(Review 375) - Ao seu lado - De repente, no último livro

31 de julio de 2020

(Review 375) - Ao seu lado

Título original: By your side
Autor: Kasie West
Editora: Verus (Brasil) / Harper Teen (USA) / Puck (Espanha)
Páginas: 280
Ano de Publicação: 2017 (EUA) / 2019 (Brasil)
Gênero: Romance Juvenil
Valoração: 
Goodreads / Amazon / Skoob / Saraiva / Cultura 


O que fazer quando você se apaixona pela pessoa que menos esperaria?
Depois de se ver trancada acidentalmente na biblioteca, Autumn Collins não acha que as coisas podem piorar. Mas ela percebe que não está sozinha.  Dax Miller está trancado com ela.
Autumn não sabe muito sobre Dax, só que ele é problema. Entre os rumores sobre uma briga em que ele se meteu (e o breve período no reformatório que veio a seguir) e sua fama de antissocial, ele não é exatamente a melhor companhia para um fim de semana. Ainda assim, Autumn tenta manter a calma e lembrar que é apenas uma questão de tempo até Jeff, seu quase namorado, perceber que a deixou na biblioteca e vir resgatá-la. 
Mas Jeff não aparece. Ninguém aparece.
Diante disso, fica claro que Autumn terá que passar o fim de semana se alimentando de barrinhas de cereal e tentando conversar com um garoto que claramente não quer nada com ela. Até ela perceber que há muito mais em Dax do que ele deixa transparecer. 
Conforme Autumn e Dax vão se abrindo um para o outro, ela fica impressionada com a conexão entre eles. Mas será que os sentimentos vão sobreviver quando o fim de semana acabar e a vida de Autumn voltar ao normal?




Kasie West se tornou uma autora queridinha para fãs da literatura romântica juvenil. Suas estórias são leves, fáceis, gostosinhas de se ler, e deixam aquela sensação de coração quentinho ao terminar. Eu precisava disso, e nem vacilei em escolher Ao seu lado  como minha leitura da vez. A premissa por si só parecia tão simples e bacaninha: uma garota fica presa na biblioteca com o mal falado da escola. Só que o mal falado se revela muito mais do que um bad boy clichê, eles se apaixonam e todos viveram felizes para sempre após alguns perrengues. A fórmula parecia certeira pra mim no momento, mas acabei levando um tremendo banho de água fria com essa estória e as expectativas (ah essas expectativas...) caíram lá embaixo...

Autumn Collins  é a típica colegial boazinha. Ela é adorada por seus professores, querida por seus pais orgulhosos, e tem um grupo de amigos ecléticos sempre ao seu lado. Quando eles se preparam para um final de semana na cabana de Lisa, sua melhor amiga, Autumn de repente acaba "esquecida" na biblioteca. Ela foi ao banheiro na última hora e alguém fechou o lugar inteiro antes que ela pudesse dar sinal de vida. Agora, trancada na biblioteca, sem suas roupas, sem comida e sem seu celular, Autumn terá que lidar com um fim de semana fora dos padrões e ainda controlar o seu transtorno de ansiedade que a impede de pensar com coerência em como escapar dessa situação. As coisas ficam ainda mais surreais quando Autumn percebe que não ficou trancada sozinha na biblioteca. Dax Miller, o bad boy mais mal visto do colégio também está por lá. E ele será a companhia mais inesperada e surpreendente que Autumn poderia imaginar em um final de semana cheio de altos e baixos, reações inesperadas e descobertas surpreendentes. 

Minha opinião:

O que deu de tão errado com esse livro, meu Deus???? A leitura foi rápida, mas tão previsível que haviam momentos em que parecia até uma releitura. Kasie West, que me surpreendeu tão positivamente em outros livros, dessa vez não me convenceu, apresentando uma estória que pra mim ficou clichê, superficial e monótona. 
Se eu for enumerar tudo o que não funcionou pra mim nesse livro faria uma lista grande. A trama não me agradou, os personagens são totalmente dispensáveis, a ambientação é nula, e o final é tão sem emoção que ao terminar eu nem sabia se já escrevia essa resenha ou se deixava o mal estar passar porque me faltavam palavras para descrever tudo o que não gostei nesse livro.

A protagonista, Autumn, é uma chata completamente manipulável. Ela é a boa moça que nunca pode dizer não para ninguém, então ela aceita as idéias mais estúpidas de seus amigos apenas para agradar. A personalidade dela é nula. 

bysedit | TumblrAutumn tem uma paixonite pelo Jeff, o garoto popular, simpático e (para mim) bobalhão. Ele, obviamente corresponde porque ninguém pode resistir a Autumn, ela é a garota boazinha e perfeita.
Até que a chata da Autumn fica trancada na biblioteca com o Dax, um tal bad boy que não é nada malvado, tem um coração grande, poderia ter roubado a cena mas foi extremamente mal aproveitado pela autora. 
Aliás, surpreendente como Kasie West conseguiu desperdiçar o potencial de personagens que poderiam ter dado um brilho mais que necessário ao livro. Dax, acabou ficando apenas como o bad boy que virou mocinho que serviu de apoio para a Autumn mudar e se revolucionar, mas ele mesmo teve sua história contada de maneira desinteressada e incompleta, e o pior é que Dax poderia ter tido uma boa história para contar. Ele é um garoto vindo de abrigos, que foi entregue pela mãe viciada em drogas para adoção e ele quer ter coragem de falar com essa mãe e perguntar muitas coisas. Kasie West começa contando a história do garoto, mas logo ela joga tudo para escanteio, não dá um final decente e deixa o leitor a ver navios.
A própria Autumn sofre de transtorno de ansiedade, um tema que também poderia ter sido interessante e até agregado mais simpatia à personagem. Porém, mais uma vez, fica tudo mal explicado, jogado às pressas, sem qualquer aprofundamento. Uma lástima porque o transtorno de Autumn e a situação de Dax poderiam ter rendido uma carga dramática importante que faltou à trama.

Os personagens secundários quase me fizeram chorar de pena. Temos o simpaticão Jeff que também sofre um revés da vida, e embora seu arco tenha sido melhor explorado, ainda deixou com a sensação de que faltava algo. Talvez tenha faltado mais desenvolvimento no personagem. O leitor só conhece Jeff como o garoto queridinho de brincadeiras idiotas, mas não seu lado mais humano, então por mais que sua situação adicione uma pitada de drama, ficou difícil empatizar completamente com o personagem. 
Outros personagens secundários, como a família de Autumn e seus amigos, foram tratados de forma tão rasa, que são facilmente esquecidos assim que o leitor termina o livro. Aliás, nada se sabe deles, de suas aspirações, não há tramas paralelas que envolvam o leitor em outros entornos. Simplesmente esses personagens estão ali como figurantes, e tudo é centrado na Autumn que, como já disse, carece de carisma. 

Uma grande parte da trama se desenvolve na biblioteca, mostrando a convivência de Autumn e Dax nos três dias que ficam ali. Esse comecinho até que prende e promete algum charme, mas a coisa descamba assim que Autumn retoma sua rotina. 

O romance foi morno e fraco. Autumn e Dax até formam um casal coerente e o desenvolvimento do relacionamento deles até é realista mas, Autumn é facilmente manipulável, qualquer samambaia é capaz de mudar a cabeça da garota e isso me irritava demais durante a leitura, essa personalidade fraca e rasa da protagonista. 

O final foi abrupto. Faltou um epílogo que trouxesse um desfecho decente à situação de Dax, o personagem merecia pelo menos isso, mas Kasie West preferiu terminar sua estória o mais rápido possível, como se até ela estivesse cansada do que escreveu. 

Em poucas palavras, esse livro é sem graça. Assim de simples. 
Uma parte de mim ficou indignada porque eu já li outros livros da Kasie West e suas estórias foram muito melhores do que esta,  esse livro simplesmente não está à altura da autora que Kasie West é. A trama é simplória demais e sem nenhum brilho.

Além disso, eu peguei esse livro ansiando por um romance fofo e inesperado, daqueles que fazem a gente sorrir feito boba (e olha que eu nem sou romantiqueira hein...) e a sensação que tive ao terminar foi de ter lido um dos romances mais anêmicos da vida. Faltou mais paixão, mais personalidade dos personagens, mais desenvolvimento da trama, melhor aproveitamento dos secundários. Faltou tanto de tudo!

Por outro lado, talvez o problema seja eu. Acho que talvez eu esteja no momento de romances mais adultos, mais maduros, com personagens mais velhos e, pelo amor de Deus, mais bem resolvidos. Portanto, se você ama a Kasie West e quer ler esse livro, não desista por causa dessa resenha ok? O fato de não ter funcionado pra mim, não quer dizer que o livro seja ruim, apenas que eu não estava na vibe para conectar com a estória e personagens. 

Concluindo...

Resumindo, Ao seu lado  foi o romance mais fraco que já li da Kasie West, mas não foi tão ruim ao ponto de eu riscar a autora da minha lista para sempre. Kasie é uma rainha dos YA´s pra mim e sempre terá lugar para seus livros na minha estante. Faltou mais profundidade em Ao seu lado, e também faltou carisma nos protagonistas. Alguns personagens ficaram relegados demais à um segundo plano, e isso ajudou para tornar a trama ainda mais rasa. 
Ainda assim, é um daqueles livros de momento, que para alguns pode ser um martírio em mal momento (como foi pra mim) mas para outros, que se achegam sem expectativas e buscando algo bem simples e leve, pode até ser, porque não, uma grande surpresa. 

"Ele estava atrás de mim e eu sentia sua respiração morna na nuca. Tentei controlar o arrepio que eriçava os pêlos dos meus braços. Era a primeira manhã em que eu acordava antes dele. Nosso último dia ali. Em cerca de vinte e quatro horas, alguém destrancaria as portas e estaríamos livres. "



"Eu não podia me apegar a esse garoto de jeito nenhum. Ele mesmo havia falado na noite anterior que não queria vínculos. A tatuagem em seu pulso o identificava como um solitário. O que me fez pensar que eu seria diferente de qualquer pessoa para ele? Não era. "

Kasie West é uma autora americana, que ficou mundialmente conhecida por seus romances juvenis. Atualmente, Kasie mora com a família na Califórnia, onde o calor tenta matá-la com suas máximas acima de quarenta e cinco graus. Ela se formou na Fresno State University, com bacharelado que não tem nada a ver com seu ofício de escritora. Kasie gosta de rocks sentimentais e de ficar acordada lendo até tarde da noite.

Web Page Oficial: http://www.kasiewest.com/

Twitter: Kasie West





Até a próxima, 


Ivy

17 comentarios:

  1. Oi, Ivy como vai? Este livro também não funcionou para mim quando o li. Eu psrticularmente não aprecio romances de um modo geral, leio-os com pouca frequência, e mesmo quando leio-os, são raros os romances me agradarem por completo. Sua visão deste obra é parecidíssima com a minha. Para este que vos escreve este livro é romance fraquíssimo, mas sempre agradará alguns leitores, principalmente os mais jovens, ou leitores que estejam começando o hábito da leitura agora. Sua resenha ficou incrível, parabéns. Abraço!


    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. Oi, Ivy!
    Fiquei chateadíssima ao ver que a leitura não funcionou com você! Tinha achado a sinopse tão legal, que já ia ler logo porque estou precisando muito de um romance levinho e clichê.
    Não conhecia a autora, mas já fiquei com um pé atrás :(

    Estante Bibliográfica

    ResponderEliminar
  3. Oi, Ivy

    Que pena que ela pegou essa fórmula tão batida e não conseguiu desenvolver bem. Acho que um dos piores defeitos de uma história é a monotonia... aí junta com uma protagonista sem personalidade e lascou tudo mesmo. Eu nunca li nenhum livro da autora e nem tenho taaanta vontade assim, mas apesar de eu gostar de ler o livro pra tirar minha própria conclusão, mas tenho certeza que essas ressalvas todas seriam as mesmas que eu teria. Então desse aí eu passo longe. Hahahaha

    Beijos
    - Tami
    https://www.meuepilogo.com

    ResponderEliminar
  4. Hahaha, Oi Ivy
    Eu também gosto muito das obras da autora, mas comecei a ler esse livro e já no início achei ele raso sabe? Nada me chama atenção e os personagens estavam naquele esterótipo de colegial. Eu tava pensando se abandonava ou não, mas você já me deu sua resposta hahahah vou tentar trocar no skoob!
    Beijo
    https://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderEliminar
  5. Olá,
    Uma pena sobre o mau desenvolvimento, principalmente em relação a saúde mental da protagonista.
    Mas pelo cenário, é capaz de eu dar uma chance, por curiosidade mesmo, mas sem grandes expectativas.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderEliminar
  6. Oi Ivy!
    Aff falta de carisma em romance é troço tenso. Eu nao gosto nem de pensar pq olhe, no mes de Junho eu li um monte assim infelizmente :( Nao conheço a escrita da autora mas tenho vontade de ler. Tenho um livro dela no meu kindle, O Namorado de Aluguel, acho que é assim o nome e sempre vejo otimas resenhas dele. Espero gostar quando ler.

    Abraços
    Emerson
    http://territoriogeeknerd.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  7. Olá, Ivy.
    Eu me vi em você agora quando escrevi a resenha de História de um grande amor da Julia Quinn hehe. Eu já li um outro livro da autora e gostei bastante. E a sua é a primeira resenha negativa que leio desse. Talvez foi o momento errado mesmo. Ou não era uma leitura para você o que acontece hehe. Mas ainda tenho interesse em ler ele.

    Prefácio

    ResponderEliminar
  8. Já vi inúmeras resenhas desse livro e não me animei para ler. Tem alguns livros que simplesmente não faz o meu tipo de livros para ler.

    Abraço

    Imersão Literária

    ResponderEliminar
  9. Acho que estou muito por fora dos YA, confesso que tenho lido muito pouco esse gênero, o último que li foi com amor Simon, por isso nunca ouvi falar da autora.
    É muito ruim quando queremos um livro leve e mos decepcionamos, porque afinal tem tantos livros bona no mundo ler um ruim dá uma sensação de perda de tempo.

    ResponderEliminar
  10. Oi Ivy,
    QUE MEDO! Eu achei que esse livro iria ser do tipo 'certeiro' para mim e você me vem com personagens dispensáveis? NÃÃÃÃÃO!!!!!
    Bom, confesso que estou um pouco feliz porque ainda não o comprei, mas decepcionada porque queria até favoritar o livro! Não creio!!!!!!
    Que pena!!!!!!!!!!!!!!
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  11. Olá, tudo bem? Poxa uma pena que a história não funcionou para você. Eu gosto bastante da escrita da Kasie, e eu li outros dois livros dela que também são YA e amei demais. Esse em específico ainda não li, e pelas ressalvas talvez eu me incomode um pouco com ele. De qualquer maneira, ainda quero dar uma chance pois gosto da autora, rs. Ótima e sincera resenha!
    Beijos

    ResponderEliminar
  12. Eu ainda não li nada dessa autora e achei uma pena que esse não funcionou para você e acabou deixando suas expectativas lá embaixo.
    Pela descrição acho que eu também não iria gostar da Autumn e o Dax, acho que daria uma boa presença no livro por sua história, pena que a autora não desenvolveu.
    Gosto de romances leves e até mesmo clichês e achei uma pena esse não ter dado muito certo. bjs

    ResponderEliminar
  13. Oi, tudo bem? Como assim eu amo romances juvenis e não conhecia a autora??? Mas, realmente, a premissa é legal, mas uma pena que não foi bem desenvolvida. Acho que é mais aquele tipo de livro pra você dar uma refrescada das leituras pesadas, sem pensar muito. Eu amo clichês românticos, mas também gosto que eles sejam bem apresentados, o que talvez não tenha sido o caso deste livro, uma pena. Já enjoei de tramas de mocinhas/bad boys, li muito no final da adolescência e acabei cansando, então não daria uma chance para este. Mas gostei muito da sua honestidade ao falar do livro, uma pena que não funcionou para você. Adorei conhecer a autora, vou atrás dos outros livros dela, com certeza!

    Love, Nina.
    www.ninaeuma.blogspot.com

    ResponderEliminar
  14. Oi Ivy, tudo bem?
    Ai, guria do céu... sua resenha parecia eu falando comigo mesma a respeito de um livro que li recentemente e senti a mesma coisa: ou seja, nada hahaha (foi O Segredo de Emma Corrigan, no meu caso).
    Todos esses pontos fracos que você levantou também me incomodariam certamente, porque tenho uma opinião bem parecida. Acho que é mais seguro deixar esse título passar. :(
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderEliminar
  15. Olá...
    Adorei conferir sua resenha!
    Tenho uma ótima relação com a Kasie West, mas, diante de suas ressalvas fiquei com o pé atrás com esse livro! É uma pena que a leitura tenha se tornado cliche, previsível e monotona.
    Bjo

    http://coisasdediane.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  16. Oi Ivy,

    Que pena que o livro não funcionou para você.
    Eu também gosto muito da autora e esse é o próximo a ser lido dela.
    É difícil quando a história não conquista e não tem carisma, a leitura fica tão entediante.

    Espero que eu goste da história.

    Bjs
    https://diarioelivros.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  17. Olá.
    É uma pena que o livro tenha te decepcionado tanto, mas que bom que isso não impedirá que você continue lendo obras da autora. Eu já li Namorado de Aluguel da mesma autora e confesso que não foi para mim, achei clichê demais e até chato em certos aspectos, o que me fez perceber que romances adolescentes não é uma leitura que eu aprecie, por isso já não leria esse da resenha.

    www.sonhandoatravesdepalavras.com.br

    ResponderEliminar



Subir