(Review 266) - The Black Key (A Cidade Solitária, #3)

em 21 de febrero de 2019

Título original: The Black Key
Autor: Amy Ewing
Editora: HarperTeen (USA) / V&R (América Latina)
Páginas: 295
Ano de Publicação: 2012 (EUA) / 2018 (Brasil)
Gênero: Fantasia Juvenil
Saga: A Cidade Solitária (The Lone City)
1. A Jóia (The Jewel) 
2. A Rosa Branca (The White Rose) 
3. The Black Key
Valoração: 
Goodreads / Amazon / Skoob 


Para construir um novo mundo, Violet deve destruir seu passado. A Sociedade da Chave Negra está preparando seu ataque contra a realeza. Violet se encontra no meio desta guerra, mas ela também está arriscando algo muito mais pessoal: a Duquesa do Lago tem Hazel, a irmã de Violet, como prisioneira. Violet terá que fazer todo o possível para regressar à Joia para salvar a vida da sua irmã e o futuro da Cidade Solitária.  


Minha opinião:

The Black Key (ainda não publicado no Brasil) é o desfecho da trilogia A Cidade Solitária, cuja primeira parte, A Joia, nos apresenta a protagonista Violet Lasting, uma garota que é enviada para viver em meio à realeza após ser vendida para uma poderosa Duquesa, onde atuará de Substituta, gerando um filho para a realeza que aqui é infértil. 

Desde A Joia, passando pela segunda parte A Rosa Branca até finalmente chegarmos à esse desenlace, Violet passou por várias mudanças, ela descobriu ser mais do que imaginava, uniu forças à aliados improváveis, se apaixonou e decidiu liderar uma revolta, porém, apesar da promessa de um final marcante, The Black Key foi apenas razoável ao meu ver. Aquele tipo de livro até mesmo previsível pra quem ja é habituado no gênero. 

A trama até se encerra de maneira satisfatória, responde todos os poréns levantados ao longo da trilogia e dá um final digno à muitos de seus personagens porém, me pareceu sem surpresas, não houveram reviravoltas e nem nenhum detalhe que impressionasse o leitor, que nos pegasse desprevenidos e mudasse um pouco o rumo esperado. A ação toda que ocorre até é legal, porém nem um pouco supreendente e os personagens, nesta terceira parte, me pareceram um pouco ausentes e vazios, principalmente Violet, que ao meu ver sofre um retrocesso. Ela nunca foi a mais interessante e nem a mais esperta das protagonistas do gênero, mas neste volume em especial está especialmente estúpida, colocando em risco não apenas à si mesma mas também aos seus próprios amigos por conta de atitudes bem desnecessárias. Violet tem reações até toleráveis em um primeiro volume de trama, mas caminhando para a parte final da história, eu já esperava uma evolução maior na protagonista, algo que não houve.

O romance entre Ash e Violet continua pouco convincente, falta aquela faísca que os prenda ao leitor, que nos faça torcer e desejar vê-los juntos. O sentimento que a autora tenta expressar que há entre eles simplesmente não é crivel, algo ali me parece forçado e pouco interessante, infelizmente foi um dos pontos mais fracos em toda trilogia, e Ash, que poderia ter tido um bom destaque por conta de sua história bem inusual, ao final só ficou mesmo como par romântico da protagonista, trazendo pouquíssima novidade ao enredo (e sua história bem que merecia ter ganhado mais destaque).

Quem salva são os secundários mesmo. Aqui Garnet, o filho debochado e cheio de truques da Duquesa se posiciona como o personagem mais cativante da trama, junto com Raven, a melhor amiga da protagonista que, apesar de não receber protagonismo intenso, sempre aparece em momentos cruciais, literalmente salvando a trama em algumas ocasiões.
Haverá a entrada de alguns novos personagens como a doce Coral e também Hazel, a irmãzinha de Violet, mas apesar de ambas serem fofas e interessantes, outra vez me pareceu que a autora desperdiça a oportunidade de explorar mais desses personagens, especialmente Hazel que poderia ter agregado um drama bem tenso à história.

Concluindo...
The Black Key é aquele típico final de trilogia que, apesar de encerrar razoavelmente bem sua história, não consegue empolgar o leitor. É como se a autora estivesse aliviada em finalizar sua trama e o leitor náo consegue ser embalado por nenhuma emoção especial em estar se despedindo dos personagens. É uma trilogia que poderia ter sido especial, mais madura e tocante, mas que ao final se perdeu um pouco, tornando-se apenas mais uma história de muitas, que começa com grande potencial e vai perdendo fôlego ao longo dos volumes. 
Ainda assim, pra quem não é muito habituado ao gênero, a história de Violet Lasting e da Cidade Solitária pode soar bem interessante, pois insere elementos novos e personagens de caráter bem duvidoso que conseguem manter o leitor de alguma maneira curioso em seguir a trama até o seu final.



"Essas pessoas são o ar que eu respiro e o sangue que eu derramo. Eles são a minha coragem. E eu não vou abandoná-los".
Amy Ewing cresceu em uma pequena cidade nos arredores de Boston, onde sua mãe bibliotecária incutiu a ela um profundo amor pela leitura. Amy mudou-se para Nova York em 2000, para estudar teatro na Universidade de Nova York. Ela trabalho como assistente adminstrativa, trabalhou também em restaurantes, foi babá e até representante de vendas para um distribuidor de vinho antes de começar a escrever. 
Amy tem mestrado em Escrita Criativa para crianças pela The New York School, onde ela teve a sorte de encontrar uma comunidade fabulosa de escritores YA. 
Atualmente mora no Harlem, onde passa os dias escrevendo, comendo queijo e, ocasionalmente, assistindo The Vampire Diaries. 

Web Page Oficial: http://amyewingbooks.com/

Twitter: Amy Ewing



Nos lemos, 

Alice

26 comentarios:

  1. Oi Alice, esse livro de livro me deixa apreensiva, será que a personagem tem procurar essa joia ao longo do livro todo? rsrs

    Que pena que no final a autora se perdeu. Confesso que esse livro não me atraiu, quem sabe um dia...

    Até mais!

    www.depoisdaleitura.com.br

    ResponderEliminar
  2. Oi Alice,

    Faz tanto tempo que estou esperando esse livro sair que já esqueci quase toda a história do livro anterior. E sinceramente perdi as esperanças da editora lançar por aqui.
    Uma pena que esse último livro não tenha tantas reviravoltas, meio que esperava isso nele.
    Mas quando ler, já não vou com altas expectativas.

    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Conheça o Instagram

    ResponderEliminar
  3. Poxa, muito triste saber que o livro acaba dando um final morno para a trilogia e que não empolga de fato. A trama parece obter entrelinhas interessantes, cheguei a ficar curiosa, mas já com o alerta. Lindeza de resenha!

    semquases.com

    ResponderEliminar
  4. Oi Alice! Está é aquela série que já tive muita vontade de ler e acabei desistindo depois de ver a editora abandonar a publicação. Pelo visto, com um desfecho não tão empolgante, não perdi muita coisa. Uma pena o enredo não ter sido melhor aproveitado. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderEliminar
  5. Eu não li a trilogia, mas odeio quando o último livro não supera a história ahuhauhauauha
    Dá vontade de tacar o livro na parede e perguntar pro autor pq não resumiu tudo em um livro só. Bom, vamos lá! Eu gostei da premissa é uma pena não ter sido bem aproveitado

    Sai da Minha Lente

    ResponderEliminar
  6. Poxa que premissa legal, eu gosto desses livros de fantasia que envolvem guerra, acho super legal. E a capa do livro é muito bonita, gostei muito!! Já anotei sua dica e com toda certeza eu vou ler!!

    ResponderEliminar
  7. Oi, que pena que a conclusão da trilogia não foi empolgante, mas pelo menos concluiu a história sem deixar pontas soltas ao que parece.

    ResponderEliminar
  8. Olá, Alice.
    Que pena que não foi tao bom. Acontece tanto isso, sei lá se é por pressão da parte da editora, mas tem umas finalizações de histórias que chegam a ser um insulto para os leitores. Eu tenho os dois primeiros aqui, mas já estou ate desistindo porque acho que nunca vão trazer esse para cá.

    Prefácio

    ResponderEliminar
  9. Oi Alice! Que pena que não rolou nesse final, a gente sempre espera que seja o melhor de todos né? Eu já ouvi falar da trilogia mas como é fantasia nem os olhos brilham.
    Beijo!
    http://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderEliminar
  10. Oi
    pena que esse final não te empolgou, mas pelo menos foi satisfatório, tenho curiosidade com o primeiro livro para ler e ver se chama a minha atenção.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderEliminar
  11. Oi Alice,
    Eu tenho muita curiosidade em conhecer o primeiro da série.
    Uma pena que esse ainda não chegou por aqui.
    Eu penso que as vezes, essas séries funcionariam melhor sem a forçação de romance. Algumas sempre leio nas resenhas, que é fraco, ou falta algo. Melhor não colocar.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderEliminar
  12. Olá,
    Eu li somente o primeiro livro e realmente é uma pena a personagem não ter evoluído, sinceramente não gostei tanto dela no primeiro, esperava que ela tivesse melhorado.
    Acabei de ler uma trilogia em que tive essa sensação a do autor simplesmente querer se livrar, o que é lamentável.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderEliminar
  13. Oi Alice, tudo bem?
    Ótima resenha, sincera como sempre. Adorei conferir!
    Pena que o livro não terminou bem a trilogia. Isso é um pouco decepcionante mesmo. Mas, pensando pelo lado positivo, deu para curtir a experiência.
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderEliminar
  14. Amei sua resenha Alice, fiquei encantada com a capa desse livro, uma pena essa trilogia ter decepcionado justo no final!

    https://www.kailagarcia.com

    ResponderEliminar
  15. Oi Alice!
    Nunca tive interesse na leitura. Cheguei a vê algumas resenhas do primeiro volume mas me pareceu bem generico e acabei passando por cima.

    Abraços
    David
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  16. Oi, Alice!

    Poxa, que pena que o desfecho foi o esperado, sem grandes emoções pra fechar com chave de ouro a trilogia. Pelo jeito a autora começou bem a história e se perdeu no meio do caminho. E olha que a obra aparenta ter bastante potencial!

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  17. Uma pena que o último livro não tenha fechado com chave de ouro.
    Eu não conhecia e confesso que não fiquei interessada pela história.

    Abraços,
    Naty
    http://www.revelandosentimentos.com.br

    ResponderEliminar
  18. Oi, Alice! Tudo bom?
    Eu tinha curiosidade pra ler o primeiro da série, mas ela passou bem rápido com as primeiras resenhas que saíram. Que tristeza quando o último volume não cumpre em fechar ela direitinho, uma pena :/

    Beijos,
    Denise Flaibam.
    www.queriaestarlendo.com.br

    ResponderEliminar
  19. Oi, Alice!
    Pena que o final não foi empolgante.
    Pelo jeito foi só ok, né?
    Mas essa capa é lindaaaa!
    Eu não conheço essa trilogia, mas até me interessei.

    Beijooos

    www.casosacasoselivros.com

    ResponderEliminar
  20. Gostei da sua postagem, sempre estou visitando seu blog e lendo suas postagens.. Seu blog está salvo em meus favoritos..

    Parabéns!

    Amo seu blog ..

    Meu Blog: Resultado Vale Sorte

    ResponderEliminar
  21. Oi, Alice!
    Uma pena que o livro seja apenas razoável, mas pelo menos não foi uma leitura ruim e vc pôde tirar proveito dela. Eu tenho o primeiro livro e ainda não li, confesso que fiquei com um pouco de receio de não ser tudo aquilo que esperava. Agora também posso ler com os pés mais no chão.
    bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderEliminar
  22. Olá tudo bem? Adoro esse tipo de livro, uma premissa muito bem construída adorei, pena que este em especifico não tenha sido tão bom, mesmo assim acredito que daria uma chance a leitura se tivesse a oportunidade, beijos!

    ResponderEliminar
  23. Oi Alice!!!!
    Puxa, não foi como esperado mas pelo menos teve um desfecho razoável,...
    Agora que as capas são bonitas isso são hehehehe

    Beijocas da Pâm
    Blog Interrupted Dreamer

    ResponderEliminar
  24. Uma pena que a autora acabou se perdendo e deixou o enredo cair na mesmice.
    Bjs Rose

    ResponderEliminar
  25. Oi, tudo bem?
    Eu não costumo ler esse gênero e nem conhecia a trilogia, mas a premissa é interessante e por isso tinha ficado curiosa. Mas confesso que lendo sua resenha eu desanimei, pois para eu ler um gênero diferente só se o livro parecer muito bom e não parece o caso desse. Enfim, é uma pena a trilogia ter se perdido no final, mas gostei bastante de conferir sua opinião sobre.

    Beijos :*

    ResponderEliminar