(Review 385) - Air Awakens (Air Awakens #1) - Elise Kova - De repente, no último livro

9 de septiembre de 2020

(Review 385) - Air Awakens (Air Awakens #1) - Elise Kova

Título original: Air Awakens
Autor: Elise Kova
Editora: Silver Wing Press (EUA) 
Páginas: 330
Ano de Publicação: 2015 (EUA) 
Gênero: Fantasia Juvenil
Saga: Air Awakens
1. Air Awakens 
2. Fire Falling
3. Earth´s End
4. Water´s Wrath
5. Crystal Crowned
Valoração: 

Uma aprendiz de bibliotecária, um príncipe feiticeiro e um vínculo mágico inquebrável...
O Império Solaris está a uma conquista de unir o continente e a rara mágica elementar que dorme na aprendiz de biblioteca Vhalla Yarl, de dezessete anos, pode mudar as marés da guerra.
Vhalla sempre foi ensinada a temer a Torre dos Feiticeiros, uma misteriosa sociedade mágica, e tem sido feliz em seu mundo silencioso dos livros. Mas depois que ela, sem saber, salva a vida de um dos feiticeiros mais poderosos de todos eles - o príncipe herdeiro Aldrik-, ela se vê atraída para o mundo dele. Agora ela deve decidir seu futuro: abraçar sua feitiçaria e deixar a vida que ela conhece, ou erradicar sua mágica e permanecer como sempre. E com forças poderosas à espreita nas sombras, a indecisão de Vhalla poderia custar-lhe mais do que ela jamais imaginou. 
Air Awakens   é a primeira parte de uma pentalogia de fantasia juvenil ambientada em um poderoso império chamado Solaris.
Solaris é composto por uma monarquia forte, guerreiros destemidos e um povo simples, plebeus vivendo uma vida bem modesta. Perto do castelo da família real, há a Torre, lugar onde habitam os feiticeiros do império, mestres da magia dominadores do Fogo, da Água...

Vhalla Yarl  era apenas uma aprendiz de bibliotecária. Seu sonho era passar a vida ali trabalhando na Biblioteca Imperial, em meio aos livros que amava. Mas quando ela consegue salvar a vida do príncipe herdeiro, Aldrik, ele, um feiticeiro do Fogo, logo percebe que há traços fortes de magia na garota. 
Aldrik então decide se aproximar de Vhalla, e apesar de sua fama ruim, acaba conquistando a confiança da garota. Diferente de tudo e todos, Vhalla então descobre que sua afinidade é com o vento, ela faz parte dos já extintos Andarilhos do Vento, de fato, é a última existente, e por ser tão rara a sua magia, Vhalla se torna cobiçada pelo império e pela Torre.

Agora, Vhalla terá que decidir o que seu coração quer: ser uma feiticeira, enfrentando os olhares e julgamentos até de seus próprios amigos, mas ao lado do príncipe Aldrik, sendo finalmente útil e importante em algo, ou seguir com sua vida tranquila na Biblioteca, catalogando livros.
Mas algumas opções nem sempre são fáceis e logo Vhalla vai descobrir que a sua magia a transforma em algo raro, disputado e em grande perigo.

Minha opinião:

É tão difícil descrever a trama de Air Awakens, eu sinto que resumindo assim não consigo nem passar a magnitude de tudo o que Elise Kova criou e como ela foi me envolvendo ao longo de cada página. Air Awakens, ao ser o primeiro de uma série de 5 livros, obviamente marca por ser um livro bem introdutório, permitindo ao leitor conhecer intimamente a protagonista, a Vhalla que é a narradora desta estória, toda contada em primeira pessoa.

Air Awakens foi uma primeira parte sem grande ação e nem impacto, mas teve um punhado de fatos interessantes que conseguem prender a atenção. A trama vai melhorando bastante em cada página e eu gostei da narrativa da Elise Kova, bem simples, direta e sem enrolação. A escrita da autora é ótima, ela narra os fatos com bastante precisão e fica fácil para o leitor entender como vive aquela sociedade em Solaris, e a hierarquia social que se manifesta neste império. 

A ambientação é boa e promete ficar ainda melhor na sequência, quando mais detalhes do império Solaris e de seus inimigos serão trazidos. A trama foi bem escrita, introdutória o suficiente para nos situar em seu universo e nos tornar íntimos da protagonista, e depois, perto do final, trouxe uma dose extra de emoção, tensão e dúvidas que me prenderam a cada página. 

Eu gostei demais da Vhalla como protagonista. Ela não é a espertinha sabichona e nem a pobre donzela perdida. Vhalla é equilibrada, ponderada, inteligente, sabe dizer não e o melhor é que não se deixa cegar por seus constantes sentimentos por Aldrik. Ela sabe o que está sentindo, mas ainda assim reflete nas coisas e não se deixa manipular fácil.
Aldrik também foi um personagem muito bem elaborado, ele carrega um ar de mistério porque suas atitudes são às vezes bem contraditórias, e eu gostei dele porque ele pode ser bonzinho e egoísta ao mesmo tempo, externando uma dualidade de cárater que deixa a gente em dúvidas, ao mesmo tempo em que se afeiçoa ao personagem.

Tem alguns personagens secundários que ainda não mostraram ainda o que representam, mas deixam no ar a sensação de que haverá surpresas. Fiquei interessada especialmente em Baldrik, o irmão caçula do príncipe Aldrik, que se apresenta como um toque de descontração no meio de tanta seriedade, mas, suspeito que logo se revelará mais cheio de artimanhas do que parecia...

Essa resenha está bem contida e fica difícil para externar o quanto senti que Air Awakens merece um espacinho nas estantes dos leitores de fantasia. Ainda não revelou demais, porém já me mostrou uma protagonista forte e poderosa, que mantém sua opinião firme e eu gosto disso. A trama promete se tornar mais intensa na sequência já que o final é daqueles para deixar o leitor na ansiedade para continuar lendo mais dessa série.

Concluindo...

Em síntese, Air Awakens  é muito mágica, promissora e extremamente bem escrita, com personagens que prometem sair do estereótipo do mocinho/vilão para se mostrarem mais cheios de conflitos e facetas. Uma primeira parte de saga que, embora sem grandes reviravoltas, consegue de certa forma conquistar o leitor com uma narrativa fácil.

Naqueles momentos fugazes, as complexidades dos títulos e de quem eles eram desapareceram em emoções básicas. Ela queria, ela precisava dele. Esse homem, que era considerado como nada mais do que um monstro rude e sombrio, de alguma forma a reinvindicou sem nunca tê-la realmente tocado antes dessa noite.
Ele parou todos os movimentos. Mesmo depois de suas confissões, depois da raiva, depois de tudo o que ela tinha passado, ele permaneceu. Aldrik, seu príncipe - seja ele bom ou mau - permaneceu com ela. Os dois se olharam, esperando o outro dar o primeiro passo. Vhalla daria tudo para que o tempo parasse.

Continua em:

Fire Falling

Elise Kova é uma autora best-seller do USA Today conhecida por suas histórias de fantasia a magia. 
Ela se graduou em um programa MBA, morou no Japão por um tempo e trabalhou para uma empresa de tecnologia da Fortune 500. No entanto, ela se sente muito feliz atualmente, trabalhando como autora de livros em tempo integral. Quando não está escrevendo, ela geralmente pode ser encontrada jogando video-game, desenhando, assistindo anime ou conversando com seus leitores nas redes sociais. Ela fica feliz em estar em Saint Petersburg, na Flórida, mas ao mesmo tempo está sempre ansiosa por sua próxima viagem. 

Twitter: Elise Kova

Instagram: Elise Kova





Até a próxima, 


Ivy

18 comentarios:

  1. Olá,
    Apesar de não ler muito do gênero, eu gostei desse fato da protagonista trabalhar numa biblioteca.
    Fiquei imaginando a aventura que a narrativa traça.
    Espero ter oportunidade de conhecer futuramente.

    até mais,
    Canto Cultzíneo

    ResponderBorrar
  2. Oi, Ivy
    Eu tô com o livro aqui para ler mas ainda não comecei. Eu estou animada porque a capa é linda, e é bom saber que apesar de não ter nada demais, é uma leitura rápida e sem enrolação. Só espero que com 5 livros a autora não fique tacando tanto triângulo amoroso. Mesmo assim quero muito ler!
    Beijo
    https://www.capitulotreze.com.br/

    ResponderBorrar
  3. Oi, Ivy como vai? Me parece um livro muito bom, pela resenha percebe-se o quanto o livro lhe agradou. Espero que o próximo seje ainda melhor. Abraço!

    https://lucianootacianopensamentosolto.blogspot.com/

    ResponderBorrar
  4. Como sempre arrasando nas resenhas. Esse livro eu nunca ouvi falar, mas ja quero ler

    ResponderBorrar
  5. Oii Ivy... Amei essa resenha.. ainda não conheço o livro... Mas gostei bastante...
    Seu blog é lindo .. já estou seguindo... Se puder retribuir lá no meu
    Beijinhos
    Cátila Santos

    ResponderBorrar
  6. Meu deus que história incrivel! Você falou dele em alguns posts passados e eu fiquei muito curiosa e agora com essa resenha eu tô ainda mais curiosa com essa história.
    Eu não costumo ler fantasias que tem continuação porque eu acabo tendo que esperar os livros e isso me deixa nervosa HAHAHAHAH
    Mas gostei da premissa desse, já quero pra ontem!!

    ResponderBorrar
  7. Olá, Ivy.
    Essa é uma daquelas vezes que quero chorar porque não tem o livro em português. Eu amo qualquer história que envolva magia e manipulação de elementos e esse enredo me fisgou. Mesmo que ele não fuja muito dos livros do gênero. Tomara que algum dia publiquem por aqui.

    Prefácio

    ResponderBorrar
  8. Oi, Ivy!

    Adorei a capa, muito linda! A premissa também chama bastante a atenção, deve ser uma história incrível, torcendo pra chegar logo no Brasil!

    xx Carol
    https://caverna-literaria.blogspot.com/

    ResponderBorrar
  9. Oi, Ivy!
    Confesso que por ser uma pentalogia, eu perco um pouco o ânimo porque sou péssima em sequências :P
    Mas achei a premissa tão boa, que fiquei curiosa haha. Ando nessa vibe de ler fantasias e to amando!

    Estante Bibliográfica

    ResponderBorrar
  10. Oi Ivy,
    Fico pensando em como tem fantasias lá fora e aqui chegam tão poucas... Essa seria uma das que eu gostaria de devorar!
    Preciso adquirir logo uma fluência em inglês para pegar essas suas dicas.
    beijos
    http://estante-da-ale.blogspot.com/

    ResponderBorrar
  11. Oi Ivy,

    Eu sinto que o segundo livro será melhor que o primeiro, os personagens realmente são bem interessantes e autora vai direto ao ponto.
    Achei meio clichê algumas coisas, mas gostei no geral.
    Quero ver se pego logo o segundo para ler.


    Bjs e uma ótima noite!
    Diário dos Livros
    Conheça o Instagram

    ResponderBorrar
  12. Oi Ivy! Já havia lido duas outras resenhas da obra e a sua é mais uma que exalta suas qualidades, bem que poderia sair aqui, mas também com cinco livros seria a espera eterna de uma editora publicar todos. O jeito mais fácil é ler o original mesmo. Eu amei a premissa. Bjos!! Cida
    Moonlight Books

    ResponderBorrar
  13. Oi Ivy, tudo bem?
    Eu adoro visitar seu blog porque sempre conheço séries de fantasia novas que parecem ser muito cativantes. Eu adorei a descrição desse livro e as características dos personagens principais. Adoraria que fosse publicado no Brasil (porque, shame on me, tenho preguiça de ler em inglês).
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderBorrar
  14. Oi
    essa leitura chamou minha atenção, a premissa e interessante e que bom que a autora não enrola na história, e parece ser uma escrita boa.
    Poderia ser publicado por aqui.

    http://momentocrivelli.blogspot.com/

    ResponderBorrar
  15. Oi, tudo bem?
    Eu não conhecia esse livro ainda, mas amei muito a premissa. É bem diferente e o livro parece ter um universo fascinante. A única coisa que me desanimou foi saber que são cinco livros. Eu não posso nem pensar em começar uma série longa agora. Mas quem sabe futuramente né?
    Beijos!

    ResponderBorrar
  16. Eu não sou muito fã de fantasia, até leio mas não é algo que me faça feliz. Acho que ainda tenho que pegar o jeito desse tipo de leitura. Conheço pessoas que amam, não conseguem parar de ler esse tipo de livro. Alguma dica pra quem quer se aventurar por essas terras mágicas? Bjks

    ResponderBorrar
  17. Tô adorando visitar e ler seus conteúdos, são sempre os melhores!


    Meu Blog: Janaina Santos

    ResponderBorrar
  18. Esse seria um dos livros que ficaria interessada só pela capa haha. Espero ter a oportunidade de ler <3

    Abraço

    Imersão Literária

    ResponderBorrar



Subir