivy,

    Já li diversas histórias de Faes e confesso que nenhuma até agora me surpreendeu, não sei porquê, mas esse tema sempre é tão simples, nunca tem nada nada inovador pelo menos para mim.
    Quero ler esses livros, mas vou sem muita expectativa para não me decepcionar.
    Bom saber o foi satisfatório para você.
    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Siga o Instagram

    ResponderEliminar
  2. Oi, Ivy
    Eu nunca ouvi falar do livro, mas convenhamos que essa capa também não tem nada legal haha eu acho que gostaria da história tanto quanto você, mas por enquanto vou deixar passar.
    Beijo!

    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderEliminar
  3. Oi, Ivy!
    Eu tenho um problema enorme com esse gênero, porque ele me cansa muito fácil. Como faz pouco tempo que li alguns livros dessa temática, preciso dar um tempo antes de me aventurar em outro. Porém, gostei da premissa dele. Vou deixar na lista de próximas leituras!
    Beijinhos,

    Galáxia dos Desejos

    ResponderEliminar
  4. Oi Ivy, tudo bem?
    Gostei da sinceridade da resenha! Tem momentos que tudo que precisamos é uma história mais leve e infantojuvenil mesmo, que nos leve para longe e nos ajude a relaxar. Amo e super apoio, inclusive hahaha! :D
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderEliminar
  5. Oie
    Eu amo esta capa e morro de curiosidade por este livro. É o tipo de enredo que eu gosto.

    Beijinhos
    https://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  6. Adoro essas tramas que vão tendo um amadurecimento bacana no decorrer de uma sequência/saga. Fiquei encantada pela resenha e pelos detalhes! Lindezura!

    semquases.com

    ResponderEliminar
  7. Oi, Ivy!

    Já tinha ouvido falar nessa bilogia e parece ser mesmo bem interessante. Ando em falta de leituras assim leves e descontraídas, então fiquei ainda mais curiosa com a história

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com

    ResponderEliminar
  8. Hey Ivy! Tudo bem?
    Eu adoro essas tramas infanto-juvenis de fantasia, e essa eu não conhecia. Colocando já na minha lista, pois adorei a resenha.
    Obrigada por comentar lá no blog.
    Volte sempre!

    ~ Blog Misto Quente
    ~ Siga no Instagram
    ~ Curta no Facebook

    ResponderEliminar
  9. Olá, Ivy.
    Eu quis muito ler esses livros na época que lançou principalmente por causa das capas. Elas maravilhosas. Mas depois o tempo passou e a vontade de ler se foi junto com ele. Talvez eu leia ainda pois me animei com suas palavras sobre a história matar a saudade dos antigos contos de fadas com finais felizes, coisa que sinto muita falta hehe.

    Prefácio

    ResponderEliminar
  10. Parabéns pela resenha Ivy! Já li Névoa e Gelo e amei! Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderEliminar
  11. Falou em universo das fadas, já fiquei muito curiosa, mesmo que a história seja meio comum e não tenha te surpreendido muito... já achei a capa linda e acho que vou pesquisar mais :)

    www.vivendosentimentos.com.br

    ResponderEliminar
  12. Oie!
    Eu queria tanto gostar de fantasia, juro! Mas sinto que não é para mim. Apesar disso, esse livro parece ser bem interessante para quem gosta do gênero, principalmente para quem gosta de fadas (acho fofo, inclusive). Não gosto tanto do ar jovial, mas eu indicaria para minhas primas!
    Beijos
    http://our-constellations.blogspot.com/

    ResponderEliminar