(Review 281) - Um verão na Itália (The Shakespeare Sisters #1)

em 10 de mayo de 2019

Título original: Summer´s Lease (USA)
Autor: Carrie Elks
Editora: Verus Editora (Brasil) / Piatkus (USA) 
Páginas: 383
Ano de Publicação: 2017 (EUA) / 2018 (Brasil)
Gênero: Chick Lit
Saga: As irmãs Shakespeare (The Shakespeare Sister´s)
1. Um verão na Itália (Summer´s Lease) 
2. Um amor de Inverno (A Winter´s Tale) 
3. Absent in the Spring
4. By virtue Fall
Valoração: 
Goodreads / Amazon / Skoob / Saraiva

O primeiro volume de As Irmãs Shakespeare, a nova e deliciosa série da autora best-seller Carrie Elks: quatro irmãs, quatro histórias e quatro maneiras de encontrar o amor verdadeiro. Férias de verão gratuitas na Itália. A condição: Dividir a casa com seu maior inimigo. Cesca Shakespeare chegou ao fundo do poço. Depois de escrever uma peça de teatro premiada que acabou em desastre, o bloqueio criativo se instalou. Seis anos mais tarde, ela perdeu mais um emprego pavoroso e está prestes a ser despejada. Pior ainda, suas irmãs não fazem idéia de como sua vida vai mal. Assim, quando seu padrinho lhe arruma uma temporada de verão em uma bela villa italiana, sem ter que pagar nada por isso, Cesca concorda em ir para lá e tentar escrever uma nova peça. Só então descobre que a casa pertence a seu arqui-inimigo, Sam Carlton. Tendo acabado de ver seu nome em todas as manchetes pelas razões erradas - mais uma vez -, o galã de Hollywood precisa se esconder. Que lugar melhor do que a linda villa desocupada de sua família à beira do lago Como? Só que, quando ele chega descobre que a casa não está tão desocupada quanto esperava. Ao longo do quente verão italiano, Cesca e Sam terão de confrontar o passado. E o que começa como uma hesitante amizade rapidamente se torna uma atração intensa - e depois uma aventura ardente. Uma coisa é certa: este será um verão abrasador. 


Minha opinião:

Um verão na Itália é aquele tipo de livro que nos faz sorrir, feito bobos, porque conta uma história fofíssima e clichê, daquelas que a gente adora, que nos faz suspirar e nos diz que os sonhos se realizam e que tudo é possível. É aquele livro gostosinho, pra se ler quando a gente precisa de uma leitura que nos anime e nos aqueça o coração.

Cesca Shakespeare tinha um sonho: ser roteirista. E ela tinha um talento enorme pra isso já aos 18 anos, quando após a morte de sua mãe, uma atriz de teatro bem sucedida, Cesca escreveu seu primeiro roteiro. Porém, a peça naufragou, deixando em Cesca um profundo sentimento de fracasso e um bloqueio escritor que perdura por seis longos anos. E a culpa disso tem nome: Sam Carlton, o agora famoso ator de Hollywood que abandonou a peça de Cesca há seis anos atrás, causando todo um colapso no elenco e nos rumos da carreira da própria Cesca.
Agora, Cesca é uma moça com vida incompleta. Ela não consegue encontrar um emprego estável, durando muito pouco em cada oportunidade que aparece e vive em um apartamento humilde, que divide com uma colega de quarto praticamente desconhecida. 

Quando o padrinho de Cesca, Hugh lhe oferece a oportunidade de viajar à Itália, para trabalhar por um curto período como governanta em uma villa idílica, Cesca acha bom demais pra ser verdade. Mas ela aceita, quem sabe essa não é a chance e o descanso que ela necessita pra finalmente conseguir voltar à escrever?
O problema é que a villa pertence a Foster e Lucia Carlton, os pais de Sam, e Cesca ainda não sabe disso. Ela só vai descobrir quando o próprio Sam, cansado das fofocas maldosas e da perseguição implacável dos paparazzi de Hollywwod decide aparecer de surpresa, indo se refugiar no paraíso isolado. 
Sam não esperava encontrar essa inglesa raivosa cuidando da villa de seus pais, e sua memória se recusa a permitir que ele se lembre de onde conhece a garota que parece odiá-lo, porém com o tempo, depois da verdade aparecer, ele decide  ainda assim tentar conviver com Cesca, afinal, até a companhia difícil dela parece ser melhor do que a dos vorazes rivais de Hollywood, e enquanto Cesca e Sam tentam selar uma paz mais ou menos instável, eles vão se conhecendo e descobrindo todas as muitas camadas por trás de cada um. 

Eu adoro chick lit! Especialmente porque a grande maioria oferece esses finais felizes de sonho, ao melhor estilo Hollywood, onde tudo acontece, mas no final o amor prevalece. E eu adoro como os romances são construídos nesse tipo de livro, sempre tem uma espécie de jogo de amor-ódio ou algum draminha pra deixar a mocinha e o galã divididos, mas o legal é o tom mais leve em que tudo é tratado, permitindo ao leitor poder suspirar um pouquinho com histórias onde até mesmo as dificuldades se tornam pequenas, e de alguma maneira os personagens sempre triunfam. 
Um verão na Itália é esse tipo de livro, onde o romance tem papel fundamental mas nunca se torna cansativo, nem dramático e jamais enjoativo. 

É aquele típico enredo do sentimento de ódio que se torna amor, quando os dois personagens passam a se conhecer melhor, e até lá temos mil e um conflitos e mal entendidos onde a gente ri com os diálogos e se diverte com os pensamentos e conclusões de Cesca e Sam.

Foi cativante e envolvente acompanhar a narrativa gostosa de Carrie Elks, e me surpreendi também pelas cenas de conteúdo mais adulto que o livro apresenta (são poucas, mas elas existem e nenhuma resenha que li havia comentado isso).
A ambientação é retratada de maneira simples mas consistente, aquele ambiente tão exclusivo, pitoresco e acolhedor da Itália, onde parte do passado parece ainda se preservar sempre me atraí, e eu gostei bastante das descrições da autora e como insere cada detalhe na trama. 

Quanto aos personagens, somos apresentados bem sutilmente à todas as irmãs da família Shakespeare, porém o livro se centra em Cesca e é ela que conhecemos com profundidade nesta primeira parte. 
Cesca é irônica e fala tudo o que pensa, aliás, às vezes ela fala sem pensar mesmo. Mas ela tem um coração bom, e apesar dos muitos apertos em que vive se metendo desde que desistiu do sonho de ser roteirista, ela é forte e não aceita depender de ninguém, tem um instinto de liberdade que guia suas decisões.
Sam, seu maior inimigo dos últimos seis anos, na verdade nem se lembrava da garota. Desde que se mudou para Hollywood e alcançou a fama, ele tem tentando manter a discrição e superar a relação difícil que mantém com o pai, Foster. Sam, apesar de ser uma celebridade, ainda mantém um ar de humildade como se não soubesse quem é, ele é engraçado, leal e confiante. Eu ando um pouco cansada de ver personagens masculinos agindo como imbecis por conta de sabe-se lá o quê de seus passados, então, topar com Sam, um tipo de teve seus tropeços mas ainda está disposto a se abrir pra vida foi super revigorante. 

Óbvio que há partes bem previsíveis na história. A gente já deduz alguns dos rumos que o romance do casal vai ter e até já consegue prever quais serão os altos e baixos, mas ainda assim, a história valeu a pena. É fofa, carregada de otimismo e ternura, simples e ao mesmo tempo prende a gente, porque é uma trama gostosa de se acompanhar, com personagens tão simpáticos que até as atitudes mais bobas deles acabam não incomodando o leitor. 

Esse livro é o primeiro de uma tetralogia, cada um focado em uma das quatro irmãs. Um amor de inverno, a segunda parte, já foi publicado por aqui e em breve vai ter resenha dele aqui no blog. Estou bem empolgada porque gostei da narrativa direta de Elks e espero encontrar uma história ainda mais cativante. 

Concluindo...

Resumindo, Um verão na Itália é um livro de aquecer o coração, roubar sorrisos do leitor e nos fazer torcer por um casal de protagonistas carismático e encantador. É um livro que conta de maneira leve uma bonita história de recomeço e superação, com uma mocinha que passou por muitos altos e baixos mas recebe uma segunda oportunidade da vida e deve, à partir daí, lutar novamente para realizar seus sonhos enquanto se depara com um amor bem improvável.

" Ela estava tentando lê-lo, mas falhava miseravelmente. Onde estava o homem cujo sarcasmo havia abastecido o carro de Cristiano na entrada poucas horas antes? Era difícil compará-lo com aquele homem que estava na frente dela, tão inseguro. No entanto, como dois lados da mesma moeda, de alguma forma eles faziam parte de um todo. Um homem com várias faces, que poderia ser forte, porém frágil, e completamente esmagador. Seu próprio pequeno mistério envolto em um enigma".


"Era hora de ir para casa. Para sua casa de verdade. E não era uma cidade ou um bairro, nem mesmo uma casa à beira de um lago. Seu lar era onde ela estava, onde quer que fosse. Londres... Varenna... não importava. Porque o que ele descobrira nos últimos meses era que "lar" era um sentimento. Era o que relaxava seus músculos, o que o fazia respirar um pouco melhor. Era o lugar onde você esperava estar durante todo o dia. Seu lar era Cesca Shakespeare. Mesmo que ela ainda não soubesse".



Carrie Elks vive em Londres e escreve romances contemporâneos. Aos 21 anos, ela saiu da faculdade com um diploma em Ciências Políticas, uma conta no vermelho  e seu futuro marido. Ela ama viajar e conhecer pessoas novas, e também já morou nos EUA e na Suíça. Fã de redes sociais, tenta limitar seu tempo no Facebook e no Twitter a momentos roubados entre um capítulo e outro. Quando não está lendo ou escrevendo, pode ser encontrada cozinhando, bebendo um vinho ou tentando descobrir como combinar os dois.

Web Page Oficial: https://carrieelks.com/

Twitter: Carrie Elks



Até a próxima, 



Ivy

18 comentarios:

  1. Oi, Ivy

    Eu estou com o segundo livro aqui. Minha caixinha com o primeiro nunca chegou. Eu até pensei em comprar este primeiro para ler antes do segundo, mas o preço não estava bom.
    Eu também gosto muito dessa coisa meio gato e rato, dessa implicância que vira amor, é clichê mas a gente ama! Hahahha
    Eu acho que eu vou curtir bastante, mas como ainda não tenho ele vou começar pelo segundo livro. Espero que você goste dele também.

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderEliminar
  2. Ai que delícia de livro! Esse é o meu tipo de livro haha que deixa nosso coração quentinho.

    Beijos

    abobrinhacomchocolate.com.br

    ResponderEliminar
  3. Oi Ivy,

    Eu recebi o segundo livro pela editora e acabei lendo ele por primeiro e apesar de ter gostado muito e achado a história fofa, confesso que queria ter lido o primeiro antes, pois mesmo não sendo um spoiler grande, a gente acaba pegando fragmentos dessa história no próximo.
    Mas eu curti a escrita da autora e que ler os próximos.

    Bjs e uma boa semana!
    Diário dos Livros
    Conheça o Instagram

    ResponderEliminar
  4. Oi, Ivy!

    Eu adoreeei esse livro! O começo da história demorou pra me envolver, mas quando peguei o ritmo, não quis largar mais. Um romance muito gostoso de acompanhar, e por conta disso, eu já tô doida pra conferir o segundo volume!

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  5. Oi Ivy,
    Eu estou doida pra começar o primeiro da série.
    Primeiro que as capas são lindas, a fonte aaaaaaa
    E eu amo romances que se passam na Itália, ainda mais com esse ar de chick-lit, certeza que vou curtir. E já estou um tempo querendo conhecer a escrita da autora.
    Cade um padrinho me oferecendo uma viagem pra Itália? kkkk

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderEliminar
  6. Eu vi bastante gente falando dessa série das irmãs Shakespeare, eu não sou muito habituada com romances, mas gostei bastante da ideia dos livros da série, eu espero que consiga ler ele em breve, porque as capas dos livros são muito bonitas e alegres, adorei a resenha!!

    ResponderEliminar
  7. Olá Ivy, de vez em quando eu gosto de ler um romance fofinho, destes que aquecem nosso coração e nos fazem voltar a acreditar no amor. Já li várias resenhas deste livro e todas muito positivas, o que me fez já colocá-lo na lista de desejados. Ótima resenha.
    Bjos
    Vivi
    Blog Duas Livreiras

    ResponderEliminar
  8. Oi Ivy!
    Tenho visto muitas resenhas dos livros dessa série, esse parece ser bem gostosinho msm, fiquei com vontade de conferir! Adoro qnd os personagens passam por um bloqueio criativo, hahahah
    Bjs
    A Colecionadora de Histórias - Blog

    ResponderEliminar
  9. Oi Ivy! Eu li o segundo livro desta série a achei a história bem meiga e familiar. Agora quero conferir este e ver se me encanto por mais um romance destas irmãs. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderEliminar
  10. oi
    um verão na Itália é uma história bem gostosinha de se ler, gostei dele, que bom que também curtiu a história, adoro esse tipo de livro, estou louca para ler o próximo.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderEliminar
  11. Oi Ivy, quando a editora lanço esse livro, vi que ele tem uma proposta boa, só que romance sessão da tarde, para mim, não é prioridade agora! Eu já não gosto do gênero chick lit, rsrs. O importante é que o livro aqueceu seu coração.

    Que bom que está empolgada para a continuação.

    Até mais!
    Depois da Leitura
    Loja Depois da Leitura

    ResponderEliminar
  12. Olá, Ivy.
    Eu lembro que na época do lançamento desse livro não dei muita bola para ele porque achei que era mais do mesmo. Mas então eu li o segundo livro da série e fiquei com muita vontade de ler o primeiro por conta da amizade entre as irmãs. E assim que der vou comprar ele.

    Prefácio

    ResponderEliminar
  13. Estou muito empolgada para ler todos os livros da autora e essa série é bem bacana, sempre vejo muitas opiniões maravilhosas e são livros que tenho curiosidade em ler. Gosto muito da narrativa que a escritora costuma usar e em breve venho te contar o que achei dos livros e quero saber sua opinião sobre os outros da série.
    Beijocas.

    http://www.parafraseandocomvanessa.com.br/

    ResponderEliminar
  14. Romance é um dos meus gêneros preferidos, porém não leio com tanta frequência porque tenho dificuldade em encontrar casais que me agradem, que não tenham uma relação abusiva ou enjoativa. Estou vendo tantas reviews positivas sobre esse, que estou sinceramente pensando em colocá-lo nas próximas leituras. Espero que o casal me agrade e me tire aqueles suspiros gostosos.

    www.sonhandoatravesdepalavras.com.br

    ResponderEliminar
  15. Oi, tudo bem? Ah, que indicação mais legal. Vi a capa desse livro no instagram e achei tão linda. Impossível não querer começar ler de olhos fechados só sentindo o clima da Itália. Me fez pensar em tantos lugares, tantos passeios, e claro muito romance. Quem nunca quis andar de mãos dadas com alguém especial pelas suas cheias de paralelepípedos de alguma cidade da Itália? Apesar de ser clichê com certeza vale a pena a leitura. Amei sua resenha. Beijos, Érika =^.^=

    ResponderEliminar
  16. 'Eu adoro chick lit! Especialmente porque a grande maioria oferece esses finais felizes de sonho, ao melhor estilo Hollywood, onde tudo acontece, mas no final o amor prevalece. ' é exatamente o estilo que não aprecio muito na hora de comprar um livro, porém, meus alunos gostam e então eu leio até para indicar porque é importante, como professora, principalmente, eu ter ideia do que indico, principalmente quando se trata de livro panfletário, gostei de sua resenha, então vou me arriscar nessa leitura e verificar como é possível otimizar em meu dia a dia.

    ResponderEliminar
  17. Eu quero tanto ler esse livro, eu acho que vou me envolver com a leitura e terminar o livro com o coração aquecido com a leitura. Adorei a sua resenha!

    ResponderEliminar
  18. Olá, tudo bem?

    Confesso que nunca li nada dessa autora, mas que sua resenha me deixou com aquele quentinho no peito... Parece ser um livro bem gostosinho de se ler, daquele tipo que gosto de curtir depois de uma leitura pesada, pra relaxar. Dica anotada!

    Beijo!
    Ana.

    ResponderEliminar